Sem barganha | Fábio Campana

Sem barganha

Do Ilimar Franco:

O presidente do PSB, governador Eduardo Campos, mandou um recado ao partido: nada de pedir ministérios e cargos no governo, na reforma que a presidente Dilma vai fazer. Não quer que estes pedidos virem moeda de troca no partido.


7 comentários

  1. Neto
    quarta-feira, 31 de outubro de 2012 – 10:40 hs

    Mas quem deve pedir, no jogo politico é sempre o Presidente do partido. Portanto…………..

  2. Neto
    quarta-feira, 31 de outubro de 2012 – 10:44 hs

    Curiosidade,:
    No Parana o partido que mais votos fez foi o PT, 13% 776 mil votos, depois foram o PDT e PMDB com 12,8%, 775 mil votos, em 4º lugar vem o PSDB com 10,4%, 622 mil votos.
    Partido de gvernador tem obrigação de ser o mais votado em eleições municipais

  3. Max
    quarta-feira, 31 de outubro de 2012 – 12:59 hs

    Quem é conhecido no Planalto como moedinha é o Fruet

  4. Deutsch
    quarta-feira, 31 de outubro de 2012 – 13:10 hs

    Tá pensando em 2014. Se o partido for agraciado com algum cargo, foi porque a dilma quis e assim terá toda a liberdade de não apoiar a reeleição da presidANTA.

  5. JR
    quarta-feira, 31 de outubro de 2012 – 14:00 hs

    Isso está me cheirando a tentativa de fazer vôo solo… será??? 2014 Campos para presidente???

  6. Cara de paisagem, viu Neto ?
    quarta-feira, 31 de outubro de 2012 – 14:10 hs

    É que “moeda” fica muito barato na troca. Edu deve estar pensando em administrar o “cofre”. No bom sentido !
    ……………………………
    Pois é Neto ! É que para alguns a leitura do resultado eleitoral é feita com o gráfico invertido. E para o distinto público, apenas uma discreta cara de paisagem e bye bye.
    ……………………………
    Clovis Pena

  7. elton
    quarta-feira, 31 de outubro de 2012 – 15:03 hs

    Neto,
    Qual a relação do seu segundo comentário com a nota?
    Já deu o tom da conversa para as eleições de 2014 – se prepara dilmão que não vai ser fácil não.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*