Dias Toffoli é contra prisão para quem comete crime financeiro | Fábio Campana

Dias Toffoli é contra prisão para quem comete
crime financeiro

Na sessão desta quarta do mensalão no Supremo, Dias Toffoli questionou a pena aplicada aos condenados. Falou até em fogueira e Torquemada para tentar sensibilizar os companheiros de toga de que a condenação de mensaleiros ao xadrez seria uma espécie de caça às bruxas.

Toffoli defendeu que a pedagogia contra o crime financeiro deve ser recuperar os valores desviados e não colocar as pessoas na cadeia. “Prisão combina com período medieval”, defendeu Toffoli, citando a fala do ministro da Justiça José Eduardo Cardozo.

“Crimes contra o ser humano são apenados, volto a dizer, com penas mais leves do que essa em termos de restrição de liberdade. Pessoas que não são violentas, que não agridem o ser humano do ponto de vista real, temos uma banqueira condenada, uma bailarina”, completou.

Para Dias Toffoli, o mensalão não colocou em risco a democracia. “Aqui o intuito era financeiro, não era atentar contra a democracia, o Estado de direito, que é mais sólido do que isso (…) Partindo dessa premissa, que se pague com o vil metal”.


35 comentários

  1. Deutsch
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 18:33 hs

    Nota-se que fala como um verdadeiro petista, ou será que esta preparando o povo para como vai julgar os atos imorais do pt?

  2. César Teixeira
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 18:48 hs

    Então, Dias Toffoli é o primeiro capo petista (ou ex-capo) a admitir que houve sim, o crime de compra e venda de parlamentares, e que essa história de CAIXA 2 é balela, tipo “Operação Uruguay”.

    Ops! Escapou é? Foi sem querer querendo?

  3. Feres Felipe Daher Junior
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 18:53 hs

    Para crimes financeiros eu concordo com o Ministro, mas somente após recuperar totalmente os valores envolvidos e que poderia fazer a pedagogia. Agora para a Corrupção deveria ser como na China,pena de morte. Se o Ministro conseguir essas mudanças eu apoio.

  4. joaozimho 40
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 19:09 hs

    Que vergonha!!! Essa “cara” esta dizendo que prisao é so para ladraozinho de fundo de quintal??? Só para o pobre e desgraçado que rouba um pao para comer!! Cada vez me envergonho mais de certos ” juizes”…

  5. Rogério Viana
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 19:29 hs

    Tenho uma sugestão e, lógico, tão irreal quanto a maluca ideia do advogado do PT, digo, do ministro Dias Tóffoli. Levantados todos os valores do “Mensalão”, divide-se entre o número de condenados e tem-se a cota-parte de cada “mensaleiro”. Quem devolver o valor de sua cota parte, acrescida de juros bancários vigentes à época e a partir de 2002, poderá cumprir metade da pena em regime semi-aberto. Quem devolver só metade de sua cota parte poderá cumprir dois terços da pena, mas, neste caso, os juros sofrerão um acréscimo de 10% ao ano. Bem… se é para esculhambar, que a ideia traga de volta a montanha de dinheiro que os “mensaleiros” tungaram da nação. Ah… tanto o Dias Tóffoli quanto eu nos esquecemos que nada do que ele sugeriu e o que sugiro aqui tem amparo legal. Se ele quiser, pode propor isso para que algum deputado ou senador apresente na Câmara ou no Senado para mudar a lei vigente. Será possível? Creio que não mesmo!!!

  6. Kacetada
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 19:37 hs

    Segundo essa teoria imbecíl desse jurista germânico, Hitler seria inocentado do Holocausto. A ordem para a solução final nunca partiu dele. Ele nada assinou qualquer documento nesse sentido. Se julgado diria que não sabia. Diria mais, que o holocausto não existiu tal qual se faz por aqui com o mensalão. Lugar de ladrão do colarinho branco é na masmorra sim. Prisões medievais para todos eles….

  7. helena
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 20:02 hs

    É mesmo um cara de pau!

  8. Andre
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 20:05 hs

    Lei é lei, já estava lá quando praticaram o crime, ou não? Que mal fazem à sociedade, questiona esse Ministro, ou melhor, ministrando. Ele devia voltar advogar para o PT ou PCC ou P???P.

  9. Vale a pena ler de novo
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 20:07 hs

    É mesmo é? Então quer dizer que o notório saber do ministro é esse tapa na cara do brasileiro honesto, trabalhador. Bem como o exemplo que ele e os tais dão aos mais jovens. Sem dúvida, um ministro para ficar na história. Na triste história de uma nação em que a corrupção é olhada, por alguns, como pecado menor. É deplorável! Vale a pena ler o texto abaixo.

    .-.-.-.-.-.-
    Do blog de Augusto Nunes(Veja Online)
    Marco Antonio Villa: Lula é um Pedro Malasartes da República em frangalhos

    Gerado pela cultura popular da Península Ibérica, Pedro Malasartes transformou-se, em sua versão brasileira, num matuto espertalhão, que coleciona embustes amparado na astúcia, no cinismo, na falta de escrúpulos e na ausência de remorsos. Um Lula, constatou o historiador Marco Antonio Villa no artigo “Tempos sombrios, tempos petistas”, publicado no Estadão deste domingo. Mais uma leitura indispensável. (AN)

    Luiz Inácio Lula da Silva está calado. O que é bom, muito bom. Não mais repetiu que o mensalão foi uma farsa. Também, pudera, após mais de três meses de julgamento público, transmitido pela televisão, com ampla cobertura da imprensa, mais de 50 mil páginas do processo armazenadas em 225 volumes e a condenação de 25 réus, continuar negando a existência da “sofisticada organização criminosa”, de acordo com o procurador-geral da República, Roberto Gurgel, seria o caso de examinar o ex-presidente. Mesmo com a condenação dos seus companheiros ─ um deles, o seu braço direito no governo, José Dirceu, o “capitão do time”, como dizia ─, aparenta certa tranquilidade.

    Como disse o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), Lula é “um sujeito safo”. É esperto, sagaz. Conseguiu manter o mandato, em 2005, quando em qualquer país politicamente sério um processo de impeachment deveria ter sido aberto. Foi uma manobra de mestre. Mas nada supera ter passado ao largo da Ação Penal 470, feito digno de um Pedro Malasartes do século 21.

    Mas se o silêncio público (momentâneo?) de Lula é sempre bem visto, o mesmo não pode ser dito das articulações que promove nos bastidores. Uma delas foi o conselho para que Dilma Rousseff não comparecesse à posse de Joaquim Barbosa na presidência do STF. Ainda bem que o bom senso vigorou e ela vai ao ato, pois é presidente da República, e não somente dos petistas. O artífice de diversas derrotas petistas na última eleição (Recife, Belo Horizonte e Campinas são apenas alguns exemplos) continua pressionando a presidente pela nomeação de um “ministro companheiro” na vaga aberta pela aposentadoria de Carlos Ayres Brito. E deve, neste caso, ser obedecido.

    O ex-presidente quer se vingar do resultado do julgamento do mensalão. Nunca aceitou os limites constitucionais. Considera-se vítima, por incrível que pareça, de uma conspiração organizada por seus adversários. Acha que tribunal é partido político. Declarou recentemente que as urnas teriam inocentado os quadrilheiros. Como se urna fosse toga. Nesse papel tem apoio entusiástico do quarteto petista condenado por corrupção ativa, peculato, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. Eles continuam escrevendo, dando entrevistas, participando de festas e eventos públicos, como se nada tivesse acontecido. Ou melhor, como se tivessem sido absolvidos.

    O que os petistas chamam de resistência não passa de um movimento orquestrado de escárnio da Justiça. José Dirceu, considerado o chefe da quadrilha por Roberto Gurgel, tem o desplante de querer polemizar com o ministro Joaquim Barbosa, criticando seu trabalho. Como se ele e Barbosa estivessem no mesmo patamar: um não fosse condenado por corrupção ativa (nove vezes) e formação de quadrilha e o outro, o relator do processo e que vai assumir a presidência da Suprema Corte. Pior é que a imprensa cede espaço ao condenado como se ele – vejam a inversão de valores da nossa pobre República ─ fosse uma espécie de reserva moral da Nação. Chegou até a propor o financiamento público de campanha. Mas os petistas já não o tinham adotado?

    Outro condenado, João Paulo Cunha, foi recebido com abraços, tapinhas nas costas e declarações de solidariedade pelos colegas na Câmara dos Deputados. Já José Genoino pretende assumir a cadeira de deputado assim que abrir a vaga. E como o que é ruim pode piorar, Marco Maia, presidente da Câmara, afirmou que a perda de mandato dos dois condenados é assunto que deve ser resolvido pela Casa, novamente desprezando a Constituição.

    O julgamento do mensalão desnudou o Partido dos Trabalhadores (PT). Sua liderança assaltou o Estado sem pudor. Como propriedade do partido. Sem nenhum subterfúgio. Os petistas poderiam ter feito uma autocrítica diante do resultado do julgamento. Ledo engano. Nada aprenderam, como se fossem os novos Bourbons. Depois de semanas e semanas com o País ouvindo como seus dirigentes se utilizaram dos recursos públicos para fins partidários, na semana que passou Dilma (antes havia se reunido com o criador por três horas) recebeu no Palácio da Alvorada, residência oficial, para um lauto jantar, líderes do PT e do PMDB. A finalidade da reunião era um assunto de Estado? Não. Interessava apenas aos dois partidos. Fizeram uma analise das eleições municipais e traçaram planos para 2014. Ninguém, em sã consciência, é contrário a uma reunião desse tipo. O problema é que foi num prédio público e paga com dinheiro público. Imagine o leitor se tal fato ocorresse nos EUA ou na Europa. Seria um escândalo. Mas na terra descoberta por Cabral, cujas naus, logo vão dizer, tinham a estrela do PT nas velas, tudo pode. E quem protesta não passa de golpista.

    Nesta República em frangalhos, resta esperar o resultado final do julgamento do mensalão. As penas devem ser exemplares. É o que o STF está sinalizando na dosimetria do núcleo publicitário. Mas a Corte sabe que não será tarefa nada fácil. O PT já está falando em controle social da mídia, nova denominação da “censura companheira”. Não satisfeito, defende também o controle – observe o leitor que os petistas têm devoção pelo Estado todo-poderoso ─ do Judiciário (qual, para eles, deve ser a referência positiva: Cuba, Camboja ou Coreia do Norte?). Nesse ritmo, não causará estranheza o PT propor que a Praça dos Três Poderes, em Brasília, tenha somente dois edifícios… Afinal, “aquele” terceiro edifício, mais sóbrio, está criando muitos problemas.

    O País aguarda o momento da definição das penas do núcleo político, especialmente do quarteto petista. Será um acerto de contas entre o golpismo e o Estado Democrático de Direito. Para o bem do Brasil, os golpistas mensaleiros perderam. Mais que perderam. Foram condenados. E serão presos.

    *Marco Antonio Villa é colunista do Estadão/SP

  10. Pedro Rocha
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 20:16 hs

    Esse Toffoli, como advogado de defesa da quadrilha mensaleira, é outra piada petista!

  11. BRA$IL
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 20:32 hs

    É LOGICO QUE ELE É CONTRA, NÃO QUER IR PRESO

  12. Luciano
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 20:37 hs

    E o cara fala isso sem constrangimento…socorro!

  13. Carlos Spillere
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 20:41 hs

    Parace que para o ministro Dias Toffoli ladrão de galinha tem que ficar em prisão e quem pratica crime financeiro basta devolver os valores!

  14. sandro oliveira
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 21:09 hs

    Esse é pupilo do Lula…ta explicado.

  15. Luiz Lênin
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 21:12 hs

    Isso mesmo companheiro e ministro Toffoli.
    Não foi roubo e sim empréstimo financeiro partidário participativo.
    E depois, não vai fazer falta nenhuma para os Bancos e banqueiros que apenas corromperam o sistema que é corrupto.
    Quanta injustiça aos que foram condenados.
    O Zé Dirceu é INOCENTE.

  16. bacamarte
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 21:52 hs

    É o pensamento clássico de Advogado de Porta de Cadeia. De advogado de bandido. Devolve um pouco do que roubou e pega liberdade numa boa.
    Tem como solicitar o IMPEACHMENT para o Toffoli ?

  17. Zangado
    quarta-feira, 14 de novembro de 2012 – 22:05 hs

    Esses aloprados petistas espalhados como sarna e carrapatos por todos os recantos do poder graças ao AliBabaLuLLa do mensalão estão fazendo o possível e o impossível para que país seja a latrina da América … único lugar onde eles se sentirão à vontade …

  18. Guilherme
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 0:36 hs

    Depois não querem que briguem, xinguem, matem os juízes deste nosso nobre Brasil. Com o devido respeito, mas assim, fica complicado.

  19. Joel
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 2:56 hs

    Nunca mais voto no PT. Que nojo!

  20. NA CORDA BAMBA
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 6:49 hs

    Continua o mesmo babaca de sempre. Então a prisão serve para
    que tipo de ladrão ? Ladrão de galinha e assassino ?
    Isto comprova que o cara confirma o fato de que “roubar compensa”
    mesmo…

  21. JC 3zotti!
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 9:36 hs

    Bacana, bacaninha1

    Muito bacana esta tese. Então eu roubo… e se me pegarem, eu devolvo. Se não pegarem, fico com a grana. Aí é fácil.Todo mundo vaisair por aí pegando o que não é seu. Aos que se safarem, blz, aos que forem pego com “a boca na botija”, apenas devolvem e ficam na rua, de olho eu outro pertence alheio.
    Bacana, muito bacana isto

  22. Simões
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 10:06 hs

    Atesto a minha total ingorância sobre o assunto, mas tinha que haver em algum artigo do Código Penal ou Civil, uma punição para este CARA, com todo o respeito ao cargo que ele exerce.

    Não é possível que um insano deste faça parte da maior corte do país, e venha a público dizer uma barbaridade destas.

    Ele deveria er o primeiro a se isentar do julgamento pois fez parte do governo a que ia julgar, não o fez com o nítido interesse em absolver os réus seus companheiros de PT, e agora reclama das penas aos réus imputada. Faça-me o favor, pare este mundo que eu quero descer.

  23. Adelino
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 10:11 hs

    O filhote do Lula ou melhor Dias Toffoli é sem duvida a vergonha que o STF vai carregar até que se aposente.Enquanto ele esta la O PT Jmais vai precisar de advogado. Ele e o Levandoski esse então so falta pedir desculpas as mensaleiros publicamente coiadinho deles só falta falar essa palavra.Que vergonha.

  24. Parreiras Rodrigues
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 10:16 hs

    O padrasto estrupa a enteada, paga a cirurgia prá remendar o hímen – que a gente, moleque na escola, chamava de cabaço, e tudo fica numa boa.

    O cara abre um automóvel, vai a São Paulo resolver um negócio, volta, devolve, agradece e, pronto, tudo nescau com bolacha de coco.

    Ué, quem diz que isso é certo, é um ministro da mais alta corte dum País? Que país é este?

  25. Anônimo
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 10:30 hs

    É no mínimo estranho que bem na época das condenações do STF estejam ocorrendo estes tumultos urbanos em capitais. Talvez as ligações dos mensaleiros com facções criminosas nas prisões estejam dando o tom dos acontecimentos. A solidariedade entre criminosos esta ocorrendo.

  26. Berto Oliva
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 12:42 hs

    E o pior é que não tem vergonha de dizer. Cadeia é para pobre, para rico banqueiro fraudador, é advogado de defesa togado e com direito a voto. Não tem vergonha na cara mesmo. Pobre STF, aos poucos vai se transformando no retrato cara de pau de Lula da Silva, um dos maiores caras de pau que este país já viu. Lamentável.

  27. PARANÁ
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 12:47 hs

    COMO O SENADO APROVOU A INDICAÇÃO DESSE ADVOGADO PARA O STF?

  28. Helena
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 12:49 hs

    Eu também sou contra, sou a favor da pena de morte para bandidos que roubam os cofres públicos e que enganma o povo com falsas promessas milagrosas…

  29. JR
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 19:27 hs

    Não digo que estes PTistas são mesmo todos cara de pau????

  30. Moisés Fróes
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 20:00 hs

    Não é atoa que esse TOffoDowisk é corruPTista.
    Cadeia Nelle e no Cardoso(min. da Justiça).

  31. luiz
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 20:17 hs

    Esse Ministro dá nojo.

  32. SOLANGE LOPES
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 22:42 hs

    Paraná, você tem razão. A culpa deste pulha estar no STF e do Senado que aprovou o seu nome.

  33. Helena
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 23:39 hs

    Paraná e Solange, quando o Dias Tofolli foi interregodo no Senado, pelo o Sen. Alvaro Dias, o ministro respondeu tudo bonitinho, que jamais seria parcial, mas agora presenciamos que é um pau mandado do pt, ainda mais que foi advogado de alguns do mensalão. É CULPADO QUEM O INDICOU – O PT, e este tá cumprindo seu papel direitinho – DEFENSOR DA QUADRILHA NACIONAL…

  34. Luigi von Druid
    quarta-feira, 10 de julho de 2013 – 13:20 hs

    Curto e grosso… enquanto continuarmos a colocar pessoas da envergadura moral de Lula e Dilma no poder, vamos ter que continuar engolindo cada sapo do caminho!

    A culpa não é deles não, é nossa! Culpado não é o PT, o tal engomadinho do supremo, dos assessores, da Dna Alibabá e seus 40 ministros, etc… a culpa é NOSSA! Com letras garrafais e negritadas!

    A culpa é nossa por não termos memória! A culpa é nossa por não sermos um pouco mais politizado! A culpa é nossa por aceitar calado cada despautério que engolimos a seco! A culpa é nossa!!! NOSSA!!!

    … dias atrás, fizemos manifestações, badernas, quebra-quebras, e me digam, para quê? Do que serviu dias de aulas perdidas por nossos jovens, prejuízos aos cofres públicos do patrimônio destruído… para nada!!!

    Aceitamos calados um pronunciamento pífio da cadela pequinês de roupinha vermelha, abaixamos a guarda ao receber a notícia de uma tal de plebiscito… balela!!!!

    Plebiscito… para que?! De que servirá o tal do plebiscito… explico:
    NADA!!!! É apenas mais uma manobra político-eleitoreira para “calar nossa boca”! Serão apenas mais 200 milhôes de reais para o buraco!!!

    Reforma política? Com uma simples canetada a presidenta conseguiria resolver muitas das exigências das ruas… senão para que serve o executivo? Com uma simples canetada, determinaria outras tantas ou vetaria outras tantas bizarrices…

    Muito obrigado Lula e Dilma! Muito obrigado por tudo… por tudo mesmo… me fez ter cada vez mais orgulho de ser o que sou! HONESTO!

    Desejo que todas as vozes que ouviram nestes últimos dias, arrastem vocês e todos os seus para o mais profundo sofrimento… o tempo há de curar cada uma das chagas abertas do nosso povo!

    Mas, rogemos que o sofrimento causado aos nossos sejam triplicados e canalizados a vocês e todos os seus!
    Não posso fazer-lhes nenhum mal,seria contra tudo aquilo que acredito… mas posso desejar com todas as minhas forças e preces, para que todo o sofrimento que já tiveram sejam repetidos e repetidos para todo o sempre! Que este mal seja estendido a cada um de sua linhagem, assim saberão o que sofremos!

    Que seja, ainda, estendido até a 7ª geração para que no futuro não tenhamos qualquer resquício de seus DNAs no mundo… para não corrermos riscos de ver repetido os erros do presente!

    E que assim seja, Amém!

  35. raphael
    quarta-feira, 5 de novembro de 2014 – 11:02 hs

    desgraçado!!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*