No Paraná, professora diz obscenidades em aula | Fábio Campana

No Paraná, professora diz obscenidades em aula

A imagem do ensino público estadual do Paraná não é boa. E fica ainda pior quando acontecem situações como esta, em que uma professora diz obscenidades em sala de aula para alunos do primeiro ano do ensino médio. Os pais estão revoltados. Veja o vídeo do UOL.


17 comentários

  1. BOZO
    sábado, 10 de novembro de 2012 – 22:39 hs

    A SOCIEDADE ATUAL ESTÁ SEM QUALQUER LIMITE … ATÉ OS PROFESSORES PERDERAM A NOÇÃO DAS COISAS. NO MÍNIMO QUE TAL PROFESSORA DEVERIA RECEBER É UMA SUSPENSÃO DE 90 DIAS. QUE TRISTE !!!

  2. Reinoldo Hey
    domingo, 11 de novembro de 2012 – 8:50 hs

    Realmente a imagem do ensino público não é boa. Boa mesmo é dos funcionários fantasmas da AL.

  3. Ulysses
    domingo, 11 de novembro de 2012 – 10:52 hs

    PROVA EVIDENTEMENTE ABSOLUTA DA FORÇA MAIS REAL E INTEGRAL CAPAZ DE DEMONSTRAR CABALMENTE APENAS UM DOS PORQUÊS A INTERNET NÃO PODE NEM DEVE SER CONTROLADA, CENSURADA, VIGIADA E PERSEGUIDA POR ‘GOVERNOS’, ‘MARCOS REGULATÓRIOS’ ETC., ENTRE OUTROS DISFARCES. A INTERNET NASCEU LIVRE, É TERRITÓRIO LIVRE E DEVE CONTINUAR SENDO TERRITÓRIO LIVRE QUANDO O ASSUNTO FOR LIBERDADE DE PENSAMENTO, DE PESQUISA E DE OPINIÃO, SEJA PÚBLICA OU PRIVADA.
    MENORES POSTARAM UM VÍDEO REVELADOR DA FARSA BRASILEIRA QUE É A PSEUDOEDUCAÇÃO NACIONAL. SALÁRIOS DE MISÉRIA, JAMAIS ATRAIRÃO AS MELHORES INTELIGÊNCIAS DO PAÍS PARA SERVIR À ‘NAÇÃO’. NÃO HÁ 1 SÓ FALSO MORALISTA NESTE CASO GRITANDO CONTRA A INTERNET, PORQUE UM ‘DE MENOR’ POSTOU UM VÍDEO – TERRIVELMENTE ASSUSTADOR. AQUILO, NA VERDADE, É UM RETRATO ORIGINAL DE APENAS OUTRO ANTIPROFESSOR BRASILEIRO.

  4. domingo, 11 de novembro de 2012 – 11:41 hs

    Mostre a caa desta professaora. Deste jeito todas as professoras om o físico da acusada serão suspeitas. Se é para mostrar motre a cara dela também. Ou ela é menor de idade que não pode ter sua identidade revelada. Que culpa tem Beto Richa deste fato, pelo jeito é mais uma herança do Requião.

  5. Raul Maleatto
    domingo, 11 de novembro de 2012 – 11:45 hs

    Até parece que a professora matou 7 pessoas com um caminhão desgovernado, na estrada! Temos coisas muito mais graves para nos preocupar.

  6. Rocambole de Jaca
    domingo, 11 de novembro de 2012 – 11:46 hs

    Vulgaridade. Falta qualificação.

  7. justino bonifacio martins
    domingo, 11 de novembro de 2012 – 14:19 hs

    Ora, pessoal tanta coisa importante para tratar na educação voces ficam preocupados com fuxicos. Querem prejudicar uma professora que está falando aquilo que a meninada já está apreendendo nas novelas do Globo. Pequem no pé dos parlamentares viados e cornos que tem aos montes por ai!

  8. kiko
    domingo, 11 de novembro de 2012 – 17:31 hs

    Concordo que professores não deveriam dizer obscenidades em sala de aula. E os alunos podem? ACarlos

  9. Silvana Leal
    domingo, 11 de novembro de 2012 – 20:28 hs

    Lamentável a conduta e postura da educadora.É sem dúvida a falta de preparo de mais um segmento profissional.Da maneira como as coisas estão, o que será que veremos oportunamente? Espero que medidas cabíveis sejam aplicadas para que sirva de exemplo aos maus educadores de plantão.

  10. Strapasson
    domingo, 11 de novembro de 2012 – 21:00 hs

    Bozo: sou professora da rede estadual e não perdi a “noção das coisas”. Favor não generalizar.
    Concordo que a professora manifestou um comportamento absolutamente errado sob todos os aspectos.
    Existem procedimentos administrativos para resolver esta situação: tanto punitiva quanto de orientação.
    Concordo, também, com o “que triste”. A educação brasileira está há muito tempo assim e não vejo melhora a curto prazo. Tristeza.

  11. Strapasson
    domingo, 11 de novembro de 2012 – 21:12 hs

    Errata: onde está escrito punitiva, leia-se punitivos. Desculpe. Grata.

  12. sergio silvestre
    domingo, 11 de novembro de 2012 – 22:22 hs

    Acontece coisas piores dentro das salas de aula e no lado de fora.Começando pelos uniformes colados que mostram toda
    protuberancia das adolescentes.Tudo bem que dentro de uma sala de aulas a coisa deveria ser mais comedida,e tem certos alunos que um simples palavrão épouco pelo que fazem.

  13. José Andrade
    domingo, 11 de novembro de 2012 – 22:52 hs

    O Faustão fala coisa muito pior…

  14. Anônimo
    segunda-feira, 12 de novembro de 2012 – 8:37 hs

    Não dá para ver o video.

  15. LARA
    segunda-feira, 12 de novembro de 2012 – 9:24 hs

    bozo, professores uma virgula, não generalize o infeliz comportamento de alguns sendo atribuído aos professores, mas entre você em sala de alula para ver o que os professores ouvem e aguentam alunos mal educados.

  16. Leandro
    segunda-feira, 12 de novembro de 2012 – 11:20 hs

    A aula me pareceu super divertida e interessante. Estudei em escola particular que professores tambem falavam besteiras aos adolescentes, e muito mais do que nesse vídeo. Como falar em educação sexual sem falar besteiras????

  17. Ivan Carlos Komanski
    segunda-feira, 12 de novembro de 2012 – 20:56 hs

    Um bando de falsos moralistas!

    15, 16 anos, não são criancinhas, já sabem muito bem das coisas, podem votar, fazer sexo, até matar já matam e são tratados como inimputáveis…haha!

    Vão procurar o que fazer povo!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*