Câmara vai acompanhar sindicância do Hospital São Vicente | Fábio Campana

Câmara vai acompanhar sindicância do Hospital São Vicente

O diretor-superintendente do Hospital São Vicente, o médico Marcial Carlos Ribeiro, prestou esclarecimentos à Câmara Municipal de Curitiba sobre o atendimento ao ex-prefeito Saul Raiz, baleado em tentativa de assalto na região central, no último sábado. Ele disse que a comissão interna de sindicância instalada para apurar o caso terá um parecer no prazo de 15 a 30 dias. Foi acertada, durante a Tribuna Livre desta quarta-feira, a participação da Comissão de Saúde, Bem Estar Social e Esporte do Legislativo no grupo, que também reúne uma procuradora do Ministério Público do Paraná.

Segundo o médico, qualquer resposta neste momento sobre a existência de omissão no atendimento a Raiz seria “no mínimo, precipitada”. “Não há hospital em Curitiba com equipes disponíveis de todas as especialidades. O atendimento seria irresponsável”, argumentou, salvo em caso de “risco imediato”.

A comissão interna de sindicância para apurar o caso deve se reunir novamente na próxima segunda-feira, às 11h. O colegiado de Saúde da Câmara de Curitiba será representado pelo vereador Chicarelli, graduado em Odontologia e em Farmácia.


4 comentários

  1. Londrinense
    quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 – 19:16 hs

    Será que a Camara e o Ministério Público vão investigar também os centenas de Joãozinhos da Silva que deixam ser atendidos toda semana e que, grande parte, chega a morrer pela omissão de socorro??? Ou isso só vale para figurão como ex-prefeito, ex-deputado, etc, etc….isso é Brasil….

  2. Trabalhador
    quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 – 21:33 hs

    Olhe seu Marcial Carlos Ribeiro, extrair bala e fazer cirurgia não era obrigação do São Vicente, mas um primeiro socorro não custava nada…O problema é que vocês lá são mercenários da medicina e pronto…Ainda bem que ele não morreu…E agora? O senhor negou socorro, o que sugere? Tem que passar uns meses na cadeia, não vai ter jeito…Mas tem curso superior, então prisão especial, a mulher vai poder lhe visitar, trazer bolo de cenoura…Aqui nesse país somos muito sérios, infelizmente quem transgride a lei tem que ser punido. Veja meu caso, fui pra Fazenda Rio Grande e excedi o limite de velocidade, estava trafegando a 49 km/h, representava assim uma ameaça muito grande à integridade dos habitantes daquela localidade, fui multado em R$ 68,10…Então o sr. deve ser preso…

  3. Trabalhador
    quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013 – 21:35 hs

    Olha a Pizza saindo seu Saul…

  4. Jair
    quinta-feira, 21 de fevereiro de 2013 – 7:44 hs

    Interessante, o “Hospital” SV afirma que deu assistencia de 62 segundos ao ex-prefeito, mas depois largou-o na porta a sua propria sorte.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*