Greve dos vigilantes termina no interior, mas continua em Curitiba | Fábio Campana

Greve dos vigilantes termina no interior, mas continua em Curitiba

Da Joice Hasselamnn:

Os vigilantes das cidades do interior do estado encerraram a greve ontem à noite. Eles aceitaram a proposta do Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Paraná (Sindesp-PR), que ofereceu aumento de R$ 1 no vale transporte, que passa a ser R$ 16,50. Além disso, eles também negociaram o pagamento do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que será feito em três parcelas até chegar a diferença exigida pelos trabalhadores de 30%.

Em Curitiba a paralisação continua. Agora pela manhã, cerca de 100 representantes da categoria faziam manifestações na Praça Santos Andrade para tentar uma negociação.


15 comentários

  1. rodrigo
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 12:20 hs

    O vigilante merece respeito.E ter seus direitos pagos,porque exerce uma atividade de risco,quando prende um bandido faz o trabalho de segurança publica.

  2. Abel
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 19:00 hs

    Os sindicatos das cidades do interior não tem vergonha na cara por aceitar um tipo de proposta dessas . Não sei como os vigilantes aceitam isso .

  3. Anônimo
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 22:27 hs

    Bando d mercenario.no minimo deve ter levado um extra d novo.coitados d nos. vigilantes.socorro alguem nos livre desse sindicato.

  4. Toledo
    domingo, 3 de fevereiro de 2013 – 10:13 hs

    Entendo e respeito a ação dos vigilantes, mas prejudicar a população em função dessa greve e causando vandalismo como eu mesmo presenciei apenas os coloca na condição de arruaceiros, e os seus lideres para a condição de aproveitadores políticos.

  5. Anonimo Curitiba
    domingo, 3 de fevereiro de 2013 – 15:15 hs

    Temos de reivindicar sim, mas não destruir propriedade de outras pessoas.
    Há empresas q exploram seus vgts e ainda transferem de posto se os mesmos paralisam. Fazem os funcionarios trabalhar sem uniforme para que os grevistas não façam reivindicação em frente aos seus postos de serviço. 30% sim e já, 20 reais de alimentação e os 10% de aumento sobre o salario, pois arriscamos a vida todos os dias para proteger os bens de outras pessoas!

  6. Anonimo Curitiba
    domingo, 3 de fevereiro de 2013 – 15:19 hs

    As empresas ganham muito dinheiro com contratos em orgãos publicos, grandes empresas e ainda assim não querem pagar um salario decente aqueles que são o verdadeiro motivo de estarem ganhando tanto! Sim a greve pelos nossos direitos

  7. caruncho
    domingo, 3 de fevereiro de 2013 – 20:46 hs

    EM QUALQUER PROFISSÃO QUEM NÃO ESTIVER SATISFEITO COM O SALÁRIO E ACHAR QUE MERECE GANHAR MAIS, É SÓ PEDIR DEMISSÃO E IR TRABALHAR EM OUTRO EMPREGO. NINGUEM TEM O DIREITO DE PREJUDICAR A POPULAÇÃO COM SUAS REIVINDICAÇÕES.

  8. Anônimo
    segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 – 7:27 hs

    Os trinta por cento, são relativos a periculosidade que serão integrados aos salários dos vigilantes por força de lei sancionada pela presidente Dilma em 2012. São mais que merecidos, pois, não se pode negar a periculosidade da profissão. E quanto à reposição da inflação e a ganho real? Como fica? A inflação está tão alta e é tão manipulada pelo governo, que apenas o cumprimento da lei de periculosidade não resolve o problema social de baixo salário na categoria.

  9. segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 – 8:20 hs

    É um absurdo isso… tem que ser lutado pelos direitos sim!!!! Até os porteiros estão ganhando mais que os vgts… e quem é que põem a cara a tapa? Quem tem que trabalhar armado? Quem tem que prender bandido?

  10. Anônimo
    segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 – 10:26 hs

    ele de greve e que precisa do banco sao todos os besta mesmo…..

  11. N CURITIBA
    segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 – 11:27 hs

    EU ACHO UMA VERGONHA ESSES REPRESENTANTES SINDICAIS,QUE FAZEM TANTO ALARME DEPOIS CHEGAM NA HORA ACABAM CEDENDO.SE FOSSE PRA ACORDAR UM VALOR TAO BAIXO NAO PRECISARIA USAR OS VGT PARA FAZER GREVE ELES MESMO RESOLVERIA,DEPOIS DE SUBIR O PREÇO DE TODAS AS COISA TIPO:COMBUSTIVEL,SANEAMENTO,ALIMENTICIOS.ETC..SERÁ QUE É MTO SUBIR R$1,00 O ALIMENTAÇAO?

  12. Italo Rodrigues
    segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 – 11:29 hs

    Sou a favor da greve sim, mas os amigos devem escolher uma outra data para as manifestação, poderia ser apos o 10º dia util do mes que não eria atrapalhar os aposentados.

  13. Calegari
    segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 – 13:03 hs

    A greve é necessária para alcançar nosssos objetivos, infeslimente algumas pessoas destorcem as coisas mas como o patrão não gosta que mexe em seu bolso nós vigilantes também não gostamos que mexa em nosso bolso. Espero que o aumento seja justo!

  14. Adriana
    segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 – 17:57 hs

    Pelo amor de Deus não ta feliz procura outro empego… Quantos trabalhadores precisam do banco, e vão perder por isso, os outros pagam por infelicidade dos vigilantes, criem vergonha na cara.

  15. lauciano pires
    terça-feira, 5 de fevereiro de 2013 – 20:43 hs

    tenho que exaltar a bravura dos companheiros que estao manifestando por uma causa ,,,,,,,,,,,,pena que a grande maioria parece estar contente com o trabalho ardua …estresante e com pouco ganho.gostaria de dizer a sociedade o seguinte este trantorno poderia ser evitado se os donos das empresas respeitasem seus profissionais que estao la trabalhando em seus postos para manter estas empresas de segurança privada ….com estes atos covardes de pagar os nossos direitos so denigrem a imagem dos profissionais para obterem mais lucros ,,,,,amigos o que seria justo se todos compartilhasem de ideais e lutassem pelo bem de todos…….vigilante lauciano pires que esta juntamente com seus companheiros na luta por um ideal,

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*