Álcool é mais vantajoso que gasolina na capital | Fábio Campana

Álcool é mais vantajoso que gasolina na capital

Da Joice Hasselmann:

O etanol voltou a ser a melhor opção para os motoristas de carro flex na capital depois de 16 meses. O álcool subiu cerca de 7%, mas a gasolina subiu mais, em média 16%. Anteriormente, dois fatores mantinham a preferência pela gasolina. O primeiro era a queda na oferta, provocada por quebras na safra de cana e a falta de investimento na renovação, também pela ampliação de canaviais. O segundo era o congelamento dos preços da gasolina. Após o forte reajuste promovido pelos postos de Curitiba, esse quadro mudou e o etanol passou a ser mais vantajoso para o consumidor.


2 comentários

  1. MOTORISTA CASCAVELENSE
    sábado, 24 de novembro de 2012 – 13:34 hs

    Algum tempo atrás a Policia do Requião, 2010, a pedido do Sindicombustiveis, usando um delegado do cope que era o marido da advogada e secretearia do sindicato interessado, conseguiu prender proprietários de postos de gazolina de bandeira branca, famosa OPERAÇÃO PREDADOR, sob a alegação de que os postos de gazolina acusados pelo Sindicombustiveis estavam fazendo concorrencia desleal vendendo o alcool a baixo do preço de custo para quebrar os concorrentes e assim tomarem conta do mercado.
    A justiça percebendo a armação do Sindicato e da fantasiosa acusação da policia que era seria formação de quadrilha para praticar preços predatórios, revogou de imediato as prisões e alguns donos de postos na sequencia conseguiram trancar o processo por falta de justa causa, porque demonstraram que não representam 1% (um por cento) dos mais de qurenta mil postos existentes e seria impossivel quebrarem os postos da grandes distribiidoras.
    Pois bem, agora esta acontecendo o inverso. Aqui em Curitiba nunca os proprietarios de postos de gazolina ganharam tanto como agora. Um posto que teima em ganhar menos vendendo a gozolina a preço menor do orientado pelo Sindicombustiveis, vem sofrendo atentado a bala e depredação.
    Agora não conseguem mais usar a policia para prender quem vende mais barato e não entra no cartel, mas FORÇAS OCULTAS AGEM A BALA MESMO.
    Onde esta o Ministério Público do Parana que não toma uma providencia?
    Até quando estaremos enriquecendo os donos de postos de combustivel que deitam e rolam de tanto ganhar dinheiro praticando preços extorsivos?
    Eita Brasil véio, se prende quem vende barato e se manda bala em quem não entra no cartel para tomar o dinheiro do consumidor.
    Até quando?

  2. Tony Carlos
    domingo, 25 de novembro de 2012 – 23:35 hs

    Concordo com o comentário do “Motorista Cascavelense”, acrescento o seguinte, o caso do Posto que foi vítima de “atentado” por 2 vezes é caso de Polícia Federal, nós enquanto consumidores além de reclamar e dar nossa opiniões, devemos sair da “zona de conforto” e termos “atitude” qual seja, pesquisar e comparar os preços, denunciar irregularidades, boicotar lojas de conveniências, protestar pacificamente, se manter mobilizados, usar as redes sociais, internet, aí eu pergunto, os donos de Postos não são organizados?, porquê o povo também não se organiza, não adiante só reclamar e não ter atitude. Aliás sugiro a utilização de um site que foi lançado aqui em Curitiba, http://www.netpostos.com, além de mostrar os preços, nos dá condição de criar rotas, recomendo, muito útil, as coisas boas devem ser compartilhadas e divulgadas, ainda mais em tempos de preços nas alturas, acirrando a concorrência com certeza os preços irão baixar.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*