Richa autoriza compra de quatro shiploaders ao Porto de Paranaguá | Fábio Campana

Richa autoriza compra
de quatro shiploaders ao Porto de Paranaguá

O governador Beto Richa autorizou a licitação para compra de 4 novos shiploaders (carregadores de navios) para o Porto de Paranaguá. Os equipamentos vão ampliar a capacidade de carregamento dos navios em 60%. “Essa será a segunda remodelação do corredor de exportação do Porto de Paranaguá em 40 anos, mas a primeira deste porte com a substituição de grandes carregadores de navios”, disse Richa.

Em 2012, o corredor de exportação do Porto de Paranaguá movimentou 16 milhões de toneladas de produtos, volume 14% superior ao registrado em 2011. Somente em janeiro deste ano, o corredor já exportou 878 mil toneladas de produtos, volume 8% maior do que o registrado em janeiro de 2012.


10 comentários

  1. TRABALHADOR
    quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 – 13:31 hs

    Vê se compra direitinho e sem robalheira…Seria melhor mesmo devolver pra Dilma, pra ela privatizar…Esse porto é um cabidão de emprego, um bando de gente encostada, um atrapalha o outro na hora de fazer nada….Se funcionário público no Brasil é folgado, lá os caras são 50 x mais….

  2. Coelho Ricochete
    quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 – 14:08 hs

    Se não dragarem o canal anualmente, de nada vai adiantar comprar nem uma dúzia de carregadores de navio, já que os mesmos ficam pra fora da baía!

  3. Acyr Neto
    quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 – 14:14 hs

    Não acredito!!!!

    Finalmente olharam para “serra abaixo”…

    Já não era sem tempo…

  4. Pguara
    quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 – 14:36 hs

    Bom…. autoriza licitar 4 shiploaders, quais os interesses em renovar/remodelar o corredor de exportação com uma “licitação” que será de um valor gigantesco, para depois passar para empresas privadas? Cadê o TC, que não questiona isso, já não tem lá um terminal de fertilizantes, um terminal de álcool e um de veículos que serão repassados para empresas privadas operarem, tudo construido com dinheiro público. Logo o Paraná deve ter novamente um porto com caixa zero, na mão de empresas privadas, coitados dos funcionários de carreira que logo estarão sem seus postos de trabalho, com um administrador voltado a interesses de terceiros, que veio de um terminal Privado (que continua operando junto ao Porto de Paranaguá) será que sem interesse? Agora prioriza uma dragagem até Antonina, que muito merece a cidade, só vejamos se não irá beneficiar a tal “Empresa Privada” que lá opera. Pois quando ele lá estava tentou dragar compensando com o não pagamento de tarifas, isso se não o fez? Sabe Deus o que esse cidadão irá fazer, pois não sabemos se o que irá prevalecer são os interesses públicos, os seus ou os de terceiros que o apoiou para lá entrar.

  5. Mad Men
    quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 – 15:43 hs

    Da-lhe Luiz Abi.

  6. Luiz
    quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 – 16:53 hs

    De onde vem a verba para a compra dos shiploaders? Do governo, da iniciativa privada ou da própria APPA?
    Será que o governo do Estado está comprando novos equipamentos para depois entregar para uso privado?
    As novas regras para o setor portuário preveêm a concessão de todos os serviços, tirando o porto da operação, como acontece agora.
    Beto Richa vai entregar o porto?
    E os portuários, como ficam?

    Perguntas que seguem sem respostas…

  7. Strapasson
    quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 – 17:08 hs

    “Robalheira” = roubalheira

    Dilma privatizar = !?!

    Sou funcionária pública e não sou folgada!

  8. Anônimo
    quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 – 18:25 hs

    É hora de agir, não só na propaganda, porque a fila de navios está longa no porto e não adianta culpar o Requião..

  9. Trabalhador
    quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013 – 19:52 hs

    Voltei, Strapasson , desculpe pelos erros de Português, estava trabalhando…Olhe vocês funcionários públicos pensam que não são folgados, mas são…É que vocês já se acostumaram com esse ritmo lento e acham que é normal, que o resto do mundo vive assim…Mas a vida é agitada na iniciativa privada, porque necessitamos pagar pesados impostos para manter a máquina estatal bem alimentada, assim eles atrapalham bem menos nossas atividade…Desculpem funcionários públicos, mas vocês são uma bando de gente alienada, verdadeiros extraterrestres, vivem totalmente fora da realidade do mundo…

  10. fiscal de realeza
    sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013 – 10:18 hs

    CUIDADO QUE ELE MANDA COMPRAR E LOGO DEPOIS É ROUBADO MAIS SEGURANÇA NAS COISAS COMPRADAS PELO GOVERNO DO ESTADO APESAR QUE É UM POUCO MAIOR QUE OS TABLETS

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*