Tiros, prisões, a campanha em Cascavel vira faroeste | Fábio Campana

Tiros, prisões, a campanha em Cascavel vira faroeste

Via Thea Tavares

As notícias que chegam de Cascavel são assustadoras. Dois carros da campanha do Professor Lemos (PT) foram alvejados por balas e a polícia investiga se teriam partido de armas de integrantes da campanha adversária, ou seja, de correligionários do candidato Edgar Bueno (PDT). Esses cabos eleitorais foram presos em flagrante por distribuição de panfletos apócrifos contra o candidato do PT. Entre eles, foi detido o chefe de gabinete do deputado estadual Adelino Ribeiro, Nivaldo Missio. A polícia lavrou boletins de ocorrência e efetuou as prisões. Segundo informações obtidas junto à campanha do candidato Lemos, todos foram encaminhados à delegacia da Polícia Federal de Cascavel.

Em 2007, Nivaldo Missio Sotel foi demitido da reitoria da UNIOESTE por conta de uma série de ações ilícitas praticadas por ele na instituição e também por não comparecimento ao local de trabalho no ano de 2005 por mais de 30 dias consecutivos. Foi enquadrado na época no artigo 293 do Estatuto dos Servidores Públicos (Lei nº 6.174/70): abandono de emprego, aplicação irregular de dinheiro público, lesão aos cofres públicos e dilapidação do patrimônio do Estado.

Há poucas horas, o perfil da campanha de Lemos nas redes sociais convocou militantes para denunciarem e ajudarem a polícia a localizar os responsáveis pela campanha suja com panfletos apócrifos. Após esse resultado, o perfil divulgou um agradecimento:


13 comentários

  1. Vigilante do Portão
    segunda-feira, 22 de outubro de 2012 – 4:37 hs

    Como nos “velhos Tempos do Jacy”.

  2. Yuri
    segunda-feira, 22 de outubro de 2012 – 8:24 hs

    Isso se chama desespero minha gente, o Lemos vai ganhar essa. Cadeia nesses bandidos.

  3. netto
    segunda-feira, 22 de outubro de 2012 – 8:50 hs

    bem, voltaram os tempos de tiro-teios em Cascavel?

  4. BERNARDO
    segunda-feira, 22 de outubro de 2012 – 9:33 hs

    o desespero toma conta da campanha do adversário. A distribuição de panfletos apócrifos é a mais covarde das atitudes. Tentam atingir o candidato Lemos de forma rasteira e preconceituosa. Devemos banir esse tipo de política de nossas terras pois mais uma vez Cascavel vai para as páginas policiais e agora pelas mãos do alcaide.Os advogados de Edgar estavam lá… que situação, se não comparecem o cara fala tudo e como foram, só configura que a sacanagem veio deles! POLICIA FEDERAL AGORA É A VEZ DE VOCÊS, INVESTIGUEM E PEGUEM O MANDANTE. POR POUCO NÃO TEVE CADÁVERES; FORA EDGAR E FORA ESSA TURMA.

  5. luis
    segunda-feira, 22 de outubro de 2012 – 9:36 hs

    sensacional, o blog reproduzindo nota tendenciosa de petista. não há prova de ligação da campanha de bueno com os tiros, mas a nota da petista usa os tiros para fazer ilações. prepare-se curitiba, assim vai ser a prefeitura da cidade,

  6. VLemainski - Cascavel
    segunda-feira, 22 de outubro de 2012 – 10:02 hs

    Lutou-se muito para que Cascavel pudesse ter segundo turno nas eleições. Que decepção… Esqueceram que o voto tem que ser conquistado ao invés de ser imposto por interesses excusos…

  7. Militancia Feminina
    segunda-feira, 22 de outubro de 2012 – 10:38 hs

    Isso tudo pelo poder ou pelo dinheiro !!!

  8. Jaqueline
    segunda-feira, 22 de outubro de 2012 – 10:43 hs

    Bem a cara desses coronéis que mandam em Cascavel. Mandando seus jagunços fazerem o servicinho sujo deles!

  9. José Andrade
    segunda-feira, 22 de outubro de 2012 – 11:37 hs

    Não querem perder a boquinha mesmo hein!!!

  10. Lee
    segunda-feira, 22 de outubro de 2012 – 14:26 hs

    E se foi armação do próprio PT para posar de vítima?
    Até a PF elucidar, já estaremos no século 22.

  11. origem
    segunda-feira, 22 de outubro de 2012 – 14:34 hs

    Uma coisa tem que ser esclarecido, o LEMOS nestas historias não tem nada de santo, pois quem faz o que ele fez deveria ser excluido da POLITICA, o cara e de CURITIBA, nem a familia dele vota nele. A GENTE VAMOS ABRIR OS OLHOS PARA ESTE TIPO DE GENTE NEM EM CASCAVEL NEM O PARANÁ MERECE TER ESTE TIPO DE POLITICO.

  12. paulo
    terça-feira, 23 de outubro de 2012 – 12:14 hs

    é o edgar tentando se manter no poder a qualquer custo abram o olho povo ele ta com medo pois se não se eleger pode ser preso por corrupção.

  13. Parreiras Rodrigues
    terça-feira, 23 de outubro de 2012 – 14:39 hs

    É, são vários os casos de candidatos que armam atentados contra si mesmos.

    Vários não, milhares.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*