Kireeff anuncia novos secretários | Fábio Campana

Kireeff anuncia novos secretários

O prefeito eleito de Londrina, Alexandre Kireeff (PSD), anunciou em coletiva na tarde desta segunda-feira (31), o restante dos nomes dos secretários que farão parte da administração pública a partir de 1º de janeiro. Ainda faltavam os responsáveis da Caixa de Assistência, Aposentadoria e Pensões dos Servidores Municipais de Londrina (Caapsml), Controladoria do Município, Sercomtel e Programa do Voluntariado Paranaense de Londrina (Provopar).

Os trabalhos da empresa de telefonia de Londrina, a Sercomtel, serão comandados por Carlos Alberto Massaru Adati. Adati é graduado em Agronomia pela Universidade Estadual de Londrina (UEL), e já atuou como vice-presidente na Área Corporativa do Citibank Brasil, além de exercer cargos de gerente de produtos de Agronegócios no Banco Auxiliar S.A e Banco Geral do Comércio.


Em entrevista coletiva, Adati descartou a venda da Sercomtel no primeiro momento. “Acredito que é muito prematuro falar sobre isso. Fomos convocados para revisar a Sercomtel. Isso que vamos fazer, no devido tempo vamos chegar às conclusões necessárias”, completou.

Para a Caapsml, o prefeito eleito nomeou Denilson Vieira Novaes, que ocupa a pasta de Gestão Pública na atual administração. Novaes é formado em engenharia elétrica com MBA em Gestão e Planejamento pela Fundação Getúlio Vargas. É também Auditor Fiscal do Município de Londrina desde 1996 e atuou como Secretário da Fazenda entre janeiro de 2009 e fevereiro de 2010.

Novaes revelou, em entrevista coletiva, a existência de uma diferença no valor de R$ 80 milhões no repasse da Prefeitura de Londrina à Caapsml. “Fomos notificados pela Receita e haveria essa diferença. Vamos realizar auditoria, pois a Prefeitura pode ter feito um cálculo errado e efetuado o repasse em menor valor”, ponderou.

Hélcio do Santos continuará à frente da Controladoria do Município. Graduado em Ciências Contábeis, Santos é funcionário público desde 1986 em Londrina e já exerce o cargo desde maio de 2011.

A partir de quarta-feira (2), Alexandre Kireeff promete priorizar a gestão pública, com o objetivo de torná-la mais “eficiente”. “Temos de aprimorar a eficiência administrativa, como controle de gastos, horas extras, controle de pessoal e de secretaria”.

O prefeito eleito também frisou a importância de transparência na nova administração. “Todos os secretários irão formalizar junto ao prefeito um contrato de gestão onde se estabelecerão metas que serão acompanhadas pelo Executivo, para que haja garantia de transparência”.

O nome que comandará a Provopar ainda não foi anunciado.

Confira o currículo completo dos nomeados:

CAAPSML – Denilson Vieira Novaes

Graduado em Engenharia Industrial Elétrica, tem especializações em Consultoria e Estratégica pela FACCAR e em Ciência Política e Desenvolvimento Estratégico pela Escola Superior de Guerra ADESG/UNIFIL, além de MBA em Gestão e Planejamento pela Fundação Getúlio Vargas. É Auditor Fiscal do Município desde 1996. Entre as funções exercidas destacam-se: Secretário Municipal de Planejamento, Secretário Municipal de Fazenda, Secretário Municipal de Gestão Pública (desde agosto de 2012). Foi presidente do Conselho de Administração da Sercomtel, Diretor Geral da Câmara Municipal de Londrina, presidente do Conselho Municipal de Contribuintes e Diretor de Tributos da Secretaria Municipal de Fazenda. Denilson Novaes tem 46 anos, nasceu em São Paulo e reside em Londrina há 18 anos.

CONTROLADORIA GERAL – Hélcio dos Santos

Graduado em Ciência Contábeis pela Faculdade Paranaense (FACCAR) e em Gestão Pública pela UFPR/IFP Universidade Federal do Paraná, tem especialização em Auditoria e Perícia Fiscal pela PUC (Campus Londrina) e MBA em Gestão Pública com Ênfase em Controle Interno pela FAE/Business School e EGP-Escola de Gestão Pública do Tribunal de Conta do Estado do Paraná. É funcionário público municipal de Londrina desde 1996. É Controlador-Geral do Município desde maio de 2011. Entre outras funções exercidas destacam-se: Chefe da Divisão de Dívida Pública do Município, Diretor Revisor de Contas, Diretor de Informações Municipais, Diretor de Auditorias e Assessor Técnico na Controladoria-geral. Hélcio dos Santos tem 41 anos, nasceu em Japurá (PR) e reside em Londrina há 37 anos.

SERCOMTEL – Carlos Alberto Massaru Adati (Beto Adati)

Graduado em Agronomia pela Universidade Estadual de Londrina, tem MBA em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas. Entre as diversas funções exercidas destacam-se: Vice-presidente na Área Corporativa do Citibank Brasil, Vice-presidente Regional para a América Latina para clientes japoneses e asiáticos, Vice Presidente Executivo para a Área Corporativa e Risco e Membro do Board na África do Sul e Países do Leste Africano, Assessoria Financeira para Operações Estruturas para empresas familiares na Região Sul do Brasil, como sócio-fundador e Diretor Gerente da Expofunding Ltda., Gerente de Produtos do Agronegócio no Banco Auxiliar S.A e Gerente de Agronegócios no Banco Geral do Comércio S.A. Beto Adati tem 51 anos, nasceu em Adamantina (SP) e reside em Londrina há 29 anos.


4 comentários

  1. terça-feira, 1 de janeiro de 2013 – 18:43 hs

    SALVE LONDRINA,sou de Maringa,como voces dormiram anos e deixaram a cidade se sucatear??Os Populistas,Belinate e Barbosa,vai ficar,neste chove e nao Molha!???? PARABENS MIL VEZES AO PQOVO DE LONDRINA!!!

  2. sergio silvestre
    quarta-feira, 2 de janeiro de 2013 – 10:35 hs

    O prefeito vai ter que ser um VAN HELSING.O que vai ter de esqueletos,lobisomens e chupadores de sangue,ser contar os franksteins remendados.
    No seu discurso disse que acabaria com a corrupção,esse é o tipo de monstro que nem bala de prata o exterminam.
    Partidos precisam de verbas,e procuram isso na iniciativa privada.É do transporte merenda ,saude e obras publicas que vai sair as verbas em formas de dizimos.São aqueles 10% ou mais que vão para o ralo da corrupção.O politico que diz isso está se enganando ou é novato,que quando ali estiver com a caneta e aquele monte de monstros babando,vai ficar com medo,e tudo se torna como dantes.
    Se conseguir debelar parte dos chupadores de sangue,já é uma virtoria,dos 150 ilhões que seriam roubados do contribuinte em 2013 em Londrina,se cortar pela metade já é uma façanha digna de um VAN HENSING.

  3. valdomiro
    quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 20:27 hs

    sera que estes secretarios sem esperiencia politica vai conseguir adimistrar bem

  4. quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 20:30 hs

    sera que estes secretarios sem esperiencia politica comseguira adiministrar o mmunicipio euqueria ser secretario do comercio

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*