Gestão Dilma piora em saúde, educação, segurança e economia | Fábio Campana

Gestão Dilma piora em saúde, educação, segurança e economia

Maior queda de aprovação foi na segurança pública: 10 pontos percentuais. Apesar da redução dos juros, desempenho nesse área também caiu.

Do Fernando Rodrigues, Uol:

Embora a aprovação da presidente Dilma Rousseff se mantenha em patamar recorde de 78%, há alguns sinais de insatisfação da população sobre o desempenho do governo.

A pesquisa CNI/Ibope divulgada nesta 6ª feira (14.dez.2012) mostra que caiu o percentual da população que aprova a atuação de Dilma Rousseff nas áreas de educação, saúde, segurança pública e setores da economia. A pesquisa foi realizada de 6 a 9.dez.2012 com 2.002 pessoas em 142 municípios. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Na educação, Dilma foi reprovada 56% dos entrevistados agora em dezembro. E setembro, a taxa estava em 51%. Outros 43% aprovam o desempenho da petista nessa área –ante a 47% na pesquisa anterior.

Na área da saúde, Dilma também enfrenta um aumento da insatisfação dos brasileiros. Subiu de 65% para 74% os que desaprovam a atuação da petista nesse setor. Só 25% a aprovam (eram 33% no último levantamento). É curioso que nesse setor está um dos ministros mais badalados do governo, Alexandre Padilha. Ele é cotado para ser um possível candidato a governador de São Paulo, mas suas qualidades como gestor, até agora, não têm dado o resultado esperado.

Mas foi na segurança pública que Dilma registrou sua pior queda de desempenho. Subiu de 57% para 68% os que a reprovam nessa área. E a aprovação caiu de 40% para 30% (a maior queda de aprovação numa área específica, de 10 pontos percentuais).

Na economia, a pesquisa CNI/Ibope também revela que o desempenho do governo caiu em 3 áreas:

Impostos: desaprovação da gestão Dilma com relação a impostos subiu de 57% para 65%. A aprovação desceu de 38% para 30%;

Inflação: a desaprovação subiu de 45% a 50%. A aprovação caiu de 50% para 45%;

Taxa de juros: apesar dos esforços de Dilma nessa área, os resultados não foram os esperados. A atuação do governo a respeito de taxa de juros foi aprovada por 41% dos entrevistados em dezembro, contra 49% em setembro (a desaprovação foi de 43% para 51%).

Esses números só não explicam a razão pela qual os brasileiros diminuíram seu conceito em relação ao desempenho do governo em tantas áreas, mas permanecem aprovando Dilma da mesma forma. Esse é um paradoxo para outras pesquisas e estudos.


9 comentários

  1. sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 – 17:09 hs

    É O FIM DO MUNDO MESMO, QUE P..RRR.. DE PESQUIZA É ESSA QUE ESTÁ TODO MUNDO FELIZ??

    POR SINAL NUNCA RESPONDI PESQUIZA NENHUMA EM TODA A MINHA VIDA, ACHO QUE SÓ FAZEM COM OS “FUNCIONÁRIOS” DO PALHAÇO DO PLANALTO !

  2. Ricardão
    sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 – 17:34 hs

    Orra meu!!!! Três serviços básicos que obrigação do Estado: saúde, educação e segurança pública e sejamos sinceros, a economia é fundamental para o bem estar familiar. O que sobrou pra ser avaliado se nem o básico do básico tá sendo porcamente feito??? 78% de avaliação positiva?? Um escândalo atrás do outro, PT desmoralizado, de onde tiraram esses 78%??????

  3. Nelson
    sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 – 17:49 hs

    Que tal a manchete: DILMA está com 78% de aprovação da população brasileira.

  4. Silvajr
    sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 – 17:54 hs

    sexta-feira, 14 de dezembro de 2012
    O dono da Folha de São Paulo está inconsolável. A pesquisa que dá 93% de aprovação para Dilma, foi colocada na seção de ‘achados e perdidos’. Coitado, tá dando dó!

  5. Max
    sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 – 18:58 hs

    Piora em tudo mas …sai do país e manda soltar pesquisa igual o Lula Rosegate

  6. Helena
    sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 – 19:31 hs

    Piorou em tudo uai!!!

  7. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 14 de dezembro de 2012 – 20:29 hs

    Se parar com o arreganhamento do crédito, o incentivo ao consumo, cancelar as benesses às concessionárias e montadoras o ibope despenca, claro.

  8. sergio silvestre
    sábado, 15 de dezembro de 2012 – 17:20 hs

    Quem tá preocupado com a ROSIMEIRE,ou com o filho bastardo do FHC.?Ninguem!
    O que importa é os muffatos os angelonies lotados e o trabalhador com os carrinhos cheios.
    Aqueles que tem cargos e não participam da confraria ,ficam de fora doidos para entrar na parte do bolo,né SR PARREIRAS
    16 anos com só um partido ,quebra qualquer oposição,com poucas verbas.

  9. sexta-feira, 21 de dezembro de 2012 – 13:18 hs

    Essa desgrae7a e9 um “Realty Show” pernmaente, alias todo ignorante ama aparecer, pois de outra maneira nem pensar.Que carinha chato desligo ate9 auto falante do meu micro, sua voz me de1 nauseas.Oh!…Meu Deus de Misericordia, tenha pena de nf3s e fae7a chegar logo dia 1 de janeiro/11, fae7a desaparecer essa praga maldita que assola os decentes deste paeds.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*