A força da Cúria | Fábio Campana

A força da Cúria

Chegamos ao fim da Quaresma e as mudanças esperadas no governo não aconteceram. Sinal de que a Cúria continua sólida. Livre, leve e solta. Tudo ali.

Não é sem razão. A Cúria, como é chamada a malta que envolve o poder refocila ao dizer que dispõe de extensões na Assembleia, no Tribunal de Contas, no Judiciário, nas delegacias e forma um aparato mais forte que o próprio governante através da troca de favores e favorecimentos, como descobriu o papa Bento XVI, tarde demais.

A popularidade de Beto Richa é incontestável. Basta segui-lo nos eventos extra-muros do Palácio. O que ele perde com o comportamento da Cúria é em prestigio e credibilidade nas camadas da população onde sempre foi visto como a grande esperança de virar a página da história política do Estado para uma época de modernização da gestão pública e dos costumes.

Beto Richa ainda tem tempo e todas as condições para modificar o quadro. Ele não depende dos membros da Cúria. Ao contrário. Afinal, os principais da Cúria só dispõem de uma coisa: a força do próprio Richa e das funções estratégicas do cargo que ocupam, entre elas a de abrir e fechar as portas. Destituídos desse poder, nada representam e nada podem fazer, nem mesmo agir em bastidores para destruir adversários.


13 comentários

  1. Emerson
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 18:24 hs

    Boa, Fábio. Perfeito resumo. Espero que ainde dê tempo.

  2. salete cesconeto de arrua
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 19:13 hs

    Nas entrelinhas parece briga de macaco grande!

  3. Jairo Antonio Broch
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 19:15 hs

    Espero que dê tempo, e que o Governador tenha coragem, caso contrário, irá acontecer o mesmo que se viu nas eleições municipais, onde prefeitos que não “conseguiram” desfazer esta tal cúria e amargaram derrotas em seus minicípios…..

  4. PAULO ROBERTO GOMES FRANCO.-
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 19:58 hs

    …Lamento Emerson…não há tempo….Curitiba não é mais Beto..
    …Todos sabem da vida intra-muros….curitibano não perdoa……
    ….Gosto do Beto,mas já dançou….terá que buscar no interior
    …..500.000 votos que perde hoje em curitiba se tiver 50% de ..
    ….aprovação…..é muito difícil….

    ….pr.-

  5. Lopes
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 20:24 hs

    Certíssimo. Os da Cúria serão o Hauly, o Tanigushi, o Silvestre, e outros menos graduados?

  6. CLOVIS PENA - Mensagem cifrada
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 20:24 hs

    Se não é, para o grande público poderia ser chamada de “mensagem cifrada”. Porém, os destinatários entendem perfeitamente o diagnóstico publicado pelo Fábio. Mas, o mais importante usuário do teor é o próprio governador, com sua caneta, se assim desejar.

  7. Frei Chico
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 22:10 hs

    Que os nomes sejam dados aos bois. A cúria é formada pelo chefe de gabinete Deonilson Roldo; pelo secretário de Comunicação Marcelo Catani; pelo secretário de Planejamento Cassio Taniguchi e por iminências pardas se cargos ou funções definifas: o primo Luiz Abi e o aspone/carregador de malas que comprou um Porsche dia desses e que não me recordo do nome agora…se alguém lembrar por favor poste aqui.

  8. Tô de olho
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 22:18 hs

    Os do time do Opus Deo fazem acertos para se auto blindarem na mídia, enquanto isto acontece o governador fica exposto. Dizem que a grana do cala boca corre frouxo via a Associação das Emissoras de Radiodifusão do Paraná (Aerp). Tem até blogueiro inimigo levando jabaculê. Enquanto o couro come em cima do lombo do governador não sai uma linha contra estes diletos f ….

    Acorda Beto!

  9. Roberto Cambé
    quarta-feira, 27 de março de 2013 – 23:39 hs

    O principal da Cúria, o fraquíssimo e de discurso cansativo e ultrapassado sobre tributos, que só tem esta linguagem e mais nada, que fala coisas do tempo do onça, o HAULY. Beto, pelo amor do Paraná e do nosso povo, exonera com esta figura triste, monótona e enfadonha do seu governo, este tal de HAULY. Ô cara inoperante, me perdoe dizer.

  10. Carlos Ernandes
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 0:50 hs

    Nada de novo. Lá nave vá para um homem sem autocrítica. Beto descobrirá seu enrosco moral quando apeado e a turma malcheirosa chamada Cúria sair com as burras cheias. Na verdade, querem mais. Na politica do nosso Paranã, vão e voltam, se ajustam com maior voracidade.
    Tentam expressar e fazer a vontade do rei, ou seja, “dar” as condições para uma disputada reeleição e a permanência do príncipe.
    Lembremos que o TC continua uma forte ” linha auxiliar”.
    Beto continua refém mas se imagina no controle.

  11. Talles Curitiba
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 11:39 hs

    REALMENTE FALOU TUDO O COLEGA DE CAMBÉ, TERRA DO HAULY!
    ESTE SECRETÁRIO É MUITO FRACO, DISCURSA COM DOMÍNIO SOBRE TRIBUTOS FEDERAIS E SÓ, E NINGUÉM SABE SE FALA A VERDADE, POIS FALA EM PARÁBOLAS. OS EMPRESÁRIOS DO PR NÃO AGUENTAM MAIS, NOS QUEREMOS FALAR DO PARANÁ, DAS POLÍTICAS ESTRATÉGICAS, DO QUE FOR “ROBUSTO”, DE INVESTIMENTOS. O HAULY TALVEZ SEJA UM BOM SECRETÁRIO MUNICIPAL LÁ EM CAMBÉ E OLHA QUE VAI TER QUE TRABALHAR MUITO E PARAR DE FALAR TANTA BESTEIRA ARCAICA. BETO RICHA MEU AMIGO EM QUEM VOTEI A VIDA INTEIRA E ADMIRO, ESTE CARA VAI AFUNDAR SEU GOVERNO. PRECISAMOS DE CARISMA, JUVENTUDE E DINAMISMO NESTA PASTA. MUDE PARADIGMAS E BUSQUE O NOVO, PENSE DÁ TEMPO!!

  12. Lucas Meder
    quinta-feira, 28 de março de 2013 – 14:22 hs

    E uma pena que nos jogamos toda as nossas Esperanças,no governo do Beto e o que estamos vendo e a politica rasteira daqueles que o cercam,abra o olho Governador,pois realmente pode ser tarde,a turma do entorno da praça Nossa Senhora do Salete, já esta sentindo a Falta do Requião.

  13. Governador Ney Braga
    sábado, 30 de março de 2013 – 10:02 hs

    Esse governo já acabou,agora só estão como cachorros magros,querendo encher a pança!Viva o C$$T e irmãos na mesma fé,pois o tempo está acabando.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*