Fruet limita pagamentos e determina corte de 15% nas despesas | Fábio Campana

Fruet limita pagamentos e determina corte de 15% nas despesas

Decreto assinado nesta quarta-feira estabeleceu teto de gastos e criou uma comissão que, em 90 dias, vai analisar situação das finanças do Executivo Municipal.

Da Gazeta do Povo:

O prefeito Gustavo Fruet (PDT) determinou nesta quarta-feira (2), em decreto, a redução de 15% nas despesas de custeio de todos os órgãos de administração direta e indireta da Prefeitura. Ele também limitou o volume de pagamentos. O limite de dinheiro a ser utilizado em uma única transação é de R$ 30 mil, sem importar o tipo de recurso. Pagamentos superiores a este teto não estão suspensos, mas precisam ser autorizados pelo secretário ou gestor responsável antes de serem feitos.

A redução de 15% nos gastos deixa de fora despesas com pessoal, investimentos e pagamentos de dívidas. A intenção, segundo informações publicadas no site da prefeitura, é reavaliar os custos com pessoal, investimentos, pagamento de amortizações e restos a pagar.

A determinação é válida por 90 dias, nos quais o recém-criado (pelo mesmo decreto) Comitê de Transparência e Responsabilidade Financeira irá fazer uma análise criteriosa desses gastos. O prazo para que as informações que vão passar pela avaliação sejam enviadas pelos secretários é de 20 dias. Eles deverão relatar o número de funcionários, cargos em comissão, padrão de salários, relação de obras e licitações em andamento, além de dados relacionados ao patrimônio, das respectivas áreas.

A intenção do Executivo Municipal é analisar, por meio da comissão, todos os atos financeiros relativos ao custeio das instituições administradas direta e indiretamente pela prefeitura. Ordens de serviço, contratações e liquidação e pagamento serão revistas para fazer um esboço das finanças do Paço Municipal.

“Temos informações que num curto prazo a pressão para pagamento pode chegar a R$ 300 milhões. Há empresas que não recebem desde o primeiro semestre do ano passado. Queremos dar agilidade a esse processo e por isso os secretários receberam prazo de 20 dias para apresentar as informações”, disse Fruet, ao site da prefeitura.


7 comentários

  1. Krico
    quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 0:26 hs

    Começou imitando o Beto Richa

  2. Roberto
    quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 7:54 hs

    Já vi este filme…

    Vai cortar apenas “material de consumo”…Café, açucar, copos, papel higienico, detergente, papel, giz, munição, etc.

  3. Observador
    quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 9:04 hs

    Falta de originalidade, vai copiar cada ato do Beto, depois subir no palanque com o PT e falar que o Beto não presta.

  4. paula marques
    quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 9:28 hs

    que beleza….. cortando tudo já de cara

  5. Carlos Ernandes
    quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 10:34 hs

    Pelo jeito fará muitos factoides. Bicicleta no povo..

  6. João
    quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 12:31 hs

    Ih!!! Começou igualzinho a todos os outros…

  7. El Madridista
    quinta-feira, 3 de janeiro de 2013 – 12:42 hs

    Mas parece que o Fruet vai começar mal. Manter a inútil secretaria de habitação, ainda mais nas mãos do senhor Bertoldi é o cúmulo da burrice. O Osmar usou isso como um brinquedo no qual ele cololou 40 pessoas, um verdadeiro cabide. Esses 40 eram chamados de 40 ladrões, e muitos jamais deram as caras. Detonou tanto com a Cohab que os funcionários que sairam ou sairão de férias em janeiro, fevereiro e março não receberão os valores a que tem direito.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*