TRE multa coligação de Ducci em R$ 10 mil | Fábio Campana

TRE multa coligação de Ducci em R$ 10 mil

O TRE condenou a coligação Curitiba Sempre na Frente por litigância de má fé e aplicou multa de R$ 10 mil à campanha de Luciano Ducci.

A coligação de Ducci entrou com ação contra a coligação Curitiba Quer Mais, que tem Gustavo Fruet como candidato a prefeito, alegando que imagens externas haviam sido usadas nos comerciais de televisão.

Mesmo após a negativa da juíza da 3.ª Zona Eleitoral de Curitiba, Renata Estorilho Baganha, a coligação de Ducci insistiu e recorreu a corte do TRE. Acima estão as sentenças proferidas pela juíza determinando a suspensão do cumprimento da sentença até que fossem julgados os recursos de Ducci. Clique nas imagens para ampliá-las.

A julgar o recurso, o Tribunal considerou abusiva a insistência dos advogados de Ducci e aplicou a multa de R$ 10 mil de ofício – por iniciativa própria da corte, mesmo sem pedido da coligação de Fruet.

O relator do processo, Marcos Roberto Araújo dos Santos, chegou a afirmar que a ação representou um desgaste excessivo à Justiça Eleitoral.

Revertida

A coligação de Gustavo Fruet conseguiu reverter a decisão que determinava a perda de seis minutos no programa eleitoral do rádio.

A juíza eleitoral, Renata Estorilho Baganha, reconsiderou a decisão que tinha como infração o uso da vinheta de passagem, que citava o número 12, no programa dos vereadores.


Um comentário

  1. sergio silvestre
    terça-feira, 11 de setembro de 2012 – 20:38 hs

    Esses batalhões de advogados que estes malacos tem,o dinheiro para pagalos sai de onde?
    Tambem este tre deve ter pouco trabalho lá né

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*