Sarney chora e chama Renan de 'poderoso' em consensos | Fábio Campana

Sarney chora e chama Renan de ‘poderoso’ em consensos

De Ricardo Brito e Débora Álvares, Estadão:

BRASÍLIA – Emocionado, José Sarney (PMDB-AP) despediu-se da Presidência do Senado com um longo discurso em que fez um balanço dos seus 58 anos de história legislativa, citou projetos aprovados ao longo do último ano e os desafios que a Casa deve enfrentar em 2013. Em dois momentos, o senador chorou e foi bastante aplaudido ao final de sua fala nesta sexta-feira.

Momentos antes de abrir a votação para a escolha do novo presidente, Sarney cumprimentou o senador Renan Calheiros (PMDB-AL), falando dele já como eleito e não como candidato. “Sua eleição a presidente da Casa mostra a confiança de seus pares, e nos dá a garantia de um mandato em que o Senado Federal seguirá seu caminho de transparência e equilíbrio democrático. Meus votos de êxito em suas tarefas.”

José Sarney defendeu Renan, sem mencionar as acusações contra ele, dizendo que seu colega peemedebista é “uma das mais expressivas lideranças de nosso partido”. “Eleito senador em 1994, 2002 e 2010, tem sido um legislador criterioso, com importantes iniciativas, como a do Estatuto do Desarmamento, um articulador hábil e um poderoso formador de consensos.”

Exaltando o próprio perfil, que classificou como conciliador, Sarney ressaltou sempre ter trabalhado em conjunto com a mesa diretora da Casa e com as lideranças. “Como democrata, sempre a todos ouvi, procurei compreender a posição dos adversários, respeitar as opiniões divergentes, soube que todos temos uma contribuição a dar, busquei incansavelmente o diálogo e a conciliação, harmonizar os conflitos. Assim, a democracia é para mim um modo de vida.”

Sarney, que presidiu o Senado por quatro vezes, frisou ainda que o “Parlamento sofre hoje, em todo o mundo, críticas da mídia e incompreensão da sociedade”. Ele atribui o fato à velocidade com que as informações circulam nos dias atuais. “Parece que as leis podem ser feitas sem o complexo processo de examinar suas repercussões e alternativas, ouvir os especialistas e a sociedade, formar consensos e maiorias. Contrastam com o tempo do Legislativo os tempos do Executivo e os do Judiciário, que podem decidir por um ato solitário.”

Ele engrandeceu o fato de o Senado estar informatizado e lembrou a implantação de 80% da reforma administrativa, falando também dos desafios da Casa ao longo deste ano. “Estão aí sem solução visível a reforma tributária, os royalties, o Fundo de Participação dos Estados e o Fundo de Participação dos Municípios, para citar exemplos de que ainda não se tem a consciência política de que estes problemas não são regionais, mas nacionais.”


17 comentários

  1. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 17:24 hs

    Nós é que deveríamos chorar. Chorar copiosamente o dinheiro que pagamos com nosso trabalho ser dilapidado e desperdiçado com estruturas inúteis, improdutivas e caríssimas. O senado é uma excrescência extemporânea.

  2. ELEITOR CURITIBANO
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 18:35 hs

    O Ex-Senador Antonio Carlos Magalhães,lhe aguarda com uma grande festa,boa viagem…..

  3. OCIMAR
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 18:45 hs

    E OS BANDIDOS SE ABRAÇAM,DEVERIAM É SE ABRAÇAR COM O CAPETA,CAMBADA DE VAGABUNDOS.

  4. justino bonifacio martins
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 19:10 hs

    Sarney: Grande Tartufo!

  5. Vinicius
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 19:19 hs

    Chorou porque perdeu a mamata de sugar o dinheiro do povo, saiu um entrou outro, trocaram 6 por meia duzia, O jeito é torcer pra que em 2014, haja uma Limpa geral no Congresso.

  6. Carlos
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 19:42 hs

    É, pelo visto, nada muda no senado!
    Tudo como dantes . . .

  7. HENRY
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 20:05 hs

    QUE DEUS TENHA MISERICÓRDIA DE TODOS NÓS…

  8. Kacetada
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 20:06 hs

    Que foto linda….

  9. sergio silvestre
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 20:10 hs

    Disso ai eu tenho vergonha,a esculhambação do senado.Entre os oitenta escapa ai uns dois,

  10. AO PÉ DO OUVIDO
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 20:59 hs

    CAPO DE TUTTI CAPO SAI E ENTRA O CAPO QUE PRETENDE SER DE TUTTI CAPO.
    SERÁ QUE O REQUIÃO VOTOU NO GATÃO???

  11. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 22:05 hs

    Ué, SSilvestre, tudo tudo sob a compascência da sua presidentE e do seu líder, O Chefe!

  12. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 22:06 hs

    Complascência e bençãos e atendendo a interesses deles.

  13. Max
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 22:14 hs

    $$$$$$$$$$$$$$$ sei sei , muito poderoso, dilma espalhou dinheiro para comprar os votos e os senadores ordinários aceitaram em sua maioria

  14. Silva Jr
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 22:51 hs

    o requião eu não sei, mas sei que o PSDB fez acordo para elegê-lo.

  15. Flávius
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 0:04 hs

    Renan acusado de 3 crimes no Supremo que deverá acatar a denúncia; já renunciou em 2007 por falcatruas; agora novamente eleito pela canalha geral no Congresso como “Presidente Chefe-Mór” da quadrilha. Bem, o povo quiz assim, afinal quem o elegeu e elegeu os que o elegeram? Como pode esse canalha, que não difere em nada dos “pares” que o elegeram, discursar e citar a palavra “ética”? Nessa hora, melhor ser surdo!

  16. sergio silvestre
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 18:14 hs

    A noticia em Brasilia é que o Hic ,hic AÉCIO votou no Renan.

  17. Marcos
    segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 – 9:37 hs

    OBRIGADO REQUIÃO, ERA ESTE O PRESIDENTE DO SENADO QUE O POVO PARANAENSE QUERIA!

    BRINCANAGEM!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*