Consuma-se a farsa chavista | Fábio Campana

Consuma-se a farsa chavista

O Globo

O chavismo confirmou o que se temia: um golpe de Estado para manter Hugo Chávez no poder, com ele em situação incerta, provavelmente gravíssima, num hospital em Cuba.

O Tribunal Supremo de Justiça (TSJ) venezuelano, aparelhado pelo caudilho, decidiu que a posse para um novo mandato, que deveria ter acontecido ontem, é mesmo “mero formalismo”, e poderá ser feita no futuro.

Embora se saiba que só um milagre permitirá a Chávez voltar a Caracas para a “formalidade”.

Criou-se uma situação esdrúxula. Chávez não governa por estar incapacitado. Nicolás Maduro, vice-presidente e indicado pelo caudilho como seu substituto, hoje não tem mandato: o vice na Venezuela é nomeado pelo presidente, como um ministro; Maduro não foi eleito nem reconduzido ao cargo.

A Constituição determina que, na ausência do presidente eleito, assuma o presidente da Assembleia Nacional (congresso), Diosdado Cabello. Mas isto não acontecerá.

A farsa chavista é prorrogar o mandato de Chávez — embutida nele a continuação de Maduro na vice-presidência —, fazendo letra morta da Constituição. Regimes autoritários que tentam manter uma aparência democrática, como o da Venezuela, mostram nessas horas sua verdadeira face.

A ditadura militar brasileira, que mantinha certos ritos “democráticos”, como o rodízio de generais no poder, também teve vários momentos reveladores, como quando Costa e Silva caiu doente; seu substituto constitucional era o vice-presidente, o civil Pedro Aleixo.

Mas, como ele não era “confiável”, tinha, inclusive, sido contrário à edição ao AI-5, que dava poderes extraordinários ao presidente da República e suspendia várias garantias constitucionais, os militares não permitiram sua posse e criaram uma junta para governar o país. O regime militar mostrava sua face.

É o que fizeram os dirigentes chavistas: um “politburo” composto por Maduro, o presidente do congresso, Diosdado Cabello, próceres do PSUV (o partido chavista) e comandantes militares fiéis ao movimento bolivariano. São eles que vão “governar” no mandato estendido de Chávez, em afronta aberta à lei maior do país.

Não é só o chavismo que mostra sua essência. Ao expressar confiança no desenvolvimento da democracia venezuelana, no dizer de Maduro, e ao felicitar-lhe pela decisão favorável da Justiça desse país, a presidente Dilma Rousseff deixa claro que o Brasil usa dois pesos e duas medidas: o impeachment do presidente Fernando Lugo, do Paraguai, foi considerado um golpe pelo Brasil — e por Mercosul e Unasul — e resultou na suspensão do Paraguai dos dois organismos, por conta da cláusula democrática que consta de seus estatutos.

Já o escancarado golpe em Caracas recebe apoio. O Brasil acaba de se nivelar por baixo no continente. Outra vez.


12 comentários

  1. jaferrer
    sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 – 15:22 hs

    É isso aí, mais uma vez demonstramos que somos um país subdesenvolvido em se tratando de política externa. Desde Lula é fiasco atrás de fiasco. Irã, Líbia, Venezuela, Lugo e outras mediocridades passaram a ser de vital importância para nossos governantes. Coerência não consta nos dicionários dessa turma.

  2. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 – 16:30 hs

    Situação gravíssima tá o grande Dominguinhos, o herdeiro artístico de Lua Gonzaga. Para ele, todas as minhas orações

    Hugo Chaves já não se encontra mais em “situação gravíssima”. Para a sua alma, sei lá se rezo…

    Rezo não, Deus iria pensar que é deboche.

  3. Diego
    sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 – 16:54 hs

    Esse mundo é uma farsa, os interesses particulares estão sempre acima do coletivo. É inerente ao ser humano, desistam..

  4. Helena
    sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 – 18:24 hs

    É, a presidente Dilma também está mostrando a sua face, bom, está mostrando, vírgula, para os que não a conheciam, eu já sabia…Que DEMOCRACIA É ESSA??? SE UTILIZADO DE UM GOLPE PARA PERMANECER NO PODER A ALMA DE UM MORIBUNDO???

  5. justino bonifacio martins
    sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 – 18:53 hs

    Golpe é o que a turma do Carriles serviçais dos EUA e as elites venezuelanas querem fazer; não se conformam com a derrota das urnas e da maioria esmagadora dos chavistas no congresso venezuelano.

  6. sábado, 12 de janeiro de 2013 – 1:06 hs

    “enquanto o lula se finge de morto o chaves se finge de vivo”

  7. OCIMAR
    sábado, 12 de janeiro de 2013 – 8:30 hs

    MILAGRES ACONTECEM PARA QUEM MERECE,ISSO AÍ,É INFERNO NA CERTA, PARA ELE E PARA O SAPO BÊBADO LULADRÃO.

  8. SOLANGE LOPES
    sábado, 12 de janeiro de 2013 – 14:16 hs

    Também com o Marco Aurelio Garcia, que nem dente tem na boca, o que que se esperaria desta quadrilha chamada PT.

  9. sergio silvestre
    sábado, 12 de janeiro de 2013 – 15:41 hs

    Frase inedita do CLAUDEMIR.
    QUAL É O PROBLEMA DOS REAÇAS ACIMA COM O CHAVES.
    VAI ACRESCENTAR O QUE EM SUA RAÇÃO,NADA.

  10. Joel
    domingo, 13 de janeiro de 2013 – 3:05 hs

    Requião precisava beber dessa “água”.

  11. domingo, 13 de janeiro de 2013 – 12:18 hs

    sergio, nossa “ração” é comprada com o nosso dinheiro, já a sua, com cartão corporativo.

  12. A CASA GRANDE E A SENZALA
    domingo, 13 de janeiro de 2013 – 23:00 hs

    Se o STF do Brasil toma uma decisão que agrada a CASA GRANDE a mediocridade bate palma até para NEGRO que chegou lá graças ao PT.
    Se o STF da Venezuela toma uma decisão o PIG que não tem pátria e tem pátria, com seus medianos medíocres berra!
    Faz sentido?
    Sei.
    A constituição feita pelas ‘zelites’ assim como o estatuto das cidades deve ser respeitado. Mas para a galera que BERRA só quando interessa ao PARTIDO DA IMPRENSA GOLPISTA que rouba dos BONS JORNALISTAS o sagrado direito ao trabalho ÉTICO. Se for para proteger o POVÃO vale até VENDER A NAÇÃO.
    Leia PRIVATARIA TUCANA.
    Depois tente entender a posse do Tancredo já falecido e seu vice José Sarney.
    E assim caminha a HUMANIDADE sempre correndo atrás do próprio rabo na tentativa de MANTER seus IRMÃOS ESCRAVOS.
    Escravos que foram LIBERTADOS pelo PT.
    Agora tem médio e rico limpando a própria bunda. Limpa ou paga!
    E bem. NUNCA mais terão IRMÃOS ESCRAVOS fazendo o serviço que tanto odeiam.
    Essa é a verdade.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*