Transparência? Só no banheiro | Fábio Campana

Transparência?
Só no banheiro

De Joice Hasselmann

O Ministério Público do Paraná abriu inquérito civil público para investigar possíveis irregularidades na construção do Conservatório Musical Maestro Paulino Martins Alves, sob a responsabilidade da Prefeitura de Ponta Grossa, nos Campos Gerais. A principal irregularidade está nos banheiros transparentes e portas de saída de emergência sem escadas. O custo da obra é de R$ 3 milhões.


17 comentários

  1. Mauricio
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 10:57 hs

    Até agora não apareceu o nome do autor do projeto. Este sim a meu ver é o maior incompetente.

  2. Doutor Prolegômeno
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 11:08 hs

    Boa maneira de controlar o tempo dos funcionários públicos no banheiro, lendo revistas e jornais, sentados no vaso.

  3. Claudio Godoy
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 11:58 hs

    E o prédio do Ministério Público de Londrina que não tem elevador ou escada para deficientes físicos na dita e repetida ACESSIBILIDADE que eles processam tanto os outros?
    Lá o MPEstadual de Defesa do Cidadão fica no segundo andar onde o coitado dos aleijados da Vila Fuck ou não, ficam sem acessar.
    Eles são bons para desconfiar… mas quando eles fazem é igual ao de Ponta Grossa – UMA M….

    PS – e o prédio do HU de Londrina?

    Coisas que eu não entendo e, acredito, muito mais gente também não. Funcionários do Hospital Universitário dizem que a Universidade Estadual de Londrina construiu um prédio ao lado das salas de fisioterapia do HU com três andares. O problema é que o prédio ficou sem escadas. Aí foi necessário uma nova licitação para a construção de um anexo para instalar as escadas.

    http://blogs.odiario.com/pacocacomcebola/2012/12/28/cade-a-escada/

  4. Bonanza
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 12:04 hs

    Esta é a Obra Pública mais transparente que já vi . rs.

  5. roberto
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 12:21 hs

    Possìveis Irregularidades ???? desculpem, essa dita obra é pura irregularidade , o verdadeiro sarro com o dinheiro pùblico.Espero que o Prefeito, Secretário de Obras, Fiscais do Govêrno Minicipal, Empresa que Construiu esse Sarro, Técnicos da Empresa e os que projetaram respondão por essa graça de projeto sem graça.

  6. Max
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 12:27 hs

    Boa! Valeu o trocadilho

  7. sergio silvestre
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 12:53 hs

    Ora CAMPANA,é simplismente um banheiro de VOEYOUR
    logo tambem vão ter cotas em universidades,estacionamentos,etc

  8. QUESTIONADOR
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 13:06 hs

    -O Sr. Pedro Wosgrau Filho prefeito até o ano passado e o secretário de planejamento da prefeitura de ponta grossa, José Ribamar Kruger, terão muito o que explicar, por exemplo:
    1)A idéia de se conceber um projeto em que estão lado à lado biblioteca(que requer silêncio) e conservatório de música(onde o som é imperioso face aos ensaios);
    2)A autoria do projeto não seria do Forte Neto???
    3)Os custos das obras não foram excessivos???
    4)A quantidade de aditivos pagos!!!
    5)A total arrogância e prepotência dos nomes elencados em administrar como senhores da razão, o dinheiro pública empregado de forma, no mínimo, irresponsável!

  9. Peregrino
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 13:10 hs

    Penso que estão brincando com o dinheiro público! e isso é crime!!! onde estão nossas autoridades de fiscalização e controle??? Será que os gestores seja municipal, estadual ou federal, não acompanham o desenvolvimento dos projetos aprovados? ou será que não estão nem ligando mesmo??!!! Os investimentos públicos devem ser fiscalizados com rigor e redirecionados caso necessário. Fica meu protesto! Esperamos uma resposta de nosso MP.

  10. sergio silvestre
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 13:25 hs

    Rapaz ,precisando de emprego foi dar entrevista para seleção da vaga.O entrevistador olhou o curriculun,e lhe disse,são poucas palavras com perguntas faceis,tá.
    Primeira pergunta;voce está numa estrada em noite escura,ve duas luzes fortes vindo em sua direção.Oque pode ser?
    Um carro sr.
    De que marca é o carro?
    Não dá prá saber sr…
    Mais uma chance,voce está na mesma estrada,ve uma luz somente vindo em sua direção,o que pode ser?
    Uma moto sr.
    De que marca é a moto?
    Não dá para saber sr.
    Está reprovado,boa sorte.
    Sr ,poderia me responder tambem uma pergunta?
    Sim,
    Tem um poste na esquina com uma luz acesa,embaixo do poste tem tres mulheres de espartilho e rodando bolsinhasO que são elas.
    Essa é facil,prostitutas meu caro.
    Voce sabe me dizer quem são estas prostitutas.
    Não,isso eu não sei.
    Éntão,sãoE suas irmãs ,acompanhadas de sua mãe.

  11. Tisa Kastrup
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 15:40 hs

    Confundiram tudo: tornam a privada pública e o público vira privado!

  12. alfredo
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 15:45 hs

    o pessoal não entendeu o espírito da coisa.
    o banheiro transparente no conservatório musical é para que, ao cantar no banheiro, o artista possa ser apreciado pelos passantes, permitindo que o público seja maior.

    da mesma forma a janela para o nada. é para que os concertos possam fluir ao ar livre, belos e faceiros.

    povo ignorante, sô!!!!

  13. Kacetada
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 17:19 hs

    Pior que eu gostaria muito de ver alguem cagando e se limpando nesse banheiro….

  14. quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 22:53 hs

    Esta é uma obra cara….. mais com muita transparência!
    Será?????????????????

  15. Carlos Spillere
    quinta-feira, 10 de janeiro de 2013 – 0:49 hs

    Pois é, irressistivel não comentar: ” Em alguns orgãos públicos , conforme relatado pela imprensa, as “cagadas” não acontecem nos banheiros. E lá não existe transparência.

  16. barbaridade
    quinta-feira, 10 de janeiro de 2013 – 12:22 hs

    Que engenheiro e esse…que arquiteto e esse…Isso e o resultado de tantas faculdades despreparadas formando torto e direito esse tipo de profissional..qualquer estudantel de um curso tecnico e capaz de elaborar um projeto melhor que essa barbaridade…Todos os dias assistimos erros medicos e familias pagando pelos erros de profissionais mal preparados..Isso que da abrir faculdades sem fiscalizacao,ma qualidade de ensino. isso ai, que elaborou esse projeto e um cawalo de teta..

  17. paulo
    quinta-feira, 10 de janeiro de 2013 – 15:03 hs

    agora vamos a um detalhe: vamos tirar o povão, pois esse é notadamente burro, só presta atenção em BBB, Fazenda, Carnaval e outros que tais, mas onde estavam durante toda a construção da obra, os VEREADORES, que são eleitos justamente pra fiscalizar o que faz o Executivo?????

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*