Gleisi defende uso do Fundo Soberano | Fábio Campana

Gleisi defende uso do Fundo Soberano

A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, rebateu críticas de economistas pelo fato de a União ter usado o Fundo Soberano para cumprir a meta fiscal. Gleisi ressaltou que o fundo é um mecanismo de política fiscal anticíclica para ser utilizado em momentos de necessidade.

“O governo fez o correto ao usar o Fundo Soberano. Ele foi criado com esse objetivo. A União economizou nos últimos anos. O fundo serve de poupança para ser utilizado quando for necessário”, disse a ministra palaciana.

A dificuldade do governo de cumprir a meta de superávit do setor público em 2012 levou o governo a utilizar pela primeira vez o FSB. No último dia do ano, foram sacados R$ 12,4 bilhões em investimentos do fundo, o que representou 81% do valor total depositado desde 2008.

Apesar das previsões pessimistas para a economia brasileira, a ministra Gleisi Hoffmann argumentou que há um cenário positivo, motivado principalmente pelo “baixo índice de desemprego e pelo consumo interno”. Mesmo assim, ela reconheceu que o baixo preço das commodities prejudicou o resultado do PIB.

Ela destacou que a Casa Civil vai acompanhar de perto o andamento do modelo de concessões para portos, aeroportos e ferrovias. E destacou a necessidade de melhorar esses serviços, especialmente os portos. “É preciso chacoalhar os portos brasileiros”, observou Gleisi.


13 comentários

  1. Strapasson
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 10:37 hs

    “É preciso chacoalhar os portos brasileiros”, observou Gleisi.

    Ela está pensando num tsunami?

    Que argumento mais técnico, hein?

    Estamos perdidos!!!

  2. josé ricardo
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 11:07 hs

    concordo com a ministra gleisi, no caso do porto de paranaguá, foram anos de descaso, o estado se utilizando dele para fins políticos ignorou qualidade nas administrações, que causou investimentos suspeitos e desnecessários, nos colocando atrás de outros portos que estão bem mais adiantados que o nosso. Não adianta vir investimentos se não forem supervisionados.

  3. Vigilante do Portão
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 11:35 hs

    LB,

    O Fundo Soberano, de fato, é para ser usado em situações de risco.

    Entretanto, a tese não se sustenta, pois o DESEQUILÍBRIO foi causado pelo próprio governo. Não decorre de catástrofes ou de problemas Globais.

    Basta ver o desempenho dos nossos vizinhos,

    A Argentina, por exemplo, apesar de todas as dificuldades, cresceu mais.

    Quando comparamos o desempenho da nossa Economia com outros países em desenvolvimento, fica ainda pior.

    A Índia teve ótimo crescimento e inflação baixa.

    Não adianta a Loira defender.

    ERRAMOS, e erramos feio.

    INCOMPETÊNCIA!

  4. Deutsch
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 12:13 hs

    Realmente é pra ser usado, mas em caso de necessidade extrema e não porque a dilmANTA que não sabe gerenciar porr.. nenhuma(nem lojinha de 1,99) decidiu usar o recurso pra fechar as contas de seu (des)governo.
    E vai piorar, podem esperar!

  5. Ed
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 12:14 hs

    E quando não mais existir fundo algum, eles vão “raspar” o quê? A incompetência econômica a cada dia vai se aflorando. Pobre Brasil! Pobre povo brasileiro, que ainda continua acreditando nessa cambada de “mestres na arte de enganar”!

  6. Max
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 13:06 hs

    Essa senhora quer enganar quem ? Mascararam as dívidas as, as mutretas agora estão desesperados porque se tornou público.
    FALTA DE VERGONHA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  7. Gardel
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 13:25 hs

    O Brasil esta se quebrando com a administração Dilma. A infração começa galopar, na economia mundial, cai de sexto para setimo lugar.
    A onda vermelha começa varrer a nação.

  8. Gilmar Trento
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 14:16 hs

    Se a Gleisi falou ta bom

  9. loop
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 17:43 hs

    … e usarão e usarão e vão usar e …
    … logo emprestarão dinheiro dos cartorários …

  10. neuraldo
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 18:50 hs

    O POVO DO BRASIL CADA DIA COM MAS DIFICULDADE EM TUDO ATÉ PARA COMPRAR LEITE, EO TIME DO LULA O TARDE CUURINTHIANS RECEBENDO 40 MILHÕES DA CAIXA ECONOMICA. DINHEIRO DO POVO. EO POVO QUERENDO VOTAR NA DILMA, QUEM ENTENDE, E AQUI NO PARANA QUERENDO VOTAR NA GLEISE, E ELA EO MARIDINHO GANHANDO FORTUNA DO GOVERNO, EO POVO SEM EMPREGO. E VIVENDO COM 70 REAIS DE BOLSA FAMILIA..ESSE É BRASIL. SERA QUE UM DIA CAIXA FICHA.

  11. ranciaro
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 19:15 hs

    Correto o Fundo é para isso mesmo.

  12. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 8 de janeiro de 2013 – 22:47 hs

    Lula – ao lançar dona Dilma Rousseff, candidata à presidência sem ouvir ninguém, a não ser a voz do seu ego, repete tática manjada, A de não deixar crescer nada no entorno.

    O simples fato de não reunir a companheirada para debater a escolha, mostra que nem petismo existe mais. Foi engolido pelo lulismo. Quem vê por ai, o petê das assembléias, onde toda e cada decisão era discutida e votada?

    Pensou o ex em buscar um nome desconhecido, recém filiado ainda por cima, justamente para usá-lo como massa de manobra.

    Um nome proeminente, poderia se transformar em obstáculo às pretensões carreiristas de O Chefe.

    A presidentE (só escrevo errado quando erro), caso Lula decida se candidatar em 14, simplesmente dirá que já deu a sua contribuição para o bem do povo brasileiro, essas coisas…..

  13. Jo Hansen
    quarta-feira, 9 de janeiro de 2013 – 10:14 hs

    Caro FÁBIO, caso possível comunicar a ministra GLEISI, que para de imitar o astrólogo ministro GUIDO para não ampliar o seu descrédito perante o eleitorado paranaense, tendo em vista que como senadora eleita pelos eleitores paranaense, está devendo muito, pois por inação não conseguiu inserir nenhuma obra de expressão no PAC da DILMA, mesmo estando nós cientes de que nada desse programa será concluído, como por exemplo a TRANSPOSIÇÃO do RIO SÃO FRANCISCO. É incompetencia mesmo daquele grupo. Atenciosamente.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*