Fábrica fecha as portas e demite mais de 300 em Curitiba | Fábio Campana

Fábrica fecha as portas e demite mais de 300 em Curitiba

Da Joice Hasselmann:

Fecharam as portas. A fábrica de alimentos Todeschini Alimentos, paranaense, que produzia massas, biscoitos e bolachas está com as atividades paralisadas desde o dia 22 de dezembro – quando teve início o período de férias coletivas. Na segunda-feira, os 336 funcionários foram chamados para receber o comunicado de que a fábrica seria fechada e que todos estavam dispensados.

O salário dos funcionários deve ser pago até amanhã e a rescisão deve ser paga em parcela única, na sede do sindicato.


11 comentários

  1. TRABALHADOR
    quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013 – 11:46 hs

    Que pena uma das mais tradicionais indústrias do estado fechou…E deram tanto incentivo pra essa gente que vem de fora e pro pessoal daqui nada…Fruto da política desastrosa dos nossos governantes, que venha o “MACARRÃO CHINÊS”. Você operário da indústria, se prepare, com a política atua de aumento de impostos do governo, seu destino é virar camelô, ou trabalhar a preço de banana em uma indústria de capital chinês ou indiano…O píor é que os caras nem cristão são, então dê adeus ao descando do domingo…

  2. Anônimo
    quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013 – 14:31 hs

    É uma pena, lembro com saudade a epoca em que trabalha de balconista na confeitaria Bom Strudel e seu Todeschini vez e outra passava lá p comprar algo, e deixava p nós as balconistas varios pacotes de bolacha. Não sei se ele ainda esta vivo pois já fazem uns 10 anos isso, mas deixo aqui o meu registro homen respeitador com o trabalhador e humilde sinto pelo feichamento da fabrica.

  3. Gisele Berlim
    quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013 – 14:41 hs

    É uma pena, lembro com saudades a epoca em que trabalhava de balconista na confeitaria Bom Strudell no Batel e seu Todesquini sempre passava lá p comprar um alguns doces e deixava p nós as balconistas varios pacotes de bolacha, sempre muito simpatico e respeitador, sinto pelo fechamento da fabrica.

  4. Gilmar
    quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013 – 15:42 hs

    Kd o governador pra dar incentivos pra salvar uma empresa da casa???

  5. Mário Almeida
    quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013 – 17:00 hs

    Teria a carga tributária alguma coisa a ver com isso?

  6. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 7 de fevereiro de 2013 – 17:46 hs

    Vai-se outra pomba do pombal. Coelho Neto

    Sniff…..Snifff……

  7. Romão Miranda Vidal
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013 – 6:55 hs

    Infelizmente mais uma empresa se vai para sempre. É triste.Muitas delas foram destaques no cenário paranaense e naciional: Fábrica de pianos Essenfelder; Supermercados Demeterco; Farmácias Minerva, Banco Comercial do Paraná, Tip-Top, Hermes Macedo, Prosdócimo, Princesa dos Campos (incorporada) Bamerindus, Banco do Estado do Paraná, Banco Araucária, BADEP e por ai vamos.
    Qual será o motivo? Sucessão familiar?Má gestão?

  8. sergio silvestre
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013 – 9:21 hs

    Tem muitas empresas circo,ganham terrenos e redução de impostos
    por dez anos.Quando vence os beneficios,levanta a lona e parte para outra cidade.
    Acontece muito com a venenosa coca cola,que não fica mais de dez anos .Sua fabrica era em Londrina,mudo se para maringá,diz que agora está em cascavel.Vai se a fabrica ,fica a extrutura de depositos e terrenos de graça.

  9. QUESTIONADOR
    sexta-feira, 8 de fevereiro de 2013 – 9:24 hs

    -Mais uma empresa genuinamente paranaense sendo fechada. Realmente uma pena, principalmente para os empregado, que ficarão, inesperadamente, sem seus direitos trabalhistas preservados.
    -Essenfelder, Prodócimo, Bamerindus, Mate Leão(e outras que não me lembra mais)…e mais atualmente, Todeschini…indústrias que ajudaram a desenvolver o estado e se tornaram sinônimos para o estado do Paraná, estão fechando as portas….o capitalismo não permite erros!!! Os proprietários, talvez´, já não tenham interesse em manter empresas negativadas por erros administrativos que resultam em perdas financeiras…ou outro tema qualquer…

  10. REGIANE ROCHA
    quarta-feira, 17 de abril de 2013 – 14:31 hs

    infelizmente é assim mesmo, a empresa é obrigada a pagar impostos abusivos e chega uma hora que os encargos e juros sao maiores do que as despesas da propria empresa..se o negocio nao mudar vai ter muita gente sendo demitida e muitas empresas fechando as portas. que pena!

  11. paulo vidotti batista
    sábado, 1 de setembro de 2018 – 15:30 hs

    Trabalhei a muito anos nessa grande empresa foi a melhor que trabalhei, os diretores sempre pensavam em nosso beneficio, pessoal humildes pelo dinheiro que tinham, simpaticos e sempre atenciosos, empresa que o dono jogava futebol junto com operários eu sinto sinto sinto muito mesmo que fechou

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*