Brasil terá US$ 25 bi em investimentos de montadoras | Fábio Campana

Brasil terá US$ 25 bi em investimentos de montadoras

Setor vai ampliar em 60% sua capacidade, alçando o país ao posto de terceiro maior mercado do mundo

Lucianne Carneiro, O Globo

A indústria automobilística brasileira vai ampliar em 60% sua capacidade de produção até 2016, ganhando fôlego para fabricar nada menos do que 2 milhões de automóveis e comerciais leves a mais do que agora, o que fará a capacidade total do setor chegar a 5,3 milhões de unidades por ano.

O salto será possível com investimentos de US$ 25 bilhões, incluindo os já inaugurados em 2012, segundo levantamento feito pela PricewaterhouseCoopers (PwC Brasil).

O montante é uma demonstração clara do que se espera para o mercado nacional, que já é hoje o quarto maior do mundo e deve disputar o terceiro lugar em 2016, na avaliação de executivos do setor entrevistados pela KPMG.

A aposta no crescimento da demanda nos próximos anos ocorre depois de um 2012 que deve registrar a primeira queda anual na produção após nove altas seguidas. A projeção da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) é de redução de 1,5%.

O número podia ser ainda pior, mas foi amenizado pela redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para o setor — que passou a vigorar em maio e foi novamente renovado.

Renda em alta, taxas de juros menores e uma relação ainda baixa entre o número de habitantes e o de veículos são algumas das razões que sustentam as boas perspectivas para o mercado. Ainda assim, já cresce o debate se há risco de excesso de capacidade na indústria nacional — hoje uma questão restrita aos países desenvolvidos.


3 comentários

  1. Mauricio
    domingo, 30 de dezembro de 2012 – 23:25 hs

    Pena que uma parte desses investimentos não vieram para o Paraná: Nissan, Volkswagen, BMW, Sinotruck … Poderíamos ser hoje o segundo maior polo automobilístico do País. Mas ainda há empresas estudando localidades para construírem suas fábricas, quem sabe com uma boa negociação de incentivos essas indústrias não vêm para cá.

  2. segunda-feira, 31 de dezembro de 2012 – 15:42 hs

    Vai ser emprestado pelo BNDS , não duvido nada.

  3. segunda-feira, 31 de dezembro de 2012 – 15:44 hs

    Já foi feito para as Telecomunicações, só povinho não vê, é uma merda mesmo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*