Operação Nhapecani detém 190 pessoas e apreende 160 quilos de maconha em 24 horas | Fábio Campana

Operação Nhapecani detém 190 pessoas e apreende 160 quilos de maconha em 24 horas

A megaoperação comandada pelo secretário de Segurança Cid Vasques é bem sucedida. É o melhor resultado obtido em operações do gênero em tempos recentes. Veja os números. Durante as 24 horas de ação da segunda edição da Operação Nhapecani, 39.053 mil pessoas foram abordadas e 190 delas detidas ou apreendidas. As equipes policiais vistoriaram 23.884 mil veículos, com a apreensão ou recuperação de 518. Mais de 160 quilos de maconha e 950 pedras de crack foram encontrados. Dezenove armas de fogo e 462 munições de diversos calibres foram apreendidas. A operação foi iniciada às 6 horas da quarta-feira (06/02) e terminou às 8 horas desta quinta-feira (07/02).

A Nhapecani II foi desencadeada com cerca de 6 mil profissionais de segurança pública em todo o Estado, sob a coordenação da Polícia Militar do Paraná, que disponibilizou cerca de 5,2 mil policiais militares. A operação teve, ainda, a participação de mais de 370 policiais civis, 60 policiais federais, 234 rodoviários federais, além de 70 integrantes da Receita Federal. Durante a ação, os policiais realizaram batidas e abordagens, em 508 pontos de bloqueios, fiscalizando todos os tipos de veículos, pessoas e estabelecimentos comerciais. No total foram empregadas 1,5 viaturas incluindo todas as forças.

Os dados da Nhapecani foram divulgados pelo comandante-geral da PM, coronel Roberson Luiz Bondaruk na tarde desta quinta-feira (07/02). “É uma operação que já está na segunda edição, com ótimo resultados, e que traz mais segurança e tranquilidade à população, principalmente porque é feita em conjunto”, avaliou .

O objetivo da megaoperação é reduzir a incidência de crimes violentos contra a pessoa (homicídios, latrocínios e lesões corporais) e contra o patrimônio (furtos e roubos), assim como os casos de roubos e furtos em veículos e estabelecimentos. “A quantidade de armas e drogas que deixou de circular superou as expectativas. Isso mostra que a operação teve o sigilo e a agilidade necessários”, disse Bondaruk. “A parceria é sempre bem-vinda na segurança pública e quem ganha é a população”, destacou.

ABORDAGENS – Entre as 39.053 pessoas abordadas, 145 foram detidas e 45 adolescentes apreendidos por envolvimento com o crime. Os policiais militares ainda se depararam com 68 situações de flagrante e 21 de flagrante de ato infracional. Eles cumpriram 45 mandados. Dos 23.884 carros vistoriados, 506 estavam em situação irregular e foram apreendidos. Outros 12 foram recuperados por estarem com alerta de furto ou roubo.

Além das 26 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNH) apreendidas, 2.369 multas por infração de trânsito foram expedidas pela PM. As equipes também vistoriaram 733 estabelecimentos. Os policiais ainda apreenderam 273 objetos ilícitos ou de contrabando. Das ações, 62 resultaram em assinatura de Termo Circunstanciado. Ao todo, 19 armas de fogo foram apreendidas em todas as regiões nessas 24 horas. Também foram retiradas de circulação 3.450 bolinhas de haxixe.

 

 


3 comentários

  1. Perseu Guido 21
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013 – 8:01 hs

    Vixi… tomara que não continuem com isso… senão vai faltar presídio…

  2. Doutor Prolegômeno
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013 – 10:52 hs

    Com todos os méritos que possa ter, e nao são pucos, estes surtos de atividade policial, fiscal e de outras repressões são respostas sintomáticas aos acontecimentos e às notícias da mídia. Ao invés de serem práticas corriqueiras, viram espetáculos midíaticos, embaraçando e atrasando a vida cotidiana dos cidadãos, causando engarrafamentos e muitas vezes constrangimentos às pessoas de bem. O Estado brasileiro está falido e podre, desde suas raízes.

  3. fano poli
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013 – 23:29 hs

    Parabéns ao Secretário Cid Vasquez e sua equipe de trabalho pelas ações desenvolvidas para retirar das ruas os meliantes e trazer a paz à população!!!! Continue em frente com novas atitudes como esta.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*