STF pode revolucionar o sistema carcerário | Fábio Campana

STF pode revolucionar
o sistema carcerário

Do Josias de Souza:

É preciso levar em conta o lado bom das coisas. Por exemplo: confirmando-se a hipótese de serem mandados à cadeia, os líderes do núcleo publicitário, do núcleo financeiro e os companheiros do núcleo político do mensalão poderão prestar um inestimável serviço ao país. Com suas críticas, ajudarão a aperfeiçoar o sistema carcerário nacional.

Os cárceres brasileiros podem estar prestes a viver uma revolução. Os crimes do poder nunca acabaram em castigo nessa terra de Palmeiras. Estava entendido que, acima de um certo nível de renda, nada era tão grave que justificasse tamanho desconforto. O país contentava-se com a má notoriedade propiciada pelas manchetes. Ainda assim por pouco tempo.

Se a impunidade vai mesmo acabar, se a tendência Barbosa vai prevalecer sobre a linha Lewandowski, se o roteiro da purgação passará a incluir a cana o governo tem a obrigação de tomar providências. Convém preparar as prisões para receber os novos hóspedes. Até por solidariedade aos correligionários em apuros, Dilma não pode ficar de braços cruzados.

As próprias empreiteiras terão interesse em aperfeiçoar os projetos das cadeias. Se a moda de prender corruptos e corruptores pegar, não são negligenciáveis as chances de alguns executivos de construtoras conquistarem o seu lugar atrás das grades. Garantindo-se o superfaturamento, decerto não se negarão a caprichar no acabamento. Urge incluir os complexos penitenciários no RDC, o regime flexível de licitações.

Pioneiros da nova Era, os prisioneiros do mensalão terão papel relevante. Para começar, enquanto esperam pelas novas instalações, podem contribuir com sugestões para a qualificação do cardápio: frutas e sucos no café da manhã, carnes brancas e vermelhas para o almoço, opções light para o jantar. A turma do Rural saberá indicar os melhores vinhos.

Inseridas no velho sistema, as inovações destoarão no início. Mas, contratando-se imediatamente os novos complexos penitenciários, logo, logo estarão prontas as instalações com sauna, piscina, salas de música e auditórios para as palestras de readaptação. A preparação não exigirá grande esforço. Se forem bem concebidos, os presídios realizarão o sonho dos prisioneiros de grife: segregação total e convívio exclusivo com seus iguais.

Foto de WilsonDias/ABr.


4 comentários

  1. Ocimar
    domingo, 16 de setembro de 2012 – 12:04 hs

    METE FOGO EM TUDO QUE RESOLVE O PROBLEMA.

  2. Ocimar
    domingo, 16 de setembro de 2012 – 12:15 hs

    METE FOGO EM TUDO QUE RESOLVE O PROBLEMA,ISSO AÍ É SÓ LIXO MESMO.

  3. antonio carlos
    domingo, 16 de setembro de 2012 – 19:26 hs

    Que ótimo, assim o Sistema Prisional ou Carcerário, se quiserem , vai ter um up grade extraordinário. Quem no Governo pestista vai querer ver o seu Zé e companheiros vivendo nas condições quase infrahumanas em que vivem os nossos presos? A desgraça de uns é sempre a alegria de outros. ACarlos

  4. salete cesconeto de arruda
    domingo, 16 de setembro de 2012 – 23:41 hs

    Se o Dantas continuasse preso como deveria e se o Serra também – por não ter curso superior – fosse preso pela PRIVATARIA e o FHC pela compra do segundo mandato – aí sim daria para dizer que os poderosos e ricos também respondem pelos seus CRIMES NA PRISÃO. Mas como os amigos deles são poderosos já sabemos que por enquanto tudo acaba em habeas corpus – dado até em final de semana. Não é verdade? Assim sendo pouco vai mudar já que os GRANDES do PIG só irão para a CADEIA na véspera da eleição para presidente segundo fonte do STF. Será?!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*