Antônia Lucia não quer assumir CDH caso Feliciano renuncie | Fábio Campana

Antônia Lucia não quer assumir CDH caso Feliciano renuncie

Do Poder Online:

A deputada Antônia Lucia (PSC-AC), que é vice presidente da Comissão de Direitos Humanos da Câmara, disse que não quer assumir o comando da comissão, caso o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC-SP) renuncie.

Na avaliação de Antônia Lúcia, o único beneficiado na polêmica foi o próprio pastor que ganhou notoriedade.

Ela e o partido, segundo a deputada, têm amargado um desgaste de imagem.

O pensamento de Antônia Lúcia tem ressonância em seu partido.

O deputado Hugo Leal (PSC-RJ) também tem se queixado.

“Não aguento mais essa polêmica. Ele agora está achando que é vítima, que é Jesus Cristo”, criticou.

No PSC, já manifestaram insatisfação com Marco Feliciano o próprio líder da legenda, André Moura (SE), o deputado Nelson Padovani (PR), Professor Sérgio de Oliveira (PR), Deley (RJ) e Costa Ferreira (MA).

Outro ponto de incômodo refere-se ao compromisso que Feliciano havia assumido internamente de não dar entrevistas, acordo que não vem sendo cumprido pelo parlamentar.


4 comentários

  1. Sergio R.
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 13:57 hs

    Num estado laico não se tem deputado pastor, nem deputado católico, nem de qualquer religião. São só representantes do povo. Eleitos pelo povo. Numa democracia. Ainda. O que deveria ter era uma sociedade neutra. Preferências são individuais e não da coletividade. Agora obrigar um deputado a renunciar de uma comissão, é algo tão absurdo que abrirá um precedente o qual não terá mais volta. Todas as comissões perderão o sentido, assim que alguém se sentir ofendido.

  2. Liz
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 14:45 hs

    Se a insatisfação é tão grande com o deputado dentro do partido, pq não decidem expulsá-lo?
    Esse tipo de atitude dentro do partido parece mais política para inglês ver.

  3. Constanza del Piero
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 16:33 hs

    João Paulo Cunha e José Genuíno, na fila pra entrar na cadeia, condenado

  4. Constanza del Piero
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 16:45 hs

    Curioso que João Paulo Cunha, e José Genuíno, figurinhas carimbadas do petê, condenados em última instância a mais de dez anos de cadeia cada um, podem fazer parte da COMISSÃO DE CONSTITUIÇÃO E JUSTIÇA.
    O Feliciano, que nem julgado foi, e não cometeu crime algum, não pode participar da insignificante CDH.
    Enquanto isso, a turba ladra. Os ativistas pagos pelo petê com dinheiro público, pois as caras são as mesmas, babam seu ódio, pelo homem que apenas externou sua opinião. E daí?
    Sendo opinião contrária, não pode?
    O petê quer mesmo, é que a imprensa esqueça as maracutaias de Lulla, Dilma, Renan; a inflação; o Pibinho mixuruca; o desemprego, e o atoleiro que esse partidéco está nos enfiando.
    Apenas um factóide, mantido pela mídia a serviço petista, paga com dinheiro público.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*