Sanepar bate recorde | Fábio Campana

Sanepar bate recorde

Pela primeira vez, em 50 anos de história, a empresa implanta cerca de 100 mil ligações de esgoto em um único ano. Com este acréscimo, ultrapassa o índice de 62% dos imóveis do Estado atendidos com coleta e tratamento do esgoto doméstico. Meta para o ano foi superada há um mês e coloca empresa em destaque no cenário nacional.


6 comentários

  1. Carlos
    domingo, 30 de dezembro de 2012 – 13:12 hs

    Que adianta bater record em ligações se não trata,adequadamente os dejetos.Vejamos o que vem ocorrendo em Curitiba e região metropolitana,qundo a própria Polícia Federal teve que intervir.Cobra dos usuários e não presta os serviços,que no ordenamento jurídico nacional,chamamos de estelionato.Não é somente em Curitiba e RM que tal prática vem ocorrendo.A Polícia Federal e o MP estadual ou federal devem dirigir suas atenções para cidades do interior.Recentemente o Dep Nelson Justus enalteceu o governo estadual pelos investimentos na área,porque desconhece o que a SANEPAR vem praticando em IMBITUVA,onde a administração pública vem recebendo seu apoio.Lá a SANEPAR não trata os dejetos e o único rio que fornece água para a cidade está contaminado com fezes e demais dejetos e as estações de tratamento estão ociosas.Cadê investimentos,Dep Justus(Veríssimo)?

  2. Geraldo
    domingo, 30 de dezembro de 2012 – 15:14 hs

    QUE MARAVILHA, e a rua Hellena Betecek, no Butiatuvinha, que passa ônibus de linha e não tem calçamento, continuamos a conviver com fossas sépticas e esgoto à céu aberto!!!

  3. fiscalde realeza
    domingo, 30 de dezembro de 2012 – 15:31 hs

    AINDA BEM QUE O REQUIAO ACREDITOU NO POVO DO PARANÁ E LUTOU PARA TIRAR DAS MAOS DOS FRANCESES O CONTLOLE DESSA ESTATAL QUE O DEM E PSDB TINHAM JA VENDIDOS 35% DAS AÇOES E O CONTROLE DA AGUA DIREITO DE TODOS E QUE ESTAVA VIRANDO UM PROBLEMA COM O SUCATIAMENTO DA ESTATAL EM NOSSO ESTADO GRAÇAS A REQUIAO ISSO FOI POSIVEL

  4. Vigilante do Portão
    domingo, 30 de dezembro de 2012 – 20:03 hs

    Tratamento?

    E aquela denúncia de que a SANEPAR estaria jogando os dejetos, “in natura” no Iguaçu?

    Como é que ficou?

    Era Mentira?

    Então, o Promotor deve ser punido.

    É verdade?

    Então, a diretoria da Sanepar deve ser exemplarmente punida

  5. Lanbari de valeta
    domingo, 30 de dezembro de 2012 – 22:51 hs

    mas na base de muito transtorno aos usuarios,principalmente o Bairro alto, com caso do não fornecimento de água por 48 horas,em um periodo de menos de um mes,com muita desinformação dos funcionários do atendimento e mão de obra tercerizada nos trabalhos de rua,que não aconteça o mesmo desrespeito em 2013.

  6. ANTONIO, SUL PARANA
    domingo, 30 de dezembro de 2012 – 23:56 hs

    A QUESTÃO É REALMENTE MUITO DELICADA. VÁRIAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO NÃO TEM EFICACIA EXIGIDA PELAS NORMAS OMS, E NA TOTALIDADE EXALAM CHEIRO HORRÍVEL, OU SAO CONSTRUIDAS PRÓXIMAS DE AREAS RESIDENCIAS,. NÃO HÁ UM GERENCIAMNETO DE MANUTENÇAO ADEQUADO. NA MAIORIA DAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA, A PROPRIA CONCONCESSIONÁRIA É A QUE MAIS POLUI OS MANANCIAIS QUAANDO LANÇA NOS RIOS O EFLUENTE DAS ESTAÇÕES DE TRATAMENTO DE ÁGUA. É SIMPLES, BASTA INSPECIONAR OS MODULOS DE TRATAMENTO, OBSERVAR ONDE ESTÃO SENDO LANÇADOS OS RESIDUOS : ÁGUA DE LAVAGEM DE FILTROS, DECANTADORES, E ANALISAR QUE TRATAMENTO SOFREM ESTES RESIDUOS. A PROVA ESTÁ FUNDAMENTADA DO PASSIVO AMBIENTAL QUE SE COMETE, E NINGUEM FAZ NADA. ISSO QUANDO AS CIDADES, BAIRROS, REGIÕES FICAM SEM AGUA POR VARIOS DIAS POR FORÇA DA DEMANDA CONSUMIDA SER MAIS QUE A PRODUÇÃO. E NÓS TODOS PAGAMOS TARIFAS COM PREÇOS QUE SEGUEM OS MOLDES DA TABELA PRICE DE JUROS BANCARIOS: TABELAS PROGRESSIVAS. ASSIM É A EMPRESA MODELO QUE O PARANÁ POSSUI, PAGO PELO POVO QUE NÃO TEM DIREITO NEM DE RECLAMAR, MUITO MENOS DE SER OUVIDO… OU EXISTE UMA LINHA 0800 QUE POSSAMOS UTILIZAR PARA FALAR COM A CONCESSIONARIA DO SERVIÇO DE AGUA E ESGOTO NO PARANÁ? FICA A ESPERA DE RESPOSTA E INFORMAÇÃO ONDE ENCONTRAR UM CANA QUE NÃO SEJA O 115 QUE É TARIFADO…. CONTRA QUEM DELE SE UTILIZA…

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*