Cerca de 50 vítimas em incêndio de boate serão enterradas hoje | Fábio Campana

Cerca de 50 vítimas em incêndio de boate serão enterradas hoje

Sobreviventes estão procurando hospitais com sintomas de intoxicação. Velório de uma das vítimas do incêndio na boate Kiss Zero Hora / Emerson Souza

De O Globo, com agência RBS:

RIO e SANTA MARIA – Cerca de 50 vítimas do incêndio na boate Kiss, em Santa Maria (RS), devem ser enterradas no cemitério municipal da cidade nesta segunda-feira, segundo informações do jornal “Zero Hora”. Para realizar os funerais, os cemitérios de Santa Maria estão com horários e serviços diferenciados. O Cemitério Ecumênico Municipal abriu para enterros a partir das 7h30m. As funerárias deverão revezar os enterros em intervalos de meia-hora. Durante a tarde de domingo, equipes do cemitério tiveram ajuda do Exército para a abertura de túmulos.

No ginásio, onde está sendo realizado um velório coletivo, haverá um ato ecumênico na manhã desta segunda-feira. Em frente à boate, moradores de Santa Maria prestam homenagem e deixam flores. A perícia no estabelecimento foi reiniciada na manhã desta segunda-feira.

Mais três pessoas teriam morrido durante a madrugada, o que elevaria o número de vítimas fatais para 234, mas a informação não foi confirmada pela Brigada Militar. Na noite de domingo, a Secretaria de Segurança Pública divulgou a lista com o nome de 230 mortos, mas o número de vítimas fatais já chegava a 231, porque um corpo ainda não havia sido identificado.

Ainda de acordo com o jornal, sobreviventes da tragédia de Santa Maria que aparentemente saíram ilesos estão procurando atendimento médico com sintomas de intoxicação, por terem inalado a fumaça. Somente no Hospital Universitário de Santa Maria (HUSM), uma estimativa divulgada no fim da noite deste domingo indica que mais de 20 pessoas deram entrada na instituição nas últimas horas. Ainda no domingo, o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, alertou para o risco de pneumonia química.

Em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira, Padilha informou que 37 pessoas foram transferidas para Porto Alegre.

O desespero dos familiares marcou reconhecimento de corpos das vítimas. À medida que iam sendo identificadas, as vítimas do incêndio eram levadas ao ginásio principal do complexo esportivo da cidade, onde foi organizado um velório coletivo. Dezenas de caixões foram colocados lado a lado, com os parentes se solidarizando com o sofrimento de amigos ou conhecidos. Entre os mortos, há oito militares, um do Rio. O incêndio na boate Kiss já é o segundo com mais vítimas na história do país.

Investigação confirma: sinalizador deu início ao incêndio
O delegado regional de polícia, Marcelo Arigony, confirmou no final da noite de domingo que já foram colhidos 20 depoimentos, entre eles o de um dos quatro proprietários da boate Kiss. De acordo com Arigony, a conclusão que se pôde chegar é a de que três sinalizadores foram acesos durante o show e que um deles causou incêndio. Ele adiantou também que ninguém foi indiciado até o momento.

Leia mais em Cerca de 50 vítimas em incêndio de boate serão enterradas hoje.


Um comentário

  1. segunda-feira, 28 de janeiro de 2013 – 15:13 hs

    É brincadeira, quem tem que ser preso é fiscalzinho corrupto da prefeitura e bombeiro, como saiu o alvará dessa merda de boate.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*