Romanelli lamenta mudanças no metrô | Fábio Campana

Romanelli lamenta mudanças no metrô

O deputado estadual Luiz Claudio Romanelli (PMDB) lamentou pelo Twitter a autorização concedida pelo Planalto para que Fruet reveja as obras do metrô. “Vai acabar não saindo, que pena”, diz ele.


18 comentários

  1. SUB LANTMANN
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 10:53 hs

    POSSO ESTAR PENSANDO ASSIM SOZINHO, MAS, O METRÔ VAI DEMORAR 10 ANOS PARA SER CONSTRUÍDO, QUE VAI AGUENTAR O TRÂNSITO NA CIDADE TODO ESSE TEMPO?

  2. Eu
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 11:19 hs

    Deputado Romanelli, isso ja sabiamos á muito tempo.

  3. Mario
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 11:40 hs

    Esta expressão “vai acabar não saíndo” tem dupla interpretação…

  4. Duarte de Curitiba
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 12:02 hs

    POIS QUEM CONHECE ALGUNS DOS METRÔS EM OUTRAS CIDADES DO MUNDO, EM ESPECIAL AS EUROPÉIAS, CONCLUI RAPIDAMENTE QUE ESTE FAMIGERADO METRO SUBTERRÂNEO DE CURITIBA, NADA RESOLVERÁ EM TERMOS DE TRÂNSITO.

    ALÉM DE SER EXTREMAMENTE CARO, HAJA VISTA AS LINHAS SUBTERRÂNEAS SEREM CARAS E DEMORADAS, TAIS LINHAS TERÃO QUE SER CONSTRUIDAS ONDE HOJE PASSAM RUAS E AVENIDAS.

    E O TRÂNSITO DESTAS RUAS E AVENIDAS QUE FICARÃO INTERDITADAS POR ANOS, PARA ONDE SERÁ DESVIADO ???

    OUTRA COISA, NAS CIDADES EUROPÉIAS, NOS BAIRROS ONDE EXISTE METRÔ, É PROIBIDO CONSTRUIR PRÉDIOS NOVOS; E É PROIBIDO MUDAR A OCUPAÇAO DOS PRÉDIOS RESIDENCIAIS PARA USO COMERCIAL.

    E O SISTEMA DE METRÔ DE QUALQUER CIDADE, É UM PROCESSO CONTÍNUO.

    NÃO EXISTE ISTO DE CONTRUIR UMA LINHAZINHA E PRONTO.

    E NÃO EXISTE TAMBÉM ESTE PAPO FURADO DE METRÔ EM VÉSPERA DE ELEIÇÇÃO.

    METRÔ EM VÉSPERA DE ELEIÇÃO E DEMAGOGIA, E/OU, LOBBY DE EMPREITEIRA …

  5. Parreiras Rodrigues
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 12:06 hs

    Coisa feia, atrasada, o tal metrô. Como nas obras da Copa, muitos aditivos, superfaturamentos a vista.

    Ouçam o Grande Mestre, dr. Jaime Lerner.

  6. Eu li
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 12:51 hs

    Um estudo mais apurado é necessário, concordo com Gustavo.

  7. Wilson Catupirai
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 13:20 hs

    Esse Romanelli é mesmo um fanfarrão!!!

  8. sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 13:40 hs

    Será que Romanelli vai furar tambem no metro, que moral tem este romanelli para falar.

  9. Joao Carlos
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 14:41 hs

    ESSE FURA PEDAGIO TEM ALGUMA MORAL P FALAR ? MELHOR FICAR DE BOCA FECHADA….

  10. joao atento
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 15:03 hs

    O romanelli entende bem de pedágio aonde ele costuma furar.
    Ainda não inventaram um transporte de massa tão eficiente quanto o de auschwitz. Em Curitiba estamos quase igualando aquele meio de condução, porém, em grandes ônibus dominado por algumas famílias em nossa cidade.
    Eu, que já fui da construção sei dos percalços quando trabalhamos com o subsolo, mas, isto não seria empencilho para implantar o metrô subterraneo, pois, já alcançamos grande avanço na tecnologia implantação de metros. O que se analise é o CUSTO X BENEFÍCIO e quais as limitações e ponto de saturação do sistema.
    A melhor maneira de resolver o problema é diluir a concentração das pessoas, através 3 turnos de 6 horas usando os ligeirões.
    O Lerner já falava dos bairros com vida econômica própria, mas o plano DIRETOR restringe o desenvolvimento de atividades nestes bairros FALTA CABEÇA PENSANTE

  11. waldoaldo santana
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 15:27 hs

    Absurdo a prefeitura repassou para o atletico sessenta milhões, e não esta pagando seus fornecedores, e empreiteiros isso é uma barbaridade como vamos pagar nossas contas.

  12. Lucas
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 17:26 hs

    Melhor que não saia mesmo.

  13. Miguel Orleryk
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 17:37 hs

    Robanelli lamentando a boquinha perdida!

  14. Caito Quintana
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 18:07 hs

    Uma cidade que se vangloria se ser turística, não pode abandonar projetos de mobilidade urbana. É forte o loby rodoviário.

  15. SARAG
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 19:23 hs

    ESSE ROMANELLI SÓ QUER O PIOR PARA CURITIBA. ESTÁ DESEJANDO QUE O FRUET FACA UM MAL GOVERNO. QUE PENA ROMANELLI, VAI CAIR A TUDA CARA. VOCE VAI VER QUE O NOVO PROJETO VAI SER BEM MELHOR DO QUE AQUELE QUE O SEU GOVERNO (OU DO DUCCI COMO QUEIRA) QUERIA. ISSO É DOR DE COTOVELO DE QUEM PERDEU A PREFEITURA.

  16. VERDADE
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 19:46 hs

    O Fruet tirou a mamadeira da boca de muita gente!!!

  17. Deutsch
    sexta-feira, 9 de novembro de 2012 – 20:50 hs

    Vai ter um monte de obras para a copa, durante a copa. Se depender do Fruet, o metro vai sair em 2…114.
    Essa coisa de rever obras tá mais parecendo uma velha política que era comum nos anos 80 e 90, e desse jeito, Curitiba vai continuar na rabeira(e não na vanguarda) de tecnologias modernas.
    Porque é que não se fala em VLT em Curitiba? POrque os mesmos curitibanos que viajam pela Europa e se maravilham com os bondes, jamais permitiriam que estes atrapalhassem seus caminhos pelo trânsito em Ctba.
    Provincianismo puro.

  18. Jorge Luiz
    segunda-feira, 26 de novembro de 2012 – 10:45 hs

    Concordo plenamente com o Sr DEUTSCH; parabéns por sua observação aguçada com relação a “burguesia”.Os emergentes que hoje graças ao ex-presidente LULA viajam pela europa e que se encantam com os meios de transportes ferroviários urbanos, são os que torcem contra o Metrô e os Vlts em Curitiba!. Lamentavelmente estes “do contra”, não gostariam compartilhar com meios de transportes mais eficazes e modernos como os bondes (VLTs) ou mesmo o metrô e que serveriam para o transporte de milhares de pessoas. Estes egoístas, preferem transitar sozinhos num veículo que caberiam (4) quatro pessoas a mais ao apoiar o transporte público modernizado e que atenderiam a maioria impossibilitada de se locomover em veículos particulares. Esta atitude não é de “curitibano” é dos “brasileiros” de um modo geral, da burguesia que como dizia o “Cazuza”, fede e que egoisticamente preferem agir como donos do mundo, como se as cidades fôssem suas!. Preferem congestionar vias públicas com os seus carrões equipados da “tranqueira” de som, infernizando a população nas vias, obigando-as a ouvir o lixo que ouvem!. Deveriam proibir sons em carros, pois nosso direito termina aonde começa o o direito do próximo.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*