Ouvir Valério? Não, o PT bloqueia. Só aprova ouvir FHC e Gurgel | Fábio Campana

Ouvir Valério? Não, o PT bloqueia. Só aprova ouvir FHC e Gurgel

Comissão mista barrou também convocação de Adams, Gleisi e Rosemary.

De Fernanda Krakovics e Isabel Braga, O Globo:

Em ação articulada, a base aliada conseguiu adiar nesta quarta-feira a votação, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, para convocar o publicitário Marcos Valério para prestar esclarecimentos sobre as acusações feitas, em depoimento à PGR, de que o ex-presidente Lula deu aval para o esquema de desvio de recursos públicos para financiar o PT e comprar apoio no Congresso.

Mais tarde, na Comissão Mista de Controle das Atividades de Inteligência, parlamentares da base também evitaram a convocação dos ministros da Advocacia-Geral da União, Luís Inácio Adams, e da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, além do convite à ex-chefe de gabinete da Presidência da República em São Paulo, Rosemary Noronha, derrotando requerimentos apresentados pela oposição.

Ao mesmo tempo, conseguiram aprovar convite para ouvir o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e o atual procurador-geral da República, Roberto Gurgel.

– Se eles querem guerra, vão ter! É a primeira vez que participo desta comissão e gostei – afirmou o líder do PT na Câmara, Jilmar Tatto (SP), autor do requerimento de convite relativo ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso.

Em seu requerimento, Tatto usou como argumento para chamar o ex-presidente tucano para esclarecer dúvidas em relação à chamada Lista de Furnas. Segundo o líder petista, a lista traz nomes de pessoas ligadas ao governo tucano que teriam recebido recursos ilegais.

– É o esquema de financiamento de campanha do PSDB. Recursos para a campanha presidencial do Fernando Henrique em 1998. Sempre dizem que a lista é falsa, mas um perito analisou recentemente e disse que é verdadeira. Essa comissão serve para pensar para o futuro. Nada melhor do que convidar o presidente para explicar os fatos, a influência do ex-presidente sobre Furnas e Eletrobrás, como se deu essa relação e evitar que isso volte a acontecer no Brasil – justificou Tatto.

Como são convites e não convocações, nem Fernando Henrique, nem Gurgel precisam comparecer. No caso de Gurgel, o autor foi o presidente da Comissão de Mista de Inteligência, Fernando Collor (PTB-AL), que tentou a convocação na CPI do Cachoeira e não conseguiu. Collor defendeu o convite argumentando que Gurgel poderá explicar melhor à comissão como é a interação entre o Ministério Público e a Policia Federal e citou operações recentes como a Vegas e Monte Carlo.


10 comentários

  1. celestino
    quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 – 17:49 hs

    claro a situaçao do governo, esta enrolada ate o pescoço, com isto

  2. Divanir
    quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 – 18:48 hs

    Quem não deve não teme! então vamos ouvir todo mundo, inclusive o ex-presidente Lula, ou ele tem medo de alguma coisa?

  3. Max
    quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 – 19:42 hs

    De que Gleisi e demais PETRALHAS tem medo?

    Porque Gov PT mandou BLINDAR ROSE,GLEISI , ADAMS?

  4. Pedro Rocha
    quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 – 19:43 hs

    Tem que colocar o partido inteiro na cadeia! – Essa petezada merece.

  5. Saleto
    quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 – 20:45 hs

    Pessoal….. escondam muito bem as carteiras, pois o corrupto do Sarney vai assumir a Presidência. Que país é esse.

  6. Deutsch
    quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 – 20:50 hs

    Como é que é? “comissão mista de INTELIGÊNCIA? No senado? E o Collor é o presidente?
    É muita piada pra um dia só.

  7. kiko
    quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 – 21:00 hs

    É isto mesmo, quando estão batendo nos amigos precisamos com urgência arranjar logo outro Judas para malhar. E estas histórias acerca do conhecimento do companheiro 51 sobre o Mensalão, só a PF, o MPF e o STF não sabiam. A tigrada toda sabia, mas não queria acreditar. Ah, já ia me esquecendo do FHC, chamem sim , talvez ele diga também que o 51 não é santo, e que também tem culpa no cartório. Kiko

  8. quarta-feira, 12 de dezembro de 2012 – 23:58 hs

    O sr marcos valerio deve estar sem vontade de viver, igual um certo prefeito, pois fica falando verdades que muitos não querem que apareça.
    Quanto vale um segredo?

  9. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 13 de dezembro de 2012 – 8:29 hs

    Os lulistas marcam encontro em curva de rio. Dai, aquele monte de monte de tranqueira.

    O filho, a filha, a mulher, vão ao colégio, ao salão e ouvem: O seu pai, o seu marido estão querendo encobrir as safadezas dos quadrilheiros, dos aproveitadores do bem público, as viagens presidenciais programadas para ocultar tchacatchacanabutchaca – como diz o Ratinho.

    Vergonha ao rés do chão!

    E ainda existem quem os defenda….tsk…tsk…tsk…

  10. LUIZ
    quinta-feira, 13 de dezembro de 2012 – 11:56 hs

    O QUE ESSA QUADRILHA DE VAGABUNDOS NÃO QUER É QUE O POVO SAIBA QUANTO BANDIDO É O DIABO ENDEUSADO LULADRÃO,PENA DE MORTE JÁ PARA ESSE MARGINALE TODA A QUADRILHA.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*