Fruet terá de remanejar R$ 206 milhões se quiser 30% para a educação já em 2013 | Fábio Campana

Fruet terá de remanejar R$ 206 milhões se quiser 30% para a educação já em 2013

Fruet: equipe de transição se reúne com vereadores (Marcos Borgest).

De Amanda Audi, Gazeta do Povo:

O prefeito eleito de Curitiba, Gustavo Fruet (PDT), terá de correr contra o tempo caso queira cumprir já no primeiro ano de seu governo uma de suas principais promessas de campanha: a destinação de 30% do orçamento do município para a educação. Na proposta orçamentária para 2013, elaborada pela gestão do prefeito Luciano Ducci (PSB) e em análise na Câmara de Curitiba, o porcentual previsto é de 26,5%.

Essa diferença de 3,5 pontos porcentuais equivale a pouco mais de R$ 206 milhões. Para conseguir injetar esse valor adicional na educação no ano que vem, seria necessário um remanejamento no orçamento, com a retirada de recursos de outras áreas. Como o orçamento segue em análise na Câmara, ainda é possível fazer alterações, mas tudo tem de ser avaliado.

A previsão é que a Câmara vote a Lei Orçamentária de 2013 nos dias 11 e 12 de dezembro. “Mudanças no orçamento podem ser colocadas até um dia antes dessa data, então estamos aguardando sinalização da equipe de transição do Gustavo [Fruet]”, diz o vereador Serginho do Posto, presidente da Comissão de Economia, Finanças e Fiscalização e líder do governo na Casa.

Segundo o vereador, a destinação de 30% do orçamento para a educação já no ano que vem é possível, mas para isso seria preciso “radicalizar”. “O dinheiro tem de sair de algum lugar, então teria de cancelar algum programa de outra secretaria que não cause muito impacto para a população”, avalia.

Sem radicalismo

A expectativa, no entanto, é que Fruet não faça mudanças radicais no texto orçamentário. De acordo com a assessoria de imprensa do prefeito eleito, a ideia é chegar ao porcentual de 30% para a educação ao longo dos quatro anos de mandato. Por isso, não há o compromisso de fazer a alteração já no orçamento de 2013.

Mesmo que a meta não seja chegar aos 30% já em 2013, em alguma coisa Fruet terá de alterar o orçamento do ano que vem para conseguir, em quatro anos, alcançar o porcentual prometido. Líder do PT na Câmara, o vereador Pedro Paulo diz que a bancada de apoio de Fruet ainda espera um direcionamento da equipe de transição.

Segundo ele, há boas chances de alterar o texto, mas isso ainda depende de uma orientação sobre quais pontos o novo prefeito pretende mudar. “Vamos nos reunir esta semana com a equipe de Fruet para discutir as mudanças e se elas serão feitas. Mas a sinalização é positiva”, afirmou.

Além de se reunir com os vereadores, a equipe de transição de Fruet também se encontrará com integrantes da gestão de Ducci para tratar de questões orçamentárias na próxima semana. Na pauta da reunião, marcada para a próxima terça-feira, estão dados sobre o orçamento e análise de possíveis alterações.


11 comentários

  1. JUSTO
    sexta-feira, 16 de novembro de 2012 – 17:58 hs

    E AGORA SENHOR GUSTAVO , VAI COMEÇAR A CUMPRIR O QUE PROMETEU OU VAMOS DEIXAR PARA O PROXIMO EXERCICIO.

  2. FEIRANTE
    sexta-feira, 16 de novembro de 2012 – 18:00 hs

    senhor prefeito , gostariamos de saber se continuará ir a feira no domingo como por vezes ia , ou se agora como prefeito esquecerá de nós??

  3. Max
    sexta-feira, 16 de novembro de 2012 – 19:06 hs

    A campanha de Fruet foi em cima de 30% para Educação, é claro que ele vai cumprir, senão os sindicatos vão ficar sem fala ou vão fazer de conta que a culpa é do Beto como é costume do PT ?

  4. jorge
    sexta-feira, 16 de novembro de 2012 – 20:43 hs

    … é fácil Gustavo.. basta limpar com os cargos em comissão … diga-se apaniguados do atual governo, chamar todos os outros funcionários da prefeitura a disposição em Secretarias Estaduais. Remanejar o orçamento…torna-se simples assim e ainda sobra recursos.

  5. Vigilante do Portão
    sábado, 17 de novembro de 2012 – 4:30 hs

    KKKKK

    Já desconversaram.

    Você, Professor da Rede Municipal que acreditou no FRUET.

    Ele prometeu:

    VALORIZAR os Professores;
    ZERAR a fila das creches;
    Universalizar a ESCOLA INTEGRAL;
    Implementar os 30% de Hora – Atividade;
    REDUZIR a jornada do pessoal das creches;
    Aposentadoria especial para os atendentes;
    Construir dezenas de quadras cobertas.

    Podem esperar SENTADOS.

    A “thurma” do PT e da futura bancada governista, não querem nem ouvir falar em remanejar o Orçamento de 2013.

    ERA TUDO MENTIRA!

  6. Sempre Alerta
    sábado, 17 de novembro de 2012 – 9:39 hs

    Eu cantei essa bola, Curitiba terá 4 anos pela escolha errada. e Já começou, 30% pra educaçao… só em 2014. e Olhe lá, porque 2014… é ano de Copa.

  7. Pedreiro
    sábado, 17 de novembro de 2012 – 10:54 hs

    Não passa de uma SEP- Síndrome de Eleição Perdida – A simples lembrança que a partir de Janeiro o nobre edil estará tecnicamente na oposição é a causa desse pavor todo!
    – Não esquenta Serginho, teu partido não sabe fazer oposição; isto é coisa para o PT, fica em cima do muro que daqui a pouco você vai achar que o Fruet é um cara simpático e como já está sinalizando:
    -“Mudanças no orçamento podem ser colocadas até um dia antes dessa data, então estamos aguardando sinalização da equipe de transição do Gustavo” você será aproveitado em alguma comissão dessas que se reúnem só para marcar o ponto e tudo será como antes no condado do Abranches!

  8. ranciaro
    sábado, 17 de novembro de 2012 – 11:45 hs

    Não parece impossível. Durante o exercício financeiro Prefeitos utilização o percentual aprovado pela Câmara e fazem o remanejamento sem problemas em valores muito maiores do que esse.

    As rubricas normalmente saem das Secretaria de Administração, Habitação; Esporte e Turismo e Secretaria de Obras, esta última é a preferida, pois detém o maior volume de previsão de recursos. Depois ao longo da gestão, vão se adequando os gastos através dos créditos suplementares.

    O grande problema do Prefeito Fruet é com a Folha de Pessoal e seus infindáveis Cargos de Provimento em Comissão de Livre Nomeação em detrimento dos cargos efetivos.

    Existe muita gordura na descentralização da administração.

  9. LUCIANO CARVALHO
    sábado, 17 de novembro de 2012 – 21:29 hs

    Acho que o papel dele é chegar aos 30% sim, mas quando ele for o responsável por montar o orçamento coisa que apenas para 2014 depois disso sim alguém pode cobrar ele de metas antes tem que deixar o homem governar. Parece que o povo está a procura do que cobrar o homem mesmo antes dele assumir.

  10. ANONIMO
    sábado, 17 de novembro de 2012 – 22:51 hs

    acho difícil isto acontecer até por conta da falta de dinheiro, mas mesmo que seja possível, o fruet apenas vai conseguir influenciar no orçamento ano que vem, este ano é a base de vereadores do ducci e do richa que manda na camara.

  11. geron
    sábado, 17 de novembro de 2012 – 23:10 hs

    calma gente, o prefeito ainda vai assumir,
    e dia 01 de janeiro de 2013
    quando tiver com a caneta na mao.
    dai e outra conversa.
    bom dia!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*