André Vargas desanca a mídia | Fábio Campana

André Vargas desanca
a mídia

André Vargas, candidato a vice-presidente da Câmara na chapa encabeçada por Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), acha que as “ações” dos deputados são, em sua maioria, “positivas”. Para ele, a imagem da Câmara não é boa porque a mídia só veicula o que há de “negativo”.

Secretário de Comunicação do PT federal, Vargas construiu seu raciocínio numa entrevistacompanheira ao site do seu partido. Nessa conversa, avaliou a campanha à sucessão interna da Câmara –“uma eleição em que temos que fortalecer a autonomia e a independência entre os poderes, em relação ao Judiciário, ao Executivo, ao Ministério Público e também à mídia.”

Vargas não deveria se preocupar tanto. No julgamento do mensalão, o STF indicou que a paciência do Judiciário esgotou-se. O Ministério Público está de olho. A mídia ilumina “o negativo”. Porém, os congressistas podem ficar tranquilos. A sociedade ainda não acordou. Melhor: o brasileiro dedica ao Congresso o mesmo tipo de deferência que dedica à família.

O sujeito olha para os vexames dos parlamentares e lembra de um tio picareta, de um primo vigarista. Tocado por um carinho acrítico, conclui que são pessoas boas. Ou, por outra, se não são boas, pelo menos são parentes. A solidariedade familiar cobre todos os crimes, exceto dois: matar ou vender a mãe. Por ora, não há notícia de parlamentar que tenha chegado a tanto.


18 comentários

  1. indignadoo
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 7:32 hs

    Um paranaense envergonhando o Estado!

  2. Silvana P.
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 8:02 hs

    Concordo com o André. É preciso que a imprensa encontre o lado claro do escuro.

  3. jose luiz silva
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 8:31 hs

    ANDRE VARGAS, AGORA FAZ O QUE PT ASEMPRE FEZ,, É CULPA DA MIDIA GOLPISTA., ANTES DE ESTAR NO PODER UTILIZAVA A MIDIA PARA FAZER DENUNCIAS E SE PROMOVER..

    ANDRE CHAVES, MUDA O DISCURSO

  4. Paulo Licursi
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 8:44 hs

    Este projeto de deputado tem que acordar dos seus delírios.Infelizmente a população tem se preocupado em pagar cada vez mais impostos para os PETRALHAS farrearem, do que se preocupar com o congresso.Felizmente para esta corja de políticos, ainda não despertou no brasileiro um sentimento NATIVISTA, nem tão pouco a vontade de cobra-los, de questiona-los com maior intensidade.

  5. OCIMAR
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 8:47 hs

    A TA,QUER DIZER QUE ESSA QUADRILHA PODE ROUBAR A VONTADE E A MÍDIA TEM QUE ACOBERTAR,VAI ARRUMAR UM EMPREGO HONESTO,SE BEM QUE SE TRATANDO DE UM CORRÚPTISTA,ISSO SERIA

  6. juliano ribeiro
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 8:47 hs

    André Vargas, é melhor ter a mídia denunciando do que nao ter a mídia.

    sem a m~idia nao terìamos descoberto omensalão

    seu presidente e seu partido sao especialistas em mensalão

  7. OCIMAR
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 8:48 hs

    A TA,QUER DIZER QUE ESSA QUADRILHA PODE ROUBAR A VONTADE E A MÍDIA TEM QUE ACOBERTAR,VAI ARRUMAR UM EMPREGO HONESTO,SE BEM QUE SE TRATANDO DE UM CORRÚPTISTA,ISSO SERIA IMPOSSIVEL.

  8. quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 8:55 hs

    Saudações à Vossa Senhoria

    Estimado jornalista Fábio Campana, conheci seu irmão e trabalhava em Foz do Iguaçu, como o Chico de Alencar, quando seu pai faleceu. O considero é um “farol” do jornalismo político paranaense. Hoje trabalho com o Taquinho, a quem prezo e devo muito.

    Só para pentelhar: o André é do PT do Paraná.

    Um abraço!!!

  9. Luiz
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 9:04 hs

    Se existe alguma coisa de positivo, além de ser ínfima, não é mais que a obrigação. Porém, as negativas são muitas e desproporcional.

  10. Paulo Licursi
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 9:09 hs

    A MÍDIA ESTÁ FAZENDO A SUA OBRIGAÇÃO :==>DE INFORMAR A POPULAÇÃO. Senão, vejamos :==>”Faep (Federação da Agricultura do Estado do Paraná) repudiou hoje, através de manifesto, “qualquer tentativa de taxação na exportação de qualquer produto da agropecuária, numa tentativa de derrubar a Lei Kandir, que tantos benefícios trouxe ao produtor rural”, notícia veiculada neste site.O que tem de NEGATIVO??? Porque acobertar as tramóias do governo??? Para arrecadar mais impostos e esbanjar mais???Que tal o sr. andré vargas analisar melhor sua conduta e começar a trabalhar mais pela população??

  11. Rocio
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 9:54 hs

    Por isso que o Brasil é uma eterna festa com um pensamento deste.

  12. Valter Antonio Pereira
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 10:01 hs

    Mídia e o congresso tem proporção parecida! Se o congresso tem ” 60% de parlamentares que não tem comportamento digno e ético”, na mídia tambem vamos encontrar veiculos e profissionais com mesmo comportamento. Mas tem uma diferença os parlamentares são escolhido e votados democraticamente, então o povo deve melhorar suas escolhas.
    Se mídia brasileira não fosse concentrada na mão de poucos e em verdadeiros carteis de comunicação, teriamos com certeza uma sociedade com melhor nivel de compreenção. Se mídia destaca-se quais as coisas boas que o congresso realiza e destaca-se quais os parlamentares com boa atuação, ficaria mais facil o povo separar joio do trigo. Mas infelizmente no Brasil não conseguimos ter opinião pública, oque temos é opinião públicada. ai as escolhas pela população fica muito mais dificil. Senão tiver um jeito de mudar distribuição dos veiculos de comunicação de forma mais democratica e diminuir força do cartel da mídia, nunca vamos ser uma sociedade verdadeiramente democratica. Aqui quando fala em novo marco regulatório dos meios de comunicação, Ja vem a grande mídia e dizem, querem acabar com liberdade de imprensa. Liberdade de imprensa tem que existir sempre, agora cartel de comunicação não! O engraçado que até o pequeno jornal que circula la no pequeno municipio também repete o mesmo chavão, “A tal liberdade de imprensa está ameaçada”. O que ameaça nossa democracia são os carteis de comunicação existente aqui.

  13. Anderson Moura
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 10:20 hs

    Bom dia Fabio !! tem algo errado , o deputado andre vargas e do estado do PR …E NAO RS..
    ABRACOS

  14. quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 11:36 hs

    André Vargas, poderia apresentar neste momento o que de bom na Câmara, tem alguma coisa, acho que não.

  15. Helena
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 15:01 hs

    Uai!, aponta um positivo, mesmo quando há algo aparentemente positivo, sempre há motivos super eleitoreiros por de trás. ´com o desvio de 7 bilhões e 300 milhões, dos cofres públicos pelos corruptos, o que nos resta fazer??? MALHAR, MALHAR E MALHAR OS CORRUPTOS, PARA VER SE O POVO ACORDA PARA A REALIDADE

  16. salete cesconeto de arruda
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 15:23 hs

    Mídia André?
    Que MÍDIA?
    Falas do PIG?
    MIDIA É A BLOGOSFERA onde cabe todos. No PIG só cabe os mesmos de sempre que dão espaço para falar da cor da ROUPA DA PRESIDENTA.
    O PSDB não guarda tempo nem para CHORAR a dor dos pais, parentes e amigos de SANTA MARIA e já tenta criar factóide para mostrar que ainda está vivo.
    É a bala de prata no próprio peito?
    Eita PAR TI DO que só atrapalha os do próprio.
    Fuja Beto.
    Franschini já se mandou.
    E começa bem o ano mandanto projeto sobre MEDIDAS DE SEGURANÇA para casas noturnas sinal de que está ligado com a realidade brasileira. Já os preocupados com a COR da ROUPA….. coitados!

  17. Inhoester das vargas hilario
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 15:35 hs

    Esse aí é o maior deputado Brasil, mesmo defendendo caixa 2, mensalão e que politicos presos exerçam o mandato é um orgulho do Pr!!!

  18. Silva Jr
    quarta-feira, 30 de janeiro de 2013 – 17:05 hs

    Sob o ensurdecedor silêncio da grande mídia brasileira

    Leveson deu a saída, no Reino Unido…

    “Depois de Leveson, a União Européia
    Venício A. de Lima, Observatório da Imprensa

    Sob o ensurdecedor silêncio da grande mídia brasileira, foi divulgado em Bruxelas, na terça-feira (22/1), o relatório “Uma mídia livre e pluralista para sustentar a democracia europeia”, comissionado pela vice-presidente da União Europeia, Neelie Kroes, encarregada da Agenda Digital [ver aqui a íntegra do relatório, acesso em 23/1/2013].

    Preparado por um grupo de alto nível (HLG) presidido pela ex-presidente da Letônia, Vaira Vike-Freiberga, e do qual faziam parte Herta Däubler-Gmelin, ex-ministra da Justiça alemã; Luís Miguel Poiares Pessoa Maduro, ex-advogado geral na Corte de Justiça Europeia; e Ben Hammersley, jornalista especializado em tecnologia, o relatório faz trinta recomendações sobre a regulamentação da mídia como resultado de um trabalho de 16 meses que começou em outubro de 2011. As recomendações serão agora debatidas no âmbito da Comissão Europeia.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*