Substitua brinde de Natal por responsabilidade social | Fábio Campana

Substitua brinde de Natal por responsabilidade social

Escola sem fins lucrativos, projeto considerado referência no mundo, lança campanha para arrecadar fundos pela educação de qualidade de crianças de baixa renda na Grande Curitiba.

O Centro de Educação João Paulo II, presidido por Belmiro Valverde (foto), que atende gratuitamente a comunidade de baixa renda em Piraquara, na Região Metropolitana de Curitiba, lançou a campanha “No Natal, homenageie seus clientes e parceiros dando a eles mais do que um brinde: dê um futuro de presente”.

A ideia é estimular empresários a trocarem a prática de enviar brindes e lembrançasde fim de ano por uma pequena doação à escola, possibilitando que 225 crianças tenham acesso a uma educação de qualidade. A doação é comunicada ao cliente ou parceiro mediante o envio de uma mensagem personalizada, ressaltando a importância social da doação realizada pela empresa que aderir ao programa.

O Centro foi criado há três anos por iniciativa de empresários e profissionais liberais e é mantido exclusivamente por doações privadas. Belmiro Valverde Jobim Castor, presidente da instituição, conta hoje com 120 apoiadores, entrepessoas e empresas.

As doações são de R$ 40 e podem ser feitas pela internet. Caso o número de colaboradores da doação-presente seja superior a 50, o valor fica R$ 35.

Mais informações: Silvana (41) 3079-7810, Eliane (41) 3399-5409 ou pelo site www.joaopaulosegundo.org.br.

O que é

O Centro de Educação João Paulo II fica no bairro de Laranjeiras, em Piraquara, em um terreno de 5.500 metros quadrados. Lá, crianças de famílias de baixa renda da localidade têm acesso auma escola de qualidade. A escola, construída com a ajuda de doadores e voluntários, atende atualmente mais de 200 crianças e adolescentes em período integral e em regime de contraturno.

O Centro oferece atividades como oficinas de música, teatro, dança, informática, caratê, artes, entre outras. Oferece também orientação nutricional para as crianças, brinquedoteca, biblioteca, quadras esportivas e espaços pedagógicos especialmente projetados para elas.

A escola que Belmiro Valverde sonhou, planejou e agora já é realidade “não faz distinção de raça, cor, credo religioso ou opinião política”, diz. Estimula e canaliza a curiosidade científica das crianças, disponibilizando equipamentos e práticas educacionais adequadas para isso.

Em síntese, o centro amplia as possibilidades educacionais para crianças de baixo nível de acesso às oportunidades escolares, contribuindo para elevar o nível de socialização e inserção delas na comunidade.

Belmiro Valverde é professor do corpo permanente do Doutorado em Administração da PUC do Paraná e professor colaborador do Mestrado em Organizações e Desenvolvimento da FAE Business School, Faculdade de Administração e Economia também do Paraná, é membro da Academia Paranaense de Letras, consultor, diretor do Instituto Ciência e Fé, e autor do livro “O Brasil não é para Amadores”, lançado em 2000.Na vida pública, Belmiro Valverde foi por duas vezes Secretário do Planejamento do Paraná e Secretário de Estado da Educação.


6 comentários

  1. Ditão
    sexta-feira, 2 de novembro de 2012 – 14:32 hs

    Belmiro Valverde é O cara..

  2. Maria do Rocio Geraldi
    sexta-feira, 2 de novembro de 2012 – 14:32 hs

    Dr.BELMIRO VALVERDE , ESSE SIM É O CARA… e o MUNDO É BOM PORQUE PESSOAS COMO Dr. BELMIRO EXISTE.

    Sucessso sempre. O Sucesso depende de quantas pessoas ajudamos na vida.

    Bênçãos dos céus Dr. Belmiro . PAZ e BEM sempre.

  3. Kacetada
    sexta-feira, 2 de novembro de 2012 – 14:52 hs

    Muito boa idéia. Brindes para clientes ou executivos de empresas clientes são subornos.Vamos educar….

  4. Zangado
    sexta-feira, 2 de novembro de 2012 – 17:43 hs

    Essa é uma iniciativa maravilhosa, pena que existam poucas no Estado e talvez no Brasil. Estudo ou educação deveria ser prioridade governamental máxima.

    Essa excrescência chamada de “publicidade oficial” – eufemismo para propaganda do governo ou governante de plantão – torra bilhões de orçamento público em todos os níveis de governo, dinheiro público que não cria um emprego, uma oportunidade de educação, não constrói uma obra pública, não instala um serviço público de que a sociedade está mais do que carente.

    Se acabassem com essa imoralidade e improbidade pública daríamos um grande passo para melhoria das condições sociais, tais como, a oferta de educação geral e irrestita.

    Apoio total a essa iniciativa do Centro de Educação e de seu prasidente Prof. Belmiro.

  5. Humberto Doretto Bacchi
    sexta-feira, 2 de novembro de 2012 – 17:49 hs

    Num país onde a responsabilidade governamental na área da EDUCAÇÃO beira a indigência, a iniciativa do Sr. Belmiro é um alento para as pessoas sensíveis aos destinos de nossa Pátria. Os pequenos brasileiros em formação, que não tem a chance de frequentar uma escola com qualidade, recebe das mãos desse CIDADÃO um futuro que lhe é negado pelo Estado.

  6. Felipe Guimaraes
    sábado, 3 de novembro de 2012 – 8:27 hs

    Bom dia !!!

    Parabéns pela iniciativa, tenho certeza que essa idéia vai pegar em outras escolas e instituições !!!

    Abs
    Bom final de semana

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*