Servidores apresentam exigências a Fruet | Fábio Campana

Servidores apresentam exigências a Fruet

O prefeito Gustavo Fruet começa a perceber que os desconfortos proporcionados pelo cargo são ilimitados. Agora terá que enfrentar as exigências dos servidores municipais de Curitiba, que antes de iniciar o diálogo, realizam na terça-feira, às 16h00, um ato público em frente à Prefeitura. assim, em clima de guerra, vão entregar formalmente as pautas de reivindicação geral e específicas, aprovadas em assembleias pelos servidores.


36 comentários

  1. Feminista
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 14:30 hs

    Servidores esperam que o prefeito cumpra o Termo de compromisso assinado durante a campanha, alguns amigos estão fazendo as contas já

  2. belhudo
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 15:24 hs

    rebola boneco, quero te ver rebolando até dançar…

  3. Marcos
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 15:29 hs

    Que este prefeito avalie o quanto os servidores estão oprimidos, explorados e ganhando o pior salário da história. Precisamos urgente de melhores salários e um cargos de carreira verdadeiro e eficaz para evitar injustiças.

  4. Tonho Pé de Mesa
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 15:35 hs

    Engano seu, Campana…..não é em clima de Guerra !!!
    Inclusive, se vc não sabe, na 2ª – 18/02, nós, Ag. Administrativos, nos reuniremos no Salão Nobre da Prefeitura, ás 17:00 hs, e não em clima de Guerra !

  5. Trabalhador
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 15:48 hs

    Manda trabalhar, lembre para eles que nós é que pagamos os seus salários. Se não precisasse de tanta gente pra fazer tão pouco, dava pra pagar melhor…Eles trabalharam contra o Ducci na campanha porque ele queria privatizar…Melhor continuar e privatizar o que dá…

  6. Zangado
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 16:50 hs

    Tudo isso incúrias das gestões passadas, vale dizer, gestões Ducci e Beto Richa.

    Preferiram jogar as pendências debaixo do tapete, não resolvendo quando deveriam resolver os problemas administrativos.

    Não preferiram investir nas seus próprios “projetos” personalíssimos visando habilitarem-se às maratonas eleitorais para manutenção e ocupação de cargos e mandatos p´rublicos.

    Deram com os burros n’água.

    Mas deixaram as consequências.

    Que não são do atual prefeito Fruet – são da sociedade curitibana que pagará a conta !

    Pensem nisso, gente boa, nas próximas eleições!!!

  7. joao luiz de souza
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 16:55 hs

    FUNCIONARIOS PUBLICOS PENSAM QUE O DINHEIRO DA ARRECADAÇAO TEM QUE SER DISTRIBUÍDO ENTRE OS FUNCIONARIOS, ONDE FICA OS OUTROS MORADORES, COMO FICA A CIDADE.

    O LIMITE DE 54% é O MAXIMO PARA FUNCIONARIOS, NAO É OBRIGADO E NAO ESTA ESCRITO QUE TODOS OS MUNICIPIOS DEVEM CHEGAR NO LIMITE.

    SE CHEGAR NAO SOBRA NADA PARA A CIDADE

  8. miguel jose amaral
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 16:59 hs

    quem trbalha na prefeitura e acha que nao está bom, vaza, saí, procura outra moleza,

    turma de folgados qeu trbalham 30 horas por semana e qurem cada vez mais,

    quantos trabalhadores nao gostariam de ser funcionarios publicos.

    essa tal da estabilidade dá nisso, faz greve nao tem dias descontados, o povo paga a conta ,, etá país..

  9. COBRINHA
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 18:02 hs

    Chama a irmã. aquela que manda mesmo…..

  10. De olho nas notícias!
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 18:32 hs

    Companheiras do Sismuc cobrando a fatura!

  11. ITA-MAR
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 18:37 hs

    Meia duzia de gatos pingados, hehehehe.

  12. joao conrad
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 19:01 hs

    FUNCIONARIOS PUBLICOS QUEREM TODA A ARRECADAÇAO DE UMA CIDADE PARA ELES, O LIMITE DE 54%, TETO, ISSO NAO QUER DIZER QUE TEM QUE CHEGAR NOS 54%

    E A CIDADE COMO FICA, OS CUIDADOS DE UMA CIDADE COMO FICA, OS INVESTIMENTOS COMO FICA, O TRABALHO QUE DEVE SER FEITO NA SAUDE E EDUCAÇAO COMO FICA??

    A CIDADE INTEIRA DEPENDE DO MUNICIPIO, NAO É PARA SÓ PAGAR SALÁRIOS. QUEM NAO QUER SER FUNCIONARIO PUBLICO, QUEM ACHA QUE NAO ESTÁ BOM, ARRUME OUTRO LOCAL PARA TRABALHAR.

  13. SOCORRO
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 19:32 hs

    O DURO E DEIXAR A IRMÃ MANDAR
    COITADA…RANCOROSA

  14. Valeria Maranhao
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 19:59 hs

    Alguem achou que ia ser diferente???

  15. Kacetada
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 20:03 hs

    Ué, por que não o entregaram ao Dutti?

  16. domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 20:04 hs

    Queria o que?? moleza??

  17. Marcos Paulo
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 20:41 hs

    Lembrando que o Fruet, quanto candidato, assinou uma espécie die Carta Compromisso com as pautas dos servidores. Emi tal documento, existe reenvidicações como o aumento e valorização dos pisos salariais da Prefeitura, incorporação das remunerações variáveis, fim das terceirizações, redução da jornada de trabalho, gestão democrática e fim das práticas antissindicais. Vejamos se a velha politica de promessas eleitorais veem à tona.

  18. Law
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 22:27 hs

    Será que os servidores, tal como os eleitores que demonstraram vontade de mudança nas urnas, também consideram inaceitáveis nomeações de pessoas vinculadas a grupo que comandou nossa cidade por tanto tempo e que foi vetado em 2012 nas urnas? Para essas nomeações não falta recurso? E a ausência de inicio da execução das propostas feitas na campanha?

  19. Wilson Fisk
    domingo, 17 de fevereiro de 2013 – 23:09 hs

    E agora ” Galeão Cumbica “.

  20. leila regina
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 8:25 hs

    O que muito me chateia é a visão de que funcionário público não trabalha!
    Trabalhamos e trabalhamos muito! Nós de carreira é que fazemos acontecer e somos pessimamente remunerados! Quem não faz e ganha bem são os comissionados!
    Salários milionários para pessoas que só querem sugar o máximo possível em quatro anos!
    Que pena, não precisava dessa turma toda de comparsas políticos!
    Nosso salário poderia ser um pouco melhor, ainda assim o Município poderia economizar!!!!!

  21. ELEIÇÃO 2012
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 8:48 hs

    Esse TRABALHADOR é um babaca e não sabe o que fala!
    TRABALHADOR???
    Só se for no pseudônimo!

  22. ELEIÇÃO 2012
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 8:57 hs

    miguel jose amaral
    Tu és um burro!!!
    1º A carga horário do funcionário da PMC, vc sabe o que é PMC, não???
    Bom deixa pr lá, p/ quem já falou besteira não precisa esxplicar muito se não a cabeça explode.
    A carga horária é de 40 horas e folgado é vc que não tem competência p/ passar em um concurso público e fica falando asneiras.
    Vai dormir p/ criar pulgas seu otário.
    Sou funcinário público c/ muito orgulho, e faço o que posso p/ desempenhar minhas funções p/ bem atender otários como vc.

  23. Drica
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 9:07 hs

    Os candidatos não precisam cumprir as promessas de campanha ?

    Oba , vou me candidatar !

    Prometo que , se eleita ,farei : … , … , … , … , <<<<, <<<< , <<<,

    etc , etc …

  24. Agente administrativo
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 9:48 hs

    O novo prefeito tem que rever os salários básicos dos funcionários, muitos não chega nem a 2 salários mínimos, esta muito defasado, ao longo desses anos a perda salarial foi muito grande, não acompanhamos as mudanças , o valor do PPQ é muito baixo e desigual para cada secretaria, beneficios como o vale alimentação é para pouquissimos tem que ser estendido a todos os funcionários da pmc com o cartão alimentação/refeição, o cartão qualidade o desconto é 100 % a PMC pode bancar um percentual e estudar outros beneficios

  25. Raposona
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 9:54 hs

    Não tem nada a ver com as reconduções dos fg-s 5 e 6 que são do Beto e Ducci! Por falar nisso, Prefeito Gustavo, até quando vai esta bárbarie, estamos de olho. Como fica o seu discurso de poose é contraditório..

  26. Servidor Municipal
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 9:58 hs

    Esses imbecis que ficam criticando o funcionalismo são um bando de ignorantes que falam sem conhecimento de causa. O servidor de curitiba está em situação salarial difícil por contas das últimas administrações. Os cargos de confiança nomeados, esses sim, ostentam salários de R$ 5.000,00 a R$ 11.000,00, mas aquele funcionário de carreira que realmente põe a mão na massa, está em situação lamentável, principalmente os agentes administrativos.
    Abra o olho, Fruet, você viu que seu antecessor não teve o apoio dos funcionários e não se reelegeu…..
    .

  27. curitiba sempre
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 10:12 hs

    Marcos , assino embaixo seu comentário…pior salário dos últimos 20 ANOS….plano de carreira restrito que privilegia muito poucos , sem falar no aproveitamento em cargos diretivos, que mais uma vez não estão sendo dirigidos àqueles que conhecem e lutam pelo serviço municipal.

  28. Jeferson Magnum
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 12:31 hs

    Agora vamos ver se esse prefeito, realmente vai honrar com TODOS os compromissos prometidos na campanha,

  29. Rocio
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 14:47 hs

    O Ducci deu um aumento de 10% aos funcionários ano passado, ele tentou melhorar os salários, mas não podia dar um aumento maior. Acho muito dificul o Fruet conseguir dar um aumento maior. O que deveria ser feito é uma reestruturação de valores dos salário, principalmente dos Agentes Administrativos que realmente é muito baixo, o inicial é em torno de R$ 830,00. As funções Gratificadas são vergonhosas se comparadas com os Cargos Comissionados. O Funcionário Público concursado realmente ganha muito pouco e trabalha muito, ao contrário do que os acima falam. Venha trabalhar com vontade ganhando uma média de R$900,00.

  30. Servidora de Curitiba
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 15:01 hs

    Curioso é ver as pessoas dizendo que não se deve gastar com o funcionalismo público e sim com a cidade. Se esquecem que quem faz a máquina rodar são os funcionários, que ganham muito menos do que quem os comanda. Dá uma olhada no site da prefeitura pra ver quanto é o salário do funcionário de carreira. Não tem ninguém prestado atenção no diário oficial do município a quantidade de nomeações de cargos em comissão? MUITA gente de fora chegando, ganhando horrores, enquanto os funcionários concursados continuam com seus salários congelados há quase 20 anos (os administrativos que o digam salário inicial de R$ 839,91)! É muito fácil um HIPÓCRITA, que deve jurar que vive de brisa, dizer que quem não está satisfeito que vá procurar moleza em outro lugar. Então é assim que caminha a humanidade: quem não aceita o mísero, dá a vez a quem se submete, e assim vamos sempre abrindo mão dos nossos direitos e permitindo a total desvalorização do servidor municipal que mal ganha pra se manter com dignidade. Se o prefeito enquanto candidato assinou um termo se comprometendo, tem mais é que receber os servidores e a pauta de revindicações e ter coragem de sentar na mesa de negociações, o que há muito não se vê em Curitiba. Aqui, ninguém trabalha com intuito de ficar rico, porque se fosse assim, não haveriam nem candidatos para o concurso. Aliás, alguém explica porque temos tanta rotatividade na prefeitura? Por que em dois anos de vigência do último concurso para agentes administrativos foram chamados em torno de 2 mil aprovados? E quantos desses ainda estão no quadro? E nas demais carreiras? Então não há o que rever? O prefeito não precisa ouvir os servidores?

  31. LENZA TOLEDO
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 15:47 hs

    O Fruet deve estar arrependido, por ter procurado cabelo em ovo, mas agora é tarde.

  32. Miriane
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 17:00 hs

    Vamos lá então… Construam-se mil escolas, mil unidades de saúde, cerquem a cidade de infra estrutura, e não contratem mãe de obra pra ver se a coisa funciona! Hipócritas! Nada funciona sem o servidor! Escola sem professor não é escola! Hospital e unidade de saúde não são nada sem o médico, o enfermeiro, o auxiliar! Querem os remédios? Precisam de um farmacêutico também! Querem segurança sem guardas municipais? Querem ligar no 156 e ter suas solicitações atendidas por quem? Cada processo licitatório passam pelas mãos de muitos servidores até que o serviço possa ser contratado e chegue ao cidadão! Podem não admitir, mas o SERVIDOR PÚBLICO está em cada serviço que procurar na sua cidade de quase 2 milhões de habitantes! E ganha muito pouco pra isso diga-se de passagem! Que a cidade precisa de investimentos, eu concordo. Mas precisa valorizar a mão de obra que tem em mãos! Somos CONCURSADOS, e temos DIREITO a vaga que tomamos posse, com salário digno, com condições de trabalho! E não temos que abrir mão disso pelo descontentamento, como alguns desavisados disseram em seus comentários! Porque se for assim, já que está descontente com as coisas que aqui ocorrem, inclusive com a ideia de que o servidor público precisa de um salário para viver (em muitos casos, sobreviver), mude-se de cidade, de país, ou quem sabe de planeta, não é mesmo?

  33. Boca maldita
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 18:50 hs

    Só não tô vendo uma coisa: o PT. Não tá ajudando em nada? Recebeu voto e agora fica na moita? A vice – prefeita é inclusive secretária de trabalho e emprego e fica quieta?

  34. Jeferson Magnum
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 20:34 hs

    Sem contar os parentes (irmãs) da primeira dama, uma já está pendurada na FAS, a outra provavelmente já deve ter um cargo tbem, OLHO NELES.

  35. Trabalhador
    segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013 – 20:38 hs

    Olá “Eleição 2012”, não sou babaca, e não sou trabalhador só de pseudônimo e sim de verdade, muito mais do que você imagina… Graças a DEUS não sou ignorante e não preciso xingar e baixar o nível. Conheço muito bem a administração pública, muito mais do que você imagina. Sei que tem gente que trabalha, mas tem muita que só finge, principalmente os que têm cargo em comissão, são os que mais atrapalham e os mais improdutivos. O problema do setor público realmente são os que “fingem” que trabalham, “fingem” que se preocupam, “fingem” que se dedicam e na verdade a única coisa que realmente fazem é “ver pelo em ovo”. Nós na iniciativa privada trabalhamos muito e não recebemos salários dignos devido a alta carga tributária; o governo drena os recursos das empresas em que trabalhamos para sustentar a pesada máquina estatal, ineficiente, coloca-se 10, onde se precisa de 1. Vai encarar um supermercado, ganhar pouco, trabalhar muito, ficar sem descanso no domingo, sábado e feriados…Vai trabalhar na construção civil, onde a grande maioria praticamente trabalha em baixo do chicote…Desculpe, sei que os funcionários públicos trabalham, mas o povo, o contribuinte, trabalha muito mais e sem metade dos benefícios e mordomias que vocês têm.

  36. alessandra
    terça-feira, 19 de fevereiro de 2013 – 21:56 hs

    NÃO a credito que a dona Marcia colocou a irmã na FAS …..

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*