Movimento nas estradas do Paraná é o dobro do normal | Fábio Campana

Movimento nas estradas do Paraná é o dobro do normal

Em direção ao litoral do estado, fluxo de veículos ainda é alto nesta quarta-feira (26); movimento também é alto no sentido Santa Catarina.

De Patricia Pereira, Gazeta do Povo:

O movimento nas rodovias que cruzam o Paraná ainda é alto nesta quarta-feira (26). Na BR-277, que liga Curitiba ao litoral do estado, 1,2 mil veículos seguiam no sentido Paranaguá por volta das 10 horas, número duas vezes acima do normal, segundo a Ecovia, concessionária que administra o trecho. Em direção à capital, trafegavam 850 veículos.

Ainda de acordo com a concessionária que administra o trecho da capital ao litoral, a previsão é de que o fluxo de veículos aumente no início da tarde. O pico deve ser registrado entre as 15 e 16 horas, com 1,7 por hora no sentido litoral. O movimento considerado normal nesse trecho da BR-277 é de aproximadamente 500 veículos por hora nos dois sentidos.

O tráfego também é alto na BR-376, entre Curitiba e o litoral de Santa Catarina. Segundo a Autopista Litoral Sul, responsável pelo trecho, 3,6 mil veículos trafegavam nos dois sentidos da rodovia por volta das 10 horas. A previsão é de que 49 mil veículos passem pela rodovia ao longo desta quarta-feira. Desse número, 70% em direção ao estado vizinho e o restante em sentido Curitiba.

Na BR-101, entre a capital e Palhoça-SC, obras na ponte sobre o Rio Bracinho, no Km 6, provocaram aproximadamente oito quilômetros de congestionamento na manhã desta quarta-feira (26), segundo a Autopista Litoral Sul.

Muitos motoristas também pegaram a estrada que liga Curitiba ao interior do Paraná nesta quarta-feira. Conforme a Rodonorte, 1,7 veículos passavam pela BR-277 em direção à capital e outros 1,4 seguiam para o interior nesta manhã. Não foram registrados acidentes graves e não havia pontos de lentidão. Devem passar pela rodovia 50 mil veículos nos dois sentidos ao longo do dia, 27 mil em direção a Ponta Grossa.

Nesta manhã, o movimento era considerado abaixo do normal somente na Rodovia Régis Bittencout (BR-116), entre Curitiba e São Paulo.


2 comentários

  1. Kacetada
    quarta-feira, 26 de dezembro de 2012 – 18:14 hs

    E os pedágios assalto? Só faturando….

  2. Vigilante do Portão
    quarta-feira, 26 de dezembro de 2012 – 19:35 hs

    Acabo de retornar do interior.

    FILA de mais de uma hora para entrar na 277.

    Sabem quantos Policiais Rodoviários havia?

    NENHUM!

    Sabem quantos funcionários da Concessionária estavam no local para oriantar o trânsito ou prestar auxílio?

    NENHUM!

    Cada um que se vire.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*