Câmara recua e deixa para votar o orçamento em 2013 | Fábio Campana

Câmara recua e deixa para votar o orçamento em 2013

Já estava tudo encaminhado para a Comissão Representativa – uma espécie de equipe de plantão de parlamentares que fica a postos durante o recesso – votar o Orçamento hoje (Leia mais em: Orçamento em pauta).

Uma corrente de deputados, porém, lembrou que a decisão de apreciá-lo no colegiado poderia abrir um precedente complicado para o Legislativo: a perda de barganha.

Se o governo gostar dessa brincadeira de deixar o Orçamento nas mãos da Comissão Representativa, os deputados temem que o Planalto passe a articular para que a situação se repita nos próximos anos.

Se isso acontecer, os parlamentares perderão a chance de apresentar suas exigências em troca da aprovação do Orçamento, como acontece anualmente. E abrir mão da moeda de troca, nem pensar.

Ou seja, até agora não há nada definido. As negociações seguem em curso, e Romero Jucá, o relator, está procurandos os resistentes para tentar convencê-los a concluir a apreciação hoje.
Por Lauro Jardim


Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*