Aumento em postos é combinado e quem desobedece sofre pressão | Fábio Campana

Aumento em postos é combinado e quem desobedece sofre pressão

Da :

Uma dona de posto de combustíveis denuncia: os preços praticados na Capital são combinados entre diretores do setor e quem não obedece sofre pressão. A empresária, que não quer se identificar com medo de represálias, afirma que a história contada para que os preços subam envolve diretores de uma petrolífera e o valor que será cobrado é definido em reunião.

A dona de postos conta que a cidade é dividida em regionais e assim o aumento combinado é divulgado.

A empresária fala sobre a declaração do presidente do Sindicombustíveis, Roberto Fregonese, que afirmou ontem à Band News que a gasolina estava “de graça”.

Ela afirma que os postos que decidem manter o preço baixo sofrem pressão com uma fiscalização maior.

 


17 comentários

  1. Luiz Fernando Pereira
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 10:41 hs

    Extremamente revoltante essa situação, ainda mais quando os consumidores ficam reféns, sem nada poder fazer a respeito (como sempre acontece – afinal, boicotar os postos de combustível seria inviável…).
    O Procon ameaça com multas de R$ 400 a R$ 6.000,00, que não fazem nem cócega na contabilidade dos postos.
    E o Ministério Público? Será que os Promotores de Justiça não abastecem seus carros aqui?
    Quanto ao Sindicombustíveis, sempre pinta os donos de postos como coitadinhos que fazem caridade ao vender gasolina barata… nos próximos aumentos (que certamente virão), penso que nem será necessário entrevistar o Fregonese. Basta “reciclar” as entrevistas anteriores, já que o lero-lero é sempre o mesmo.

  2. Observador
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 10:41 hs

    Isso é caso de Polícia. Cadê a Polícia, o Ministério Publico?

  3. tadeu rocha
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 10:44 hs

    QUANTAS PESSOAS NO PARANÁ E NO BRASIL, ESTAO LENDO ESSA PALHAÇADA, O QUE VAMOS FAZER NÓS BRASILEIROS, SR ROBERTO DISSE , A GOZOLINA ESTA BARATA, ESTA PARA ELE , VAMOS BRASILEIROS TOMAR VERGONHA NA CARA E VAMOS DIZER NAO NAO NAO, PARA ESSE ALMENTO COMBINADO.

  4. Paulo
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 10:54 hs

    Que vergonha essa politica combinada de preços de combustiveis em Curitiba..Tinha que ser por aqui nao é mesmo…..kakakakkaaa…Tem uma coisa pior que isso..querem saber? Nada mesmo .Nem Procon nem Ministerio Publico tomam alguma providencia com essa bandidagem que se chama (DONOS DE POSTOS E DISTRIBUDORA DE COMBUSTIVEIS, da nossa capital..Acordem autoridades…..

  5. Eu li
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 10:56 hs

    Sacanagem, são pessoas que querem a destruição do país.
    VANDALOS

  6. Paulo
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 11:02 hs

    Que vergonha essa politica combinada de preços de combustiveis em Curitiba..Tinha que ser por aqui nao é mesmo…..kakakakkaaa…Tem uma coisa pior que isso..querem saber? Nada mesmo .Nem Procon nem Ministerio Publico tomam alguma providencia com essa bandidagem que se instalou em nossa capital..Acordem autoridades…..

  7. OCIMAR
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 11:03 hs

    COM CERTEZA TEM PETISTA NO MEIO.

  8. Indignada!
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 11:18 hs

    Isso é roubo, formação de quadrilha e cartel! Cade o PROCON, Polícia e o Ministério Público????

  9. Deutsch
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 12:02 hs

    O mafioso do Fregonese já devia estar preso há muito tempo. Ele sempre comandou o esquema fraudulento nos postos em Curitiba. Todo mundo sabe, inclusive a polícia, mas ninguem faz nada. Porque será?

  10. quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 12:48 hs

    Até quando os consumidores/motoristas ficarão sujeitos a atitudes deste tipo??? A máfia da gasolina resolve subir os preços SEM JUSTIFICATIVA ,com inúmeras explicações,explicações.É o caso do Ministério Publico abrir uma INVESTIGAÇÃO sobre estas denúncias, que acredito já COMPROVA ABUSO ECONÔMICO.E precisamos DAR NOME AOS BOIS,identificando distribuidora(s) sindicatos,etc… com seus responsáveis,NOMES E FUNÇÕES e se possível A FOTO de cada um identificando responsabilidades no assunto.A população MERECE RESPEITO…

  11. MILITANCIA FEMININA
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 15:50 hs

    Q novidade !!! Ainda falam em liberdade de expressão aqui no Brasil não existe isso !!!

  12. quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 17:46 hs

    Tem que mandar pra cadeia esse “eterno presidente do sindicombustiveis” Roberto Fregonese.

  13. Pedro Rocha
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 19:58 hs

    Escutei agora à tarde na BandNews que o Procon, junto com o MP, multaram o Sindicato do boquirroto Fregonese em
    R$ 1.200mil Reais.
    Tomara que perdure essa essa penalidade e seja efetivamente cobrada! – Só assim esses espertalhões param de brincar no bolso dos outros!

  14. Cajucy Cajuman
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 22:22 hs

    E onde está o Ministério Pùblico para averiguar e defender punição para os safardanas? A ladroagem está grande, nos quatro cantos do país, não? Até quando?
    Será que é preciso um panelaço em praça pública pela moralização nacional, além dos parlamentos, é claro!

  15. Guilherme Becker
    quinta-feira, 1 de novembro de 2012 – 23:08 hs

    Enquanto na Europa o povo destrói tudo. Aqui o povo paga e mal reclama. Por este exato motivo, nosso custo de vida é superior ao mundo todo.

  16. sergio silvestre
    sexta-feira, 2 de novembro de 2012 – 13:03 hs

    Se o mp de Londrina não resolveu isso,não vai ser o de curitiba zzzzzz que vai resolver.
    Mas se for um adversario politico???????????????????????

  17. nelson
    sábado, 30 de novembro de 2013 – 0:23 hs

    Façam algo de concreto, não fiquem latindo como cães que não mordem:
    descubram os postos do fregonese e boicote. Parem de abastecer, também, nos postos de bandeira Petrobras e vcs vão ver o que acontecerá.

    Mas brasileiro é malandro agulha. Precisa desenhar?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*