A difícil reengenharia do governo Richa | Fábio Campana

A difícil reengenharia do governo Richa

O governador Beto Richa enfrenta dificuldades para finalizar a reengenharia de seu governo. O mais difícil talvez seja definir, antes de mais nada, seus interlocutores. No mais das vezes, a bancada estadual que precisa ser satisfeita porque tem votos na Assembleia não tem o controle do partido que precisa ser cooptado como aliado para as eleições de 2014. São os casos do PP, do PR, em parte do PSD. E o que é pior. Bancada estadual e direção partidária (normalmente dos federais) vivem às turras.

Nem sempre os prefeitos de um partido, que formam a base para um projeto de eleição estadual, tem poder de decisão na direção partidária. É o caso do PDT. Quase todos os prefeitos, com exceção de Gustavo Fruet, comungam com Beto Richa, contra a vontade e o fígado da cúpula no Estado e na República.

Os partidos que hoje coincidem na bancada e na direção estadual são praticamente o DEM e o PMDB.


5 comentários

  1. MAELI
    quinta-feira, 10 de janeiro de 2013 – 13:04 hs

    Gosto do Paraná, mas está cheio de gente muito educada pro meu gosto. Todo mundo se mistura,,,acaba nada realmente mudando, dando a falsa impressão de primeiro mundo…talvez o mesmo erro cometeu este moço educado.rs

  2. sergio silvestre
    quinta-feira, 10 de janeiro de 2013 – 13:17 hs

    É Campana,coitado do governador.Sua reforma ficou parecendo um zoologico misturado com a gaiola das loucas.
    Poderia descansar mais se não fosse tão politico sua escolha.E a gente sabe que quando a politica toma conta é fracassada as tentativas de melhora.

  3. kiko
    quinta-feira, 10 de janeiro de 2013 – 20:42 hs

    Sugiro ao Beto que reinstale a Terça Insana, porque o governo está ficando com a cara do anterior. Só falta chamar o velho senador pinóquio para contar aquelas piadas de mau gosto sobre os inimigos. ACarlos

  4. Questionador
    sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 – 8:41 hs

    -Esta reforma política no governo do estado para satisfazer políticos de rapina e o segundo escalão que perderam seus cargos na prefeitura de Curitiba, irá inviabilizar uma futura reeleição de Beto Richa ao governo do Paraná, pois está loteando cargos no quadro do governo do estado.
    -É meio caminha andado para perder a reeleição!!!
    -O Governo do Estado está começando a se perder em seu foco, se isto existiu algum dia!!!

  5. sexta-feira, 11 de janeiro de 2013 – 9:55 hs

    Como é o caso do PT né serginho ?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*