Cúpula do PMDB tenta 'blindar' Renan | Fábio Campana

Cúpula do PMDB tenta ‘blindar’ Renan

Temer afirma que candidato do partido fará ‘belíssima gestão’ no comando do Senado; Sarney também faz elogios a colega.

De O Estado de S.Paulo:

Já escolhido por seu partido para comandar o Senado no próximo biênio, com aval do PT e do Planalto, o senador Renan Calheiros (AL) conta com a blindagem da cúpula peemedebista para minimizar o desgaste de sua imagem. O vice-presidente da República, Michel Temer, afirmou ontem que o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) “pode fazer uma belíssima gestão” na presidência do Senado. Temer disse que não acredita que o retorno do líder do PMDB ao comando do Senado afete a credibilidade da Casa.

Ontem, o Estado revelou que a Construtora Uchôa, de aliados políticos de Renan, faturou nos últimos dois anos R$ 70 milhões em recursos do programa Minha Casa, Minha Vida em Alagoas.

Em 2007, Renan renunciou à presidência do Senado para evitar ser cassado por quebra de decoro parlamentar após ser alvo de uma série de acusações de irregularidades, incluindo a suspeita de utilizar recursos de um lobista de empreiteira para pagar contas pessoais.

“Não creio (que a volta de Renan à presidência afete a credibilidade do Senado). Vai depender muito da gestão que ele queira fazer, se ele fizer uma gestão correta, adequada, ao invés de prejudicá-lo, vai enaltecer. Mas é o futuro que vai dizer”, disse Temer, presidente de honra do PMDB. Segundo ele, Renan é “um nome escolhido pelo Senado, pelo partido, que tem tradição e pode fazer uma belíssima gestão”.

O vice-presidente visitou de manhã o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Em entrevista à Agência Senado, Sarney também defendeu Renan. “Ele já foi presidente da Casa e tem grande capacidade de diálogo e conciliação”, disse Sarney, acrescentando que cabe ao plenário fazer a escolha do novo presidente.

O vice-presidente ressalvou que o líder do PMDB ainda não é candidato, e deverá oficializar sua candidatura “a partir talvez da semana que vem”.

Câmara. Sobre a disputa pela presidência da Câmara- cargo para o qual o deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) é o grande favorito -, Temer disse que “o melhor candidato, que ganhar simpatia da bancada, será eleito”. A deputada Rose de Freitas (PMDB-ES) já anunciou a disposição de disputar com o correligionário, também alvo de várias denúncias sobre uso político de emendas parlamentares.

Apesar das denúncias e suspeitas envolvendo Renan e Henrique Eduardo Alves, a ministra-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, disse ontem que o Palácio do Planalto “não tem preferência” por nenhum dos candidatos que disputam a sucessão no Congresso.

Ideli afirmou que a deliberação da presidência das duas Casas “é autônoma” do Congresso. “A deliberação da presidência e da Mesa é uma deliberação autônoma, soberana do Congresso Nacional e nós estamos apenas acompanhando e respeitaremos como sempre a deliberação soberana dos deputados e senadores. Não há qualquer comentário. A deliberação é soberana do Congresso”, insistiu a ministra, durante café da manhã em que recebeu jornalistas no Planalto.

O governo, segundo ela, não tem preferência por candidatos “porque a preferência nossa é que eles escolham e a gente possa continuar tendo essa relação produtiva, benéfica para o País que tivemos ao longo desses últimos dois anos”.

Apesar da manifestação oficial da ministra, o governo Dilma articula e apoia nos bastidores a indicação de Calheiros e de Henrique Alves para os dois cargos de comando do Congresso.


10 comentários

  1. Strapasson
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 16:49 hs

    E esta Casa tem ainda alguma credibilidade?

    Por favor!!!

    Bandido político não se regenera! Jamais!!!

  2. TIMIDO
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 17:14 hs

    RENAN PRESIDENTE?
    FALA SERIO!!!
    País da VERGONHA e de políticos sem VERGONHA!!!

  3. Helena
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 18:51 hs

    Ah! vai, vai mesmo ser ‘belíssima” para blindar a turma do mensalão que ainda continua por debaixo dos panos mamando nas tetas do governo petista.

  4. Deutsch
    quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 22:02 hs

    Qual é a credibilidade daquele prostíbulo que chamam de Senado?( Me perdoem as putas)
    Agora é só botar grades em volta do prédio que tá tudo resolvido.

  5. quinta-feira, 24 de janeiro de 2013 – 23:02 hs

    Da casa n pois é a casa da maria joana certo ? DA NOJO DESSE CONGRESSO ok? Se fechar n fara falta a esse pais n é mesmo ? Quem levou as algemas de ouro ?

  6. sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 – 0:16 hs

    uai sô…puliticu corruptu é a mesma coisa qui porco ki comi galinha…nunca mais para di cumê.
    a num sê dispois que ta gordo!!!

  7. FUI !!!
    sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 – 6:37 hs

    Deixar um lobo felpudo e ladrão no galinheiro e com o apoio totao
    deo PT e PMDB é no mínimo a prova cabal de que a moral e decen-
    cia na política não vale nada mesmo !!!

  8. ENGRAÇADINHO
    sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 – 7:32 hs

    NO FUNDO, A ESQUERDA, É O TUFÃO NÉ…EHEHEHEHEHEHE

  9. sergio silvestre
    sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 – 8:49 hs

    A cada dia o TEMER fica mais parecido com sentinela de cemitérios.
    Essa cara do LEE VAN CLEEF o torna uma boa opção para filmes do STEPHEN KING.

  10. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 25 de janeiro de 2013 – 9:24 hs

    Um governo declaradamente incompetente.

    Um congresso corrupto e submisso.

    O quadro é negro!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*