Projeto de Requião é trem da alegria, diz SBPC | Fábio Campana

Projeto de Requião é trem da alegria, diz SBPC

Da coluna de Mônica Bergarmo na Folha de S. Paulo

TREM DA ALEGRIA
Foi retirado da pauta da Comissão de Relações Exteriores do Senado projeto de Roberto Requião (PMDB-PR) que propõe a validação automática dos diplomas obtidos no exterior. Instituições como Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Capes e CNPq, se mobilizaram para impedir a votação. A proposta voltará a ser debatida no ano que vem em audiência pública.

TREM DA ALEGRIA 2
Estão no centro da polêmica os cursos de pós-graduação oferecidos nos países latino-americanos. “Muitos fazem propaganda na internet, ofertam diplomas e não são reconhecidos nem nos próprios países”, critica o diretor de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Lívio Amaral.


4 comentários

  1. Carlos Eduardo
    quarta-feira, 26 de dezembro de 2012 – 14:15 hs

    não gosto nada do Requião, mas a PL dele não é um trem da alegria: http://www.senado.gov.br/atividade/materia/getPDF.asp?t=93249&tp=1
    o reconhecimento é de cursos de RECONHECIDA EXCELÊNCIA ACADÊMICA. A turma da CAPES, CNPq e SBPC deve saber que na Argentina, por exemplo, os critérios utilizados para avaliação de programas pelo CONEAU ( orgão equivalente a CAPES do BR) são muito mais rigorosos dos praticados no BR, faziam isso 20 anos antes que o Brasil, o diploma é reconhecido pela União Européia e EUA. Inclusive a própria CAPES oferece bolsas de estudo em universidades latinoamericanas de excelência acadêmica. E na TV corre solta propaganda do “Ciências sem Fronterias” da CAPES.
    Algo, de muito estranho, há.

  2. CLOVIS PENA -
    quarta-feira, 26 de dezembro de 2012 – 18:16 hs

    Pegaria muito bem um empenho do senador e de outras lideranças no sentido de resolver uma nova forma para o pagamento do FIES. O universitário se forma e fica trabalhando para pagar a CAIXA – quando consegue um emprego. É o fim da picada !! Cadê a verba para o ensino superior deste País ?

  3. kiko
    quarta-feira, 26 de dezembro de 2012 – 20:07 hs

    Olha aí o dedinho do melhor secretário de Educação que este Brasil já teve. E, com a validação destas pós-graduações, vem a validação automática de cursos feitos nestas universidades e faculdades de duvidosa qualidade. O Brasil precisa de profissionais, mas profissionais com boa formação, formados em escolas de ilidbada reputação, reconhecidas mundialmente. E não nestas escolecas latino americanas, cursos de medicina feitos em países onde o enfoque é a medicina de posto de sáude, onde a alta complexidade praticamente não existe. A quem o velho pinóquio está a serviço? Kiko

  4. A A CASAGRANDE
    quarta-feira, 26 de dezembro de 2012 – 20:51 hs

    PROVAVELMENTE OS INCOMPETENTES DA FAMILIA DELE DEVEM TER FEITO UMA ESCOLINHA DE TERCEIRA FORA DO BRASIL NÃO DEVEM TER CONSEGUIDO A VALIDAÇÃO E COMO SEMPRE ELE QUER EMPURRAR GOELA ABAIXO PORCARIAS A FAVOR DA FAMILIA CHOPIM

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*