Freire ironiza Cardozo: mensalão pode servir para melhorar prisões | Fábio Campana

Freire ironiza Cardozo: mensalão pode servir para melhorar prisões

Freire diz que preocupação só veio porque petistas foram condenados (Foto: Tuca Pinheiro).

Da assessoria do PPS:

O presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (SP), disse, nesta quinta-feira, que o julgamento do mensalão, além de histórico, por condenar crimes do colarinho branco, pode forçar o governo federal a investir o dinheiro destinado a melhorias no sistema prisional. Ele fez a afirmação ao ironizar declaração do ministro José Eduardo Cardozo (Justiça) de que preferiria morrer a ficar preso numa penitenciária do Brasil.

Freire lembrou que o governo Dilma não chegou a 5% do dinheiro destinado ao sistema prisional e afirmou que Cardozo, “pelo menos não usou aquele velho mantra do lulopetismo de que tudo é culpa do governo Fernando Henrique Cardoso”. Afinal, disse Freire, o PT está há 10 anos no poder e não tem mais como se esquivar da responsabilidade pela administração federal.

Para Roberto Freire, o fato de o governo Dilma só ter investido 1/5 dos recursos em prisões é “a maior demonstração de incompetência da presidente e dos seus ministros em planejamento e execução orçamentária”. O ministro Cardozo, ressaltou Freire, “reconheceu que (os petistas) estão há 10 anos no governo e nada fizeram para mudar essa triste realidade do sistema carcerário”.

Para Freire, esse assunto só foi levantado pelo ministro da Justiça porque poderosos do colarinho branco do partido dele estão prestes a cumprir pena em regime fechado.

Desastres governamentais
Na avaliação de Roberto Freire, os exemplos de “desastres governamentais” estão começando a surgir “com toda força na economia, na natureza e na vida, que cobram responsabilidade”. O deputado citou, além do drama carcerário, a seca do Nordeste, onde o governo Lula prometeu concluir a transposição das águas do rio São Francisco. “A transposição não foi feita e alguns elefantes brancos já fazem parte da paisagem”.


7 comentários

  1. jaferrer
    quinta-feira, 15 de novembro de 2012 – 22:42 hs

    É isso aí! Precisa agora a população acordar e, com responsabilidade, cobrar dos petralhas o “novo Brasil” prometido pelo apedeuta mor e esquecido nos últimos dez anos.

  2. Vigilante do Portão
    sexta-feira, 16 de novembro de 2012 – 5:13 hs

    De fato, para abrigar os “companheiros”, podem criar prisões 5 estrelas.

    As alegações e os protestos do PT não encontraram ECO na sociedade.

    O povão não acreditou na versão falsa de golpe das elites e da mídia.

    Nem Lula, esperto, teve a coragem de se manifestar e defender os Camaradas .

    Então,
    Resta espernear, mesmo sabendo, que em algum momento, a PENA será cumprida.

  3. BOZO
    sexta-feira, 16 de novembro de 2012 – 8:28 hs

    O PAÍS TÁ VIRADO DOS AVESSOS MESMO. O MINISTRO CARDOZO AFIRMOU QUE PREFERE A MORTE DO QUE FICAR PRESO EM UMA CADEIA BRASILEIRA, ENQUANTO ISSO, MILHARES DE PESSOAS ESTÃO CONFINADAS EM CÚBICULOS DESUMANOS, EM VERDADEIRAS ESCOLAS PARA O CRIME. MINISTRO, NÃO SERIA MAIS FÁCIL O GOVERNO FEDERAL RESOLVER O PROBLEMA ????? É UMA PIADA …

  4. JR
    sexta-feira, 16 de novembro de 2012 – 9:32 hs

    Cadê os presídios que o Lula tanto prometeu em época de campanha??? Será que o povo já esqueceu disso também??? Não que eu me importe muito com o bem estar da bandidagem, pois sou d máxima que bandido bom é bandido morto, mas não devemos esquecer que nas cadeias e presídios estão milhares de pessoas presas injustamente, então para estes eu cobro aqui as promessas do grande “Deus” Lula… Cadê os presídios federais que você e o PT prometeram???

  5. PEDREIRA
    sexta-feira, 16 de novembro de 2012 – 9:36 hs

    O que está acontecendo talvez seja a preparação para mais uma alteração casuística das Leis que prescrevem penas de prisão para a lavagem de dinheiro, corrupção, gestão fraudulenta etc, etc. A veemente censura verbal de um ministro do STF(que até então se mantinha calado, e sempre seguia o voto do revisor, sem qualquer comentário) às penas de prisão, que no seu entender são “medievais” deveriam ser trocadas por penas de multa mais exacerbadas. E tal manifestação ocorreu simultaneamente às declarações do ministro da “justiça”, que atacou o sitema prisional brasileiro, que alega ser desumano, esquecendo-se que o “governo” ao qual pertence está há 10 anos no poder e nada fez para mudar tal quadro, que realmente é dramatico.
    Quer me parecer que tais manifestações são sintomáticas e estão a preparar o caminho para investidas contra as penas de prisão por meio de alterações legislativas(nas casas do espanto) que, se levadas a efeito poderão anular as penas já definidas contra os “cumpanheiros” uma vez que, em Direito Penal, tudo o que pode beneficiar é acolhido e acatado em favor de malfeitores. Pensem nisso !!!!!!!!!!!!!!!!!!

  6. salete cesconeto de arruda
    sexta-feira, 16 de novembro de 2012 – 13:41 hs

    Freire – o que recebe do governo do PSDB de São Paulo?!

  7. ambrozio junior
    sexta-feira, 16 de novembro de 2012 – 17:40 hs

    Que eu saiba esse ministro da justiça nunca visitou um penitenciária federal, tanto ele como o seu antecessor Tarso Genro nunca se preocuparam em ao menos conhecer os sistema que eles administram.
    Enquanto a segurança pública ficar nas mãos de bravateiros a violência irá prevalecer.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*