Usina de Itaipu vai financiar redução da conta de luz | Fábio Campana

Usina de Itaipu vai financiar redução da conta de luz

Ministro Edison Lobão afirma que créditos da Usina de Itaipu vão financiar o desconto na conta de luz (foto de Renato Araújo).

De Marcela Mattos, Veja:

O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, deu uma pista de onde o governo vai tirar recursos para custear o desconto na conta de luz: créditos que foram emprestados para a construção da Usina de Itaipu. A hidrelétrica binacional fica na divisa com o Paraguai e começou a ser erguida na segunda metade dos anos 1970. Pelas contas do ministério, a receita de 15 bilhões de dólares que o governo tem a receber até 2023 vai ajudar o Tesouro Nacional a cobrir os descontos na conta de luz.

A informação afasta, inicialmente, o temor da síndrome do cobertor curto, ou seja, o governo daria o desconto de um lado, mas precisaria criar impostos para compensar o custo maior no orçamento. Pelas informações de Lobão, o contribuinte não será chamado para cobrir um possível rombo nas contas públicas.

No entanto, o crédito de Itaipu tem prazo estabelecido, o que causou embaraço no ministro, que não soube explicar como o governo vai compensar a falta da receita partir de 2023. “Será um problema interno do Tesouro”, disse Lobão. “Caberá ao Tesouro responder de onde sairá o dinheiro.”

A Agência Nacional de Energia Elétrica confirmou, nesta quinta-feira, que a redução das tarifas de energia custará 8,4 bilhões de reais à União. O aporte servirá para garantir o desconto, anunciado na noite dessa quarta-feira pela presidente Dilma Rousseff. Os consumidores residenciais terão uma redução de 18% e os industriais de até 32%.

Inicialmente, o aporte previsto do governo seria de 3,3 bilhões de reais para compensar a redução das tarifas. Mas os valores tiveram que ser revistos com a recusa de Cemig, Copel e Cesp em aderir à proposta do governo em antecipar a renovação das concessões. Com isso, o custo da União subiu 5,1 bilhões de reais. Em 2015, com o vencimento dos contratos dessas três concessionárias, o governo espera reduzir o depósito de 8,4 bilhões de reais que será feito na Conta de Desenvolvimento Energético (CDE), fundo que financia o governo. Essa conta receberá recursos das multas cobradas pela Aneel, dos pagamentos do Uso do Bem Público (UBP) e transferências de recursos da Reserva Global de Reversão (RGR).


9 comentários

  1. Do Interiorrrrrr...
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 17:26 hs

    Alguém duvidava que o dinheiro sairia do NOSSO bolso? Contudo os créditos ficarão com o PT……

    Esse é o país do futuro…………………………. Futura Venezuela!!!!!!

  2. Luiz
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 17:36 hs

    Então as receitas que iriam para a escola pública, para a saúde, para a segurança, vão para iluminar as manções, os prédios de luxos… O povo ficará feliz com um descontinho na conta da luz e continuará morrendo nas portas dos hospitais; o ensino público continuará ruim como sempre, e outras coisas. É isso ou não entendi…?

  3. Kacetada
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 18:21 hs

    E o sócio Paraguaio está plenamente de acordo?

  4. Reinoldo Hey
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 20:08 hs

    Vou comprar cem quilos de picanha e convidar toda a vila pinto para um banquete.
    Não gastarei um só centavo. Pagarei com o dinheiro que ganharei com os direitos autorais de uma música , um pagode universiOtário,que comporei posteriormente.
    É mais ou menos assim que a presidAnta Dilma fez.
    Eis a verdade, dura e crua como a picanha que será por mim servida.

  5. Alamir Longo
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 20:57 hs

    “Será um problema interno do Tesouro”, disse Lobão. “Caberá ao Tesouro responder de onde sairá o dinheiro.”

    Mas por favor… seu Lobão! Não será um problema interno do Tesouro… será um problema nosso, do contribuinte que paga os mais altos impostos do mundo! Isso chama-se pão e circo, prática muito comum de populista barato! Ora, ficar fazendo teatrinho para desinformados que não sabem que essa palhaçada exibida em rede nacional custará 8,5 bilhões de reais aos cofres públicos, é subestimar a inteligência alheia. Seu Lobão, estamos nas mãos de São Pedro, o país está a beira de um colapso energético por falta de INVESTIMENTO!!! Seu Lobão, não quero ser deselegante com o senhor, prefiro dedicar-lhes essas quadrinhas quase infantis, porque é assim que alguns políticos nos tratam:

    A ESTORINHA DO LOBÃO

    Essa estorinha não cola,
    conta outra, seu Lobão!
    “Nóis só tem” cara de bobo,
    mas “nóis não é” bobo não!

    Nos atochar que blecaute
    é falha humana e trovão,
    é não respeitar São Pedro
    e subestimar o cristão.

    Chega de conversa fiada
    para explicar apagão…
    não é só falta de chuva,
    nas usinas, seu Lobão!

    Vá contar sua estorinha
    Pro incautos de plantão;
    O que falta é planejamento,
    Investimento e gestão!

    Invente outra estorinha,
    essa é velha, seu Lobão!
    “Nóis só tem” cara de tonto,
    mas ”nóis não é” tonto, não!
    Alamir Longo

  6. sergio silvestre
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 23:33 hs

    O bico da camara de ar do LOBÃO tá com defeito.
    O negocio é inflar a cara dele de novo.Já vi cara de pau,mas cara de borracha e o primeiro.

  7. Luiz
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 23:52 hs

    Ah! esqueci de mencionar as casas das praias, as mansões do Lago Paranoá, Buzios…Pagarão menos pela luz, e o povão que continue morrendo por falta de recursos.

  8. Cabeza de vaca
    sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 – 8:08 hs

    Esse governo esta perdido uma hora diz que vai reduzir o preço da energia eletrica para fazer politica para agradar as donas de casa, outra hora diz que tem aumentar o preços dos combustiveis porque a Petrobras esta quebrada.
    Não estou entendendo nada, ou governo toma postura unica, senão vai trazer consequencias desastrosa para a nossa economia!

  9. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 – 9:20 hs

    Gente.

    Só uma perguntinha:

    Esse governo é confiável?

    Me parece que entregamos a direção dum transatlântico para um pirangueiros.

    Nunca se viu tanta incompetência junta.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*