Diretor do DER promete contratar estudo para construção da ponte de Guaratuba | Fábio Campana

Diretor do DER promete contratar estudo para construção da ponte de Guaratuba

O deputado Ney Leprevost presidiu na manhã desta quinta-feira a primeira reunião do Grupo de Apoio ao Litoral do Paraná (GALP).

Na oportunidade, Nelson Leal, diretor do DER, se comprometeu em nome do governo do Estado a contratar imediatamente um estudo de viabilidade técnica, econômica e ambiental sobre a construção da ponte na baía de Guaratuba e convidou o GALP a acompanhar todas as ações da Secretaria de Infraestrutura e Logística na região.

“Agradeço ao secretário José Richa Filho por ter enviado seus técnicos para este debate e por aceitar realizar um estudo sério sobre a construção desta ponte que está, inclusive, prevista na Constituição Estadual”, afirmou Leprevost.

Ferry boat é barril de pólvora

A segurança nos ferry boats e balsas que fazem a travessia para Guaratuba também foi tema da reunião.

O promotor da Comarca de Guaratuba, Diogo Castor de Mattos, informou que por decisão da juíza Giovana de Sá Recchia, a concessionária do serviços tem que fazer reparos imediatos nas pontes de acesso a embarcação, sob pena de multa de 5 mil reais por dia.

Os técnicos do IAP no litoral, informaram que vistoria feita recentemente constatou que a oficina da empresa F. Andreis “é um verdadeiro barril de pólvora” e de que está ocorrendo poluição da Baía de Guaratuba ocasionada pelas balsas.

A denúncia do IAP, fez com que o Ministério Público abra mais uma investigação e com que o deputado Leprevost solicite uma vistoria urgente do Corpo de Bombeiros nas balsas e ferry boats para garantir a segurança dos passageiros e também na oficina da F. Andreis para que a vida dos funcionários da empresa não seja colocada em risco.

O diretor de operações do DER, Gilberto Loyola, pediu durante a reunião que as pessoas que forem ao litoral durante o carnaval, evitem o horário das 14 ás 20 horas para pegar os ferry boats.

Leprevost sugeriu a ele, que o governo quebre o monopólio da F. Andreis. Onde não há concorrência, a ineficiência se estabelece”, afirmou o parlamentar.


19 comentários

  1. laisa lopes
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 21:45 hs

    kakaka…… essa ponte vai ser inaugurada juntamente com as delegacias legais, transferencias de presos das delegacias, predios do IML e Instituto de Criminalisticas, entrega de viaturas com tecnologia embarcada etcccccc

  2. Divonsir
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 0:16 hs

    Parabéns ao jovem deputado Ney Leprevost pela excelente iniciativa.

  3. Vigilante do Portão
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 0:28 hs

    Ainda não contrataram?

    Governo LERDO!

  4. Parreiras Rodrigues
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 8:24 hs

    Prioridade é a Hidrovia do Ivai – Porto Camargo, no município de Icaraíma a Dr. Camargo, pertinho de Maringá. Algumas centenas de carretas fora da estrada, além da vitalização das margens do “rio das frutas”(Ivai em tupi-guarani) e uma pequena usina hidroelétrica em Mirador. Tá que é obra pro governo federal. O dr. Cornelsen, ali do Instituto de Engenharia do Paraná sabe tudim da Hidrovia do Ivai.

    Pro Estado, reivindicação das mais antigas é a ponte Porto São José, no município de São Pedro do Paraná, na travessia do Paranazão, ligando a Bataiporã, no Mato Grosso do Sul.

  5. alexandre de julio
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 14:45 hs

    Fabio, essa noticia ja havia sido divulgada ha 2 semanas atras pelo governador na inauguraca da escola de aeronautica em guaratuba. Esse deputado vem com noticia requentada e o merito nem foi dele…

  6. Cabeza de vaca
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 15:55 hs

    Sugiro que o projeto seja uma ponte estaiada, pois local é uma região turistica do Paraná, com essa ponte provavelmente haverá um estimulo para o desenvolvimento da economia paranaense.

  7. Ficha Limpa Pr
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 16:33 hs

    Parabenizo o jovem deputado Ney Leprevost pela excelente reunião do GALP (Grupo de Apoio ao Litoral do Paraná).
    Conseguiu arrancar do DER compromissos importantes para o nosso litoral.
    Agora temos que acompanhar e fiscalizar o poder executivo.

  8. Engenheiro Claudio
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 16:42 hs

    Só de conseguir arrancar este compromisso do DER, o Leprevost já está de parabéns.
    O governo estava irredutível em relação a ponte. Parece que não sabiam que existem recursos do governo federal para este tipo de obra…

  9. Veridiana
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 16:44 hs

    Tenho que tirar o chapéu para o deputado Ney Leprevost.
    Ele é eleito por Curitiba, mas se preocupa com todo o Paraná.
    A formação deste grupo para sugerir e cobrar ações do governo, é excelente.

  10. antonio carlos indignado
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 17:53 hs

    , tem obras muito mais importantes para fazer do que esta ponte ligando nada a coisa nenhuma. O que hoje parece um horror, passada a Banda de Guaratuba e tudo volta ao normal. Por que o DER só se preocupa com obras secundárias, inúteis? Viu no que dá nomear irmão para cargo importante? Agora fica feio mandar o irmão para a rua porque é burro, isto para dizer pouco. Acorda Beto, porque o tempo não pára. ACarlos

  11. ALEX FATEL
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 18:25 hs

    Mais uma vez promessas, como tenho citado, acho que os políticos vão fazer uma ponte ” Ponte projetos de papel ” de tantos projetos que ouvimos falar, é um absurdo que uma necessidade que dura anos seja tratada dessa forma, doi na alma ver o sofrimento dos guaratubanos, paranaense, turistas sofrendo embaixo de um sol, duas ou até mais horas pra se fazer uma travessia de +- 800 metros. So espero que os paranaenses lembre disso em 2014 e de o troco nas urnas.

  12. ALEX FATEL
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 18:26 hs

    Ponte de Guaratuba JA

  13. Engenheiro Arruda
    sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 20:12 hs

    Lute pela ponte Ney , mesmo que demore ela tem que sair. É fundamental para o nosso litoral . O Brasil precisa de homens públicos ousados como você . Enquanto aqui ficam ” se encebando” pra fazer uma ponte, a China ,que de comunista não tem nada , já está com malha ferroviária no país inteiro e trens velozes de grande conforto.

  14. sábado, 2 de fevereiro de 2013 – 22:15 hs

    Por falar em Guaratuba aquela rodovia q liga o Posto PRV de Coroados até o entrocamento da BR-376 (Garuva) já foi duplicado? Ou melhorado? Pergunto pois ano de 2001 trabalhei na famigerada op praia e era promessa q no ano seguinte seria feito tal melhorias certo?

  15. Libanio
    domingo, 3 de fevereiro de 2013 – 22:50 hs

    Sinceramente, acho difícil sair esta ponte, pois nosso governador já provou que como administrador não tem a mesma agilidade e ousadia que apresenta como político.
    De qualquer forma, não posso deixar de reconhecer os méritos dos deputados Leprevost e Maron por estarem colocando na pauta os assuntos do litoral.

  16. Libanio
    domingo, 3 de fevereiro de 2013 – 22:51 hs

    Só espero que quando março chegar, eles não parem.

  17. Valter do Portão
    domingo, 3 de fevereiro de 2013 – 22:54 hs

    A ponte é viável e necessária. O problema é que tem gente mamando nas tetas da empresa de ferry boats.
    O Leprevost faz bem em denunciar esta máfia da F. Andreis.

  18. QUESTIONADOR
    segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013 – 8:58 hs

    -Mas este tema nunca sai de moda….
    -Até dezembro/2012 e janeiro/2013, o Richa Filho mencionou que contrataria estudo técnico para elaborar um rodovia alternativa, esta notícia foi posta aqui no Campana….é só pesquisarem…e agora me surpreende a opção de ponte. Não que esteja reclamando, muito pelo contrário. A construção da ponte e da estrada, seriam importantes, pois o grande fluxo de carros de passeio e de caminhões(para o Porto de Paranaguá) em época de verão é grande…todas as alternativas são viáveis…
    -O Governo parece que anda perdido nesta questão, parece-me que há muitos motivos excusos por trás desta questão…que tende a ser um novelo de lã!

  19. sexta-feira, 24 de maio de 2013 – 17:37 hs

    E tudo não passou de mentiras, já estamos no mês de maio, tanto tempo se passou e nada mais se ouviu falar, essa é a cara da política do estado do Paraná, um bando de mentirosos e aproveitadores do sofrimento alheio. Aonde foi parar a tal GALP, é triste, quem perde é todo o litoral do estado que todo o ano ve seus veranistas a trocar o litoral paranaense pelo litoral catarinense, as empresas que deixam de expandir seus negócios por falta de infraestrutura, o estudante que precisa se deslocar de um lado pro outro, as vezes eu me pergunto, será que os políticos paranaense não se envergonha em ver pontes muito mais complicado, em lugares muito mais complexos sendo construída, enquanto aqui gera a incopetencia de construir uma simples ponte de 800 metros, até quando vai tudo isso ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*