2012 termina com inflação de 5,84% | Fábio Campana

2012 termina com inflação de 5,84%

O IBGE divulgou na quinta-feira que o IPCA de 2012 ficou em 5,84%, menor do que o de 2011 (6,5%), mas acima do centro da meta. Pelo terceiro ano seguido, a inflação supera os 4,5%. Está num patamar muito alto para um crescimento baixo, de 1%.

E vale lembrar que em 2012 várias medidas “ajudaram” a inflação, como a redução do IPI de automóveis, linha branca e material de construção; o controle do preço da gasolina e a própria mudança na fórmula de calcular o índice. Sem isso, poderia ter extrapolado o teto da meta, de 6,5%, segundo os economistas.


4 comentários

  1. Gardel
    sábado, 12 de janeiro de 2013 – 11:07 hs

    Em breve essa inflação atinge o nivel da Venezuela do Chave, protegido do PT.

  2. Helena
    sábado, 12 de janeiro de 2013 – 16:59 hs

    Aqui também tem muitas maquiagem, a cada dia, nossa suada aposentadoria do INSS, diminui substancialmente, pois a inflação está sutil e camuflada, a isenção do IPI nos carros é somente para satisfazer aos sindicalistas do setor, para não haver barulho e cair na mídia…

  3. Dieter
    sábado, 12 de janeiro de 2013 – 23:29 hs

    Ah tá, me engana que eu gosto. Vá ao supermercado e dá uma olhada nos preços. Está tudo muuuito mais caro.

  4. CADA MACACO NO SEU GALHO
    domingo, 13 de janeiro de 2013 – 17:27 hs

    Inflação com PLENO EMPREGO e com o país crescendo – ainda que devagar dado o abandono deixado por governos do PSDB – é normal.
    Anormal era a inflação, o juro e o dólar nas alturas do FHC?
    Ou seria do Serra?
    Dizem que FH não governava. Seu apelido era FERNANDO HENRIQUE VIAJANDO. Ás vezes… deixa pra lá. A verdade é que o FERNANDO VAIDOSO se perdeu no caminho e Serra ficou com o PSDB. FHC perdeu o partido como aconteceu com o Álvaro no PR. enquanto faziam filhos fora do casamento e falavam para TV e jornais foram comidos pelo fogo amigo. Não é verdade? Pois é.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*