Raúl Castro é reeleito presidente de Cuba e diz ser seu último mandato | Fábio Campana

Raúl Castro é reeleito presidente de Cuba e diz ser seu último mandato

Fidel Castro e Raúl Castro participam da Assembleia Naciona neste domingo (24), em Cuba (Foto: AP foto/Ismael Francisco, Cubadebate).

Do G1, com informações da EFE, Reuters e AFP:

O general Raúl Castro, de 81 anos, foi ratificado neste domingo (24) como presidente de Cuba para um segundo mandato de cinco anos. De acordo com a agência Reuters, Castro anunciou que deixará o poder em 2018.

“Devo esclarecer que, no meu caso, independente da data em que nossa constituição for atualizada, este deve ser meu último mandato”, disse Raúl Castro, em pronunciamento depois da formação do novo parlamento. Segundo a imprensa oficial, isto vai de encontro com sua intenção de limitar os cargos políticos a um máximo de 10 anos.

A Assembleia Nacional (Parlamento unicameral) reelegeu Castro para a Presidência do Conselho de Estado, segundo um comunicado da agência estatal ‘Prensa Latina’. Não houve surpresas em sua reeleição para a presidência do Conselho do Estado, embora tenha brincado com a possibilidade de sua renúncia na sexta-feira (22).

Raúl Castro se tornou presidente interino do país quando seu irmão, Fidel, ícone da Revolução Cubana, ficou doente em 2006. Em 2008, tornou-se presidente formalmente.

Raúl Castro e seu irmão, Fidel, de 86 anos, afastado do poder desde 2006 devido a problemas de saúde, participaram da sessão de formação do novo Parlamento, de 612 membros, disse a Agência de Informação Nacional (AIN). Os dois irmãos foram reeleitos deputados em 3 de fevereiro.

Na sessão, iniciada por volta das 7h locais (12h de Brasília), os parlamentares ovacionaram Fidel, noticiou ‘Prensa Latina’. Miguel Diaz-Canel foi eleito novo vice-presidente do regime cubano. Diaz-Canel, que fará 53 anos em abril, é engenheiro elétrico de formação, ex-ministro da Educação e herdeiro político do presidente.

Reformas no regime cubano
Desde que sucedeu oficialmente a Fidel na presidência, Raúl Castro realizou reformas consistentes no país, sobretudo inserindo elementos de economia de mercado dentro do sistema estatal, sem tocar o poder do Partido Comunista Cubano (PCC).

Também fez reformas sociais, como uma nova lei migratória que libertou em janeiro os cubanos das permissões de viagem e a autorização desde 2008 para comprar telefones celulares e computadores, assim como para se hospedar em hotéis, que até então eram reservados aos turistas estrangeiros.

No entanto, em seu comunicado deste domingo, Castro deixou claro que não pretende que o capitalismo seja implantado na ilha. “Eu não fui eleito presidente para restaurar o capitalismo em Cuba, nem para desistir da revolução. Fui eleito para defender, manter e continuar aperfeiçoando o socialismo, não para destruí-lo”, disse Castro.

Parlamento tem novo líder após 20 anos
Esteban Lazo, um dos homens fortes do Partido Comunista e um dos políticos negros que chegaram mais alto nas estruturas do poder em Cuba, assumiu neste domingo (24), aos 68 anos, a liderança da Assembleia Nacional, após duas décadas sem mudanças na presidência dessa câmara.

Lazo, um dos vice-presidentes do Conselho de Estado, foi eleito pela Assembleia (Parlamento unicameral) como seu novo titular para um mandato de cinco anos que se estenderá até 2018, sucedendo Ricardo Alarcón, que ocupou esse posto desde 1993.


14 comentários

  1. curitibana.
    segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 – 3:40 hs

    DITADORES! ANTIQUADOS!

  2. jose silva
    segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 – 7:39 hs

    Exemplo de democracia !!!

  3. TRABALHADOR
    segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 – 8:30 hs

    Nossa quer novidade!!!! Um “Castro” comandando cuba? Mas é a última vez? Quem vai ser o próximo, o “Castrinho”?

  4. OCIMAR
    segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 – 9:07 hs

    JUNTA O LULADRÃO O MORIBUNDO DA VENEZUELA A BRUXA DA ARGENTINA,O “OVO” “COCALERO” DA BOLÍVIA E OS OUTRO CALHORDAS DA ESQUERDA DESSA AMÉRICA “LATRINA”E FUZILA TUDO,COM CERTEZA O MUNDO AGRADECE.

  5. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 – 9:51 hs

    General? Quem promoveu este bandoleiro a general? Seu mano? General da banda. General de charanga de circo. A única guerra que eles lutaram foi matando seus inimigos no paredón.

  6. Doutor Prolegômeno
    segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 – 10:03 hs

    Fidel agora está muito magro e cadavérico, já com o check-in na mão para o inferno. Perdeu a oportunidade de emprego na Macy’s para trabalhar como Papai Noel, quando tinha barriga. Papai Noel verde oliva.

  7. helena
    segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 – 11:29 hs

    Fábio, assisti ontem a entrevista da cubana, e fiquei PERPLEXA, sobre como o Fidel é a sua política com os trabalhadores de seu país, além da falta de liberdade de expressão há também ESCRAVIDÃO PRATICADA PELO ESTADO:
    As empresas de outros países que se instalam em Cuba, exemplo: hotéis, pagam direto ao governo cubano – FIDEL de mais ou menos 3 mil dólares a cada trabalhador, e sabe quanto o governo repassa aos trabalhadores cubanos??? APENAS 30 dólares, é o fim do mundo, como disse a blogueira cubana é um CAPITALISMO de ESTADO, eu acho pior que um capitalismo selvagem, é escravidão. onde está a OIT??? Os direitos Humanos pregados pelos governo brasileiro. Agora estou entendendo melhor ainda o PORQUÊ a cubana foi mal recebida pelos petistas admiradores de FIDEL. Porque Lula e Dilma não se manifestam sobre isso??? Será que pretendem adotarem a política totlitária e escravista aqui em nosso País???Por isso querem calar a boca da imprenssa…Ah! mas não vão mesmo!!!
    ACORDA BRASIL!!! VOCES TODOS QUEREM VIVER DA ESMOLA QUE É DADA POR ESSE GOVERNO??? BOLSA MISÉRIA PARA TODO MUNDO???

  8. Constanza Del Piero
    segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 – 22:42 hs

    Como diria o cretino lulla, Cuba tem democracia até demais…

  9. Deutsch
    segunda-feira, 25 de fevereiro de 2013 – 23:26 hs

    até eles já entenderam que do jeito que tá não dá mais.

  10. Vigilante do Portão
    terça-feira, 26 de fevereiro de 2013 – 2:54 hs

    KKK

    Como nas eleições anteriores, com Fidel, a cédula tem 2 opções,

    O eleitor deve colocar um “X” na que escolher:

    ( ) SIM, queremos que Raul fique

    ( ) NÃO, não queremos que Raul saia

    P. S. É OBRIGATÓRIO escolher uma das alternativas.

  11. LENZA TOLEDO
    terça-feira, 26 de fevereiro de 2013 – 9:26 hs

    Só pode que o povo cubano desaprendeu a raciocinar. Perigo que tb ronda nosso Brasil. O PT está louquinho para importar esse modelito.

  12. João Armindo
    terça-feira, 26 de fevereiro de 2013 – 11:29 hs

    Morram Opressores da democracia!!!

    agente da cia

  13. PEDREIRA
    terça-feira, 26 de fevereiro de 2013 – 11:31 hs

    Aos 81 anos, creio que cumprir mais 5 anos de mandato(?) é algo bastante duvidoso de acontecer. Dai a renuncia. E os “democratas” estão elogiando a intenção!!!!!

  14. helena
    quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013 – 14:32 hs

    Pois é, Pedreira, de boas intenções o inferno tá cheio!!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*