PT já fez tudo o que podia por condenados, diz Tarso Genro | Fábio Campana

PT já fez tudo o que podia por condenados, diz Tarso Genro

Tarso Genro durante entrevista à Folha em Porto Alegre (Jefferson Bernardes/Folhapress).

De Felipe Bächtold, Folha de S.Paulo:

Governador do Rio Grande do Sul, ministro da Educação e da Justiça no governo Lula, Tarso Genro afirma que o PT precisa esgotar a “agenda de solidariedade” aos condenados no mensalão. “Já falamos o suficiente sobre isso.”

Tarso, 65, foi presidente interino do PT de julho a outubro de 2005, durante a crise do mensalão. Ele assumiu o cargo logo depois que o escândalo derrubou o então presidente da legenda, José Genoino, e passou a defender uma “refundação” do partido. Disse que Lula não se reelegeria e passou a criticar José Dirceu e o ministro Antonio Palocci. Sem apoio para comandar a sigla, foi substituído por Ricardo Berzoini.

Folha – Em artigo na Folha, em setembro, o sr. disse que não havia “pressões insuportáveis” sobre os juízes do mensalão. Recentemente afirmou que a “luta contra a corrupção” teve “impacto brutal” sobre os ministros. O sr. mudou de opinião?

Tarso Genro – As opiniões não são conflitantes. O Supremo tomou posições porque achou correto tomá-las. Mas, na democracia, os efeitos políticos sobre as instituições são sempre importantes. Houve uma pressão política muito forte, e ele acolheu por livre e espontânea vontade. Não precisaria ter acolhido: nenhum ministro seria cassado como no regime militar.

O que houve foi que transitou por dentro da mídia um prejulgamento, que incriminou todos os réus antes. Isso fez com que o Supremo buscasse fundamentar a condenação através de uma teoria que permitisse a condenação sem provas suficientes.

A ampla maioria das condenações foi adequada. Um exemplo: Delúbio [Soares]. Ele era réu confesso, é natural que fosse condenado. Eu me refiro às condenações de dirigentes do PT como Genoino e Dirceu. Independentemente das responsabilidades que tiveram de natureza política, do ponto de vista criminal não ficou provado.

E o atrito entre STF e Congresso sobre os mandatos?

É um atrito normal da conjuntura democrática que estamos vivendo. O Legislativo tem sido bastante omisso ao decidir algumas questões essenciais para o país. E esse espaço em branco determina um avanço na posição vanguardista no Supremo.

E isso ocorre por falha dos congressistas?

Não. No sistema político atual o Parlamento é mais um conjunto de retalhos de interesses regionais, que não têm a questão da Federação como elemento central.

Leia mais em PT já fez tudo o que podia por condenados, diz Tarso.


9 comentários

  1. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 28 de dezembro de 2012 – 12:29 hs

    Não vai mais defender o LULA?

    Não vai dizer que o Zé Dirceu, pelos “RELEVANTES” serviços prestados ao país (Curso de guerrilha em Cuba e SEQUESTRO de Embaixador, são exemplos), NÃO PODE SER PUNIDO PELOS CRIMES DO MENSALLÃO?

  2. Pedro Rocha
    sexta-feira, 28 de dezembro de 2012 – 12:57 hs

    Esse é outro “macho” petista! Ficou provado, quando vazou de Porto Alegre, vestido de prenda, com os milicos na cola dele…

  3. kiko
    sexta-feira, 28 de dezembro de 2012 – 18:30 hs

    Já estou até com peninha do governador gaucho, devem estar arrancando o couro do cara a esta hora. Dizer que o partidão já fez de tudo pelos companheiros de lutas, condenados pela roubalheira do Mensalão, e que não se deve fazer mais nada, é um horror. Cuidado governador, podem querer te tomar o mandato, a mando do presidente do partidão e do seu Zé, o injustiçado. Kiko

  4. Zangado
    sexta-feira, 28 de dezembro de 2012 – 20:05 hs

    Dar espaço para essa personagem – cuja única notabilidade como ministro da justiça foi livrar a barra do terrorista Battisti – é ouvir asneiras em cima de asneiras.

  5. Troll
    sexta-feira, 28 de dezembro de 2012 – 21:25 hs

    Ok!
    Então parem de encher o saco e deixem os bandidos curtirem uma “cadeiazinha” básica!

  6. Jorge Lindoner
    sábado, 29 de dezembro de 2012 – 9:04 hs

    Mais um petista cara de pau. O PT realmente é uma associação de criminosos da democracia.

  7. antonio Carlos CVarvalho
    sábado, 29 de dezembro de 2012 – 13:19 hs

    Mafioso atrai mafioso. Esse cara, o Batistti, o Dirceu são tudo farinha do mesmo saco. A cosa nostra tem que explicar quem matou o Celso Daniel e o Toninho do PT??????????????????????

  8. Vigilante do Portão
    sábado, 29 de dezembro de 2012 – 15:15 hs

    Bem lembrado, Antonio Carlos.

    Para a “thurma”, o STF e o Tribunal Constitucional Italiano não sabem julgar.

    Melhor os julgamentos pequeno COMITÊ” do Partido Comunista Soviético, “aquele” que mandava MATAR velhos, deficientes e pessoas contrárias à Revolução Russa.

    Também serve o Tribunal da Venezuela, no qual o Chaves DEMITIU TODOS e colocou a PELEGADA do partido como Ministros.

  9. PALMENSE
    sábado, 29 de dezembro de 2012 – 16:11 hs

    LADRÃO DEFENDE LADRÃO

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*