Na educação o maior entrave para o país, dizem empresários | Fábio Campana

Na educação o maior entrave para o país, dizem empresários

O empresariado brasileiro apontou a educação como o maior entrave para o aumento da competitividade do setor no país. A conclusão saiu da pesquisa Mapa Estratégico da Indústria 2013-2022, realizada pela CNI, com 275 líderes empresariais.

Pela primeira vez, os empreendedores colocaram o quesito no topo da lista de prioridades para o desenvolvimento das empresas brasileiras. No ano passado, a educação ocupou o sexto lugar, atrás de reforma tributária, investimento em infraestrutura, redução do juros, corte da burocracia e simplificação das leis trabalhistas.


Os participantes relacionaram os problemas, atribuindo notas de zero a dez, de acordo com o nível de gravidade de cada um deles.

A educação recebeu média de 7,08, à frente de tributação (6,6), infraestrutura (6), inovação (5,29), relações de trabalho (5,28), ambiente macroeconômico (4,82), eficiência do Estado (4,53), segurança jurídica e burocracia (4,33), financiamento (4,2), estrutura industrial (3,57) e escala de produção (3,26).
Por Lauro Jardim


9 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 – 8:46 hs

    A China descobriu isso algumas décadas atrás. Como somos atrasados…

  2. carlos
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 – 12:29 hs

    E esta corja nada fazem, qualquer jegue, sabe só atravez da educação é que um povo conquista sua verdadeira liberdade. Só aqui no nosso pais que eles fingem não ver isto. O investiomento na ciencia e tecnologia e uma m…onde esta os politicos verdadeiros. Se nem nosso governador não se importa imagine o resto.

  3. kiko
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 – 12:54 hs

    e a Coréia do Sul também. Isto sem falar do Japão, onde há uma verdadeira obceção com a educação. Não devemos nos esquecer que estes três países foram assolados por guerras terríveis. E é coisa recente e não de séculos atrás. Kiko

  4. Lenza Toledo
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 – 15:43 hs

    Prezado Carlos, ilustre desconhecido!
    Entre outras coisas, ATRAVÉS (por meio de…) jamais se escreve com Z. Por isso, o assunto educação é complicado.

  5. Sociedade Indignada
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 – 17:04 hs

    Não interessa melhorar a educação/cultura dos brasileiros. A ordem é distribuir benesses, bolsa família, vale gás e contribuições outras para que continue tudo do mesmo tamanho e jeito. É a massa do populismo – mesmo que decadente – mas impondo suas meias-verdades…

    Abaixo o que diz Hélio Bicudo que foi um dos homens mais importantes do petismo, até chutar o balde fala sem papas na língua sobre o petismo e suas derivações. Aliás, várias entrevistas com ele no Yutube. Vale a pena conferir.

    Enviado em 17/10/2010
    Helio Bicudo, Fundador do PT, fala que José Dirceu lhe falou: “Bolsa Família são mais de 40 milhões de votos”
    Confira aqui: http://www.youtube.com/watch?v=Et9OrjTelc8

  6. ricardo crovador
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 – 19:20 hs

    Papo furado. Se os empresários (que tanto reclamam) pagassem bons salários a quem estudou logo sobrariam pouquíssimas pessoas com má formação no Brasil. As pessoas querem mesma coisa que os empresários: grana. De conversa mole está todo mundo de saco cheio.
    Aliás, resumindo, Governo tem obrigação de formar cidadãos e não mão de obra pra particulares estufarem o bolsão. As empresas e suas associações que formem funcionários, se assim desejarem.

  7. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 – 22:07 hs

    O Carlos deu uma guinada que quase capota. A indignação do empresariado refere-se ao pouco e difuso investimento federal na Educação.

    E a população precisa saber que o Governo Federal abarca 70 por cento da arrecadação. Por causa do custo Brasil, da burocracia, da corrupção, pouco sobra para investimento em qualquer área.

    Investir em Educação, não é somente criar vales e cotas. O magistério, principalmente o magistério precisa ser respeitado, valorizado.

  8. Roberto
    sexta-feira, 28 de dezembro de 2012 – 8:09 hs

    DISCORDO.
    Temos de investir em ensino, não em educação. Educação vem de casa.
    Como, muito bem disse o Cony, Educação é por favor, com licença e muito obrigado. Ensino são os afluentes da margem esquerda do Amazonas…

  9. Cesar de UMUARAMA.
    sexta-feira, 28 de dezembro de 2012 – 9:59 hs

    Vamos parar de gozação. Educação tem, e para todos, mas ninguém quer assumir. é só ver a “playboizada”, papai explorando o empregado para dar carrão, com “sonzão” e muita bebida para eles ficarem nos “points”, perturbando a vida de quem quer descansar e trabalhar. Aqui em Umuarama, a maior reclamação no 190 e 199 da G.M. é a perturbação causada por quem diz que tem educação. De onde??? De Casa???? E depois querem que o governo fique empurrando o povo para a escola?
    Meu Pai com um sitio pequeno, sete filhos e um chicote me deu as primeiras lições de educação (obrigado meu PAI), e depois me colocou na escola e disse:- se reprovar um ano, volta pro cabo da enxada. (obrigado meu PAI). “Rachava” de estudar, nunca reprovamos. Agora a turma “infia” os filhos na escola e os professores é que tem que dar educação??? Vamos parar com isto. Os professores têm a obrigação de nos dar informações e orientação. O resto é Prosopopéia flácida para acalentar bovinos.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*