A lista de indicados ao STF que Dilma avalia | Fábio Campana

A lista de indicados ao STF que Dilma avalia

Do Igor Paulin, Época:

A indicação para uma vaga no Supremo Tribunal Federal pela presidente Dilma Rousseff ficou para 2013. Cinco candidatos estão sendo avaliados pelo Planalto: o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Benedito Gonçalves, a ministra do Superior Tribunal Militar, Maria Elizabeth Guimarães Rocha, o presidente do Tribunal de Justiça do Espírito Santo, o desembargador Pedro Feu Rosa, o constitucionalista Luis Roberto Barroso, e o advogado Heleno Torres. Benedito tem o apoio do ex-presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva. Maria Elizabeth, que atuou na Casa Civil durante o governo do ex-presidente, é apoiada por funcionários da pasta. Feu Rosa tem o apoio da Igreja, da bancada capixaba no Congresso e do governador do estado. Barroso é apoiado por advogados e juristas. Torres teve seu pleito endossado pelo ministro Luís Inácio Adams, da Advocacia-Geral da União, e conta com a simpatia do ex-ministro do STF, Ayres Britto.


4 comentários

  1. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 – 10:36 hs

    Gentem: Há que se ler matéria na Gazeta do Povo sobre pagamentos de pensões pela Assembléia paulista.

    Entre outros, Zé Maria Marin, recebe 16 mil de pensão. Nada de mais, não fosse a revelação de que ganha outros 160 mil da Federação, mais 110 mil da Copa das num sei o que lá.

    São quase trezentos mil por mês, 10 mil por dia útil…

    É o cú da anta!

  2. jose luis silva
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 – 12:45 hs

    VAI INDICAR QUEM AJUDAR O PT NO MENSALAO

  3. kiko
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 – 12:45 hs

    Pelas indicações já se vê que para ser ministro da Suprema Corte, é preciso ser apadrinhado de alguém. Nem um dos indicados deixa de ter padrinho. Acreditava que para ser ministro só o notável saber jurídico bastasse. E assim mesmo alguns pestistas foram condenados pela Suprema Corte. Imaginem se ela fosse totalmente isenta, aí não sobrava ninguém. Kiko

  4. LAW
    quinta-feira, 27 de dezembro de 2012 – 13:29 hs

    O anseio justo e merecido do PR de ter um jurista paranaense de nascimento indicado para o STF na vaga de Ayres Britto precisa ter o efetivo apoio da Ministra Gleisi. Afinal, do que adianta apresentar pesquisas para o pleito de 2014, se ela, como Ministra tão importante, não consegue efetivamente defender nosso Estado emplacando um paranaense de nascimento (frise-se, de nascimento, pois de nada adianta indicar quem nasceu em outro Estado) para o STF!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*