Cheida não nomeia o IAP | Fábio Campana

Cheida não nomeia o IAP

Pois, pois, Luiz Eduardo Cheida cedeu e aceitou a Secretaria do Meio Ambiente pura e simples. Um dos entraves para o acerto de Cheida no governo era o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), vinculado à Secretaria. O peemedebista queria carta-branca para mudar diretores do IAP, mas Beto Richa bateu pé. “Não poderia exigir a indicação da presidência do IAP, mas quero ter autonomia para executar políticas da secretaria”, declarou Cheida, conformado.


4 comentários

  1. Joao Carlos
    quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 – 13:50 hs

    Ja entrou com o pneu furado….É um bobo alegre mesmo esse Cheida…

  2. Carlos Nascimento
    quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 – 14:51 hs

    Que políticas, sr. Cheida? Aparecer bem na foto em Londrina para tentar pela enésima vez ser o prefeito da cidade? Já ficou mal na foto, pois primeiro exigiu carta branca no IAP e aceitou o cargo mesmo sem ter essa autonomia.
    Ficaria bem na foto se dissesse não ao governador e fizesse oposição ao governo, como provavelmente seus eleitores gostariam.

  3. Mariazinha
    quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 – 23:38 hs

    mais um que não vai servir pra nada. Acho até que aceitou porque o salário, pros lados do Palácio, não é de se jogar fora.

  4. RANCIARO
    quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013 – 0:23 hs

    É interessante estas negociatas. Durante a propolada eleição para Governador, muitos foram contra. Agora o Executivo, como não tinha maioria na AL, negocia apoio com seus rivais e lhe concede cargos….em troca de votos na AL.

    Será que é medo de cassação pela AL ou o quê? Os Projetos do Executivo “se” transparentes não vão encontrar restrições dos Deputados. É difícil entender este jogo de “truco” ou “poker”!

    Como são fracos os partidos. Deveriam voltar ao que era “ARENA” e MDB”.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*