A Petrobras perdeu até o senso | Fábio Campana

A Petrobras perdeu
até o senso

De Carlos Alberto Sardenberg, O Globo:

Sabe qual a melhor coisa que poderia acontecer para a Petrobras? Uma forte queda do preço internacional do petróleo. Isso derrubaria também as cotações da gasolina e do diesel, produtos que estão quebrando a estatal brasileira. Como não há produção interna suficiente desses combustíveis, a companhia tem que importá-los.

Como o governo Dilma segura os preços internos para conter a inflação, a Petrobras se vê na situação esdrúxula de comprar caro e vender barato — que perdura mesmo depois do reajuste anunciado na última terça. Prejuízo na veia.

Logo, se o governo não deixa aumentar mais o preço interno, resta torcer pela queda da cotação internacional.

Pode? Uma companhia petrolífera, dona de reservas elevadas, dependendo de uma queda no preço de seu principal ativo!

Acrescente aí uma forte valorização do real e o quadro “melhoraria” ainda mais para a estatal. Se o dólar voltasse, digamos, para R$ 1,70, a Petrobras economizaria cerca de 15% nas suas compras externas de combustível.

Claro que, nesse caso, também cairia o valor das reservas da Petrobras. De novo, pode? Uma companhia precisando de queda no valor de seu patrimônio.

Por outro lado, que sempre tem, a queda do preço internacional de petróleo colocaria em risco a operação no pré-sal. Ainda não se sabe o custo exato, pois a tecnologia está em desenvolvimento, mas certamente será muito caro retirar o óleo lá do fundão do oceano. Assim, se a cotação global cair muito, o pré-sal torna-se economicamente inviável.

Consequências: a Petrobras não conseguiria financiamento para as novas operações e os estados e municípios perderiam os royalties pelos quais tanto brigaram.

Ou seja, é uma ideia de jerico torcer pela queda dos preços internacionais do óleo e dos combustíveis.


14 comentários

  1. Max
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2013 – 22:36 hs

    É só mais uma prova da INCOMPETÊNCIA do PT no governo

  2. Luiz
    quinta-feira, 31 de janeiro de 2013 – 23:55 hs

    O Brasil importa petróleo?? O Lula (eka) sempre disse que o Brasil era autosuficiente… Eu que sempre “acreditei” nos discursos dele me sinto enganado.

  3. Juca
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 1:46 hs

    O Problema da petrobrás e que virou cabide de emprego, com altíssimos salários, pra corja do PT.

  4. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 7:56 hs

    Leiam a coluna da Miriam Leitão (Gazeta de hoje).

    É um retrato da INCOMPETÊNCIA do PT.

    Estão “QUEBRANDO” a Petrobras.

  5. jose silva
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 8:02 hs

    Infelizmente os seres humanos nao tomam consciencia de que o petroleo esta acabando ….
    A producao ANUAL de petroleo do Gabao é consumida em 4 dias pela FRança !!!

  6. Roberto
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 9:00 hs

    Compra caro e vende barato??? Só se vender barato ao Paraguai e a Argentina…

  7. OCIMAR
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 9:02 hs

    E O QUE É QUE ESSA QUADRILHA DE LADRÕES CORRÚPTISTAS NÃO QUEBRA,O BRASIL SÓ NÃO QUEBROU NO DESGOVERNO DESSA CORJA,POR CONTA DA MOEDA QUE FOI UM PLANO BEM ELABORADO PELO GRANDE FHC E SUA EQUIPE,E AINDA TEM OTÁRIO QUE DA CRÉDITO AO LULADRÃO,O MAIOR VIGARISTA DA HISTÓRIA DO PAÍS.

  8. Anônimo
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 9:39 hs

    Ué mas o lullarápio, não disse que ele tornou o Brasil autosuficiente, mais uma mentira desse cafajeste, enganador do povo humilde, só um povo subdesenvolvido, é capaz de adorar um salafrário desses, muda pt enquanto dá, fora com a ban da podre.

  9. TRABALHADOR
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 9:59 hs

    A incompetência vem do fato da empresa ser pública e ter se transformado (aliás, sempre foi) em cabide de emprego…Nos Estados Unidos não tem uma única empresa de petróleo dona do mercado, as que tem são privadas, a gasolina deles é mais barata que a nossa e nem tem álcool misturado. Isso mostra o quanto estamos no caminho errado, monopólio é coisa do passado e não funciona, mesmo que se esforce um monte para que dê certo….Esse negócio de monopólio e controle excessivo é coisa dos caudilhos aqui da América Latina. Tá na hora de privatizar…

  10. Estevão
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 10:08 hs

    O que acontece é que a exploração em alto mar é muito cara só se tornando viável graças ao atual preço do petróleo no mercado internacional. O que acontece se o preço do barril baixar é que nossas reservas baixam também, pois não compensaria explorar o pré-sal já que o custo ficaria maior que o preço final. O que o governo precisa fazer urgentemente é investir em transportes de massa, como trens elétricos, metrô, trens de carga para que o aumento do combustível não impacte tanto na vida da população e na inflação.

  11. Deutsch
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 10:31 hs

    A dilma tá preparando a privatização da petrobrás. aliás, não, é privatização, é concessão. Vai concedê-la aos amiguinhos de corrupção.

  12. Olho Vivo
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 10:46 hs

    A empresa não tem mais dinheiro para explorar o pré-sal, está completamente falida pela ingerênciao O cabidão de empregos do PT e do PMDB dentro da Petrobras é algo descomunal, muita gente ganahando muito em altos cargos, todos políticos e poucos técnicos.

    A falencia da Petrobras é evidente e pelo andar a carruagem em breve teremos uma quebradeira geral no setor.

  13. Zangado
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 12:15 hs

    O que ainda o petismo/lulismo não conspurcou e degradou nesse país?

  14. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013 – 12:51 hs

    Me parece que todo mundo se esqueceu da campanha de 2010.

    Mês sim, mês seguinte, Lula aparecia nalguma plataforma com as mão sujas de óleo anunciando novo lençol e dê-lhe apologia ao pré-sal.

    De repente, a realidade das importações.

    E a ninguenzada, fanática e vesga, baba.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*