Líbano suspende importação de gado e carne bovina do Paraná após vaca louca atípica | Fábio Campana

Líbano suspende importação de gado e carne bovina do Paraná após vaca louca atípica

De Julia Borba, Folha de S.Paulo:

Por decisão do governo libanês, a importação da carne bovina brasileira produzida no Paraná foi suspensa por tempo indeterminado. As autoridades do país temem os casos de contaminação da carne pelo mal de vaca louca.

A determinação se aplica para a importação de animais vivos e também da carne congelada.

De acordo com informações da Embaixada do Líbano no Brasil, o produto foi considerado “não aconselhável ao consumo”. A suspensão é temporária e poderá ser revertida por meio de novo comunicado.

A embaixada destaca, entretanto, que essa restrição só será desfeita quando forem apresentados novos dados sobre as condições da carne produzida no Paraná e sobre o risco deste consumo.

O Ministério da Agricultura brasileiro informou que ainda não recebeu nenhuma notificação oficial do país. O Ministério do Desenvolvimento Indústria e Comércio Exterior defendeu que a carne brasileira passou por testes e que seu uso não oferece riscos à saúde humana.

Leia mais em Líbano suspende importação de gado e carne bovina do Paraná após vaca louca.


7 comentários

  1. Kacetada
    quarta-feira, 2 de janeiro de 2013 – 18:16 hs

    Esqueçam o Líbano. O seu mercado e nada é a mesma coisa…

  2. Investigador
    quarta-feira, 2 de janeiro de 2013 – 18:41 hs

    Na terra dos apagoes e do estado de indigencia da saude publica das pessoas, nao seria de se esperar que houvesse uma politica governamental de controle de doencas e endemias do maior rebanho bovino do mundo. Mais uma decada na mao do PT a nossa gente estara virando gado que vai para o matadouro.

  3. sergio silvestre
    quarta-feira, 2 de janeiro de 2013 – 18:49 hs

    Aharabat aiala

  4. Pecuarista
    quarta-feira, 2 de janeiro de 2013 – 18:58 hs

    “A OIE mantém o risco para as exportações de carne brasileira como insignificante ou negligenciado, que é o menor nível existente. Esse nível não foi alterado desde maio do ano passado, ou seja, não houve alteração depois do caso Paraná”, disse a secretária Prazeres do PT.
    “NEGLIGENCIADO”
    Foi o maximo que o petismo conseguiu para o maior rebanho do mundo.

  5. Doni
    quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 9:17 hs

    Só lembrando ao “Pecuarista” aí de cima, que quem administra e executa as políticas publicas é o ESTADO… hoje do PSDB. Devia estar mais informado. Em tempo, não sou petista, antes que me acuse.

  6. Lenza Toledo
    quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 11:38 hs

    Quem PlanTou a vaca louca no Paraná?

  7. Constanza Del Piero
    quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 18:17 hs

    Tudo isso pode ser apenas um problema de tradução. Bom seria se alguém que se expresse bem em portugês e árabe, esclarecesse aos libaneses que aquele mulherio muito doido lá de Brasilia, dando coice e cabeçada em tudo e em todos, fazendo um monte de estripulias, nada tem a ver com o mal da Vaca Louca; aquilo lá é outro tipo de vaca; é vaca amarela…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*