PT paulista começa a fritura de Gleisi | Fábio Campana

PT paulista começa a fritura de Gleisi

Da coluna Painel da Folha de S. Paulo:

Em meio a rumores de que Aloizio Mercadante assumiria a Casa Civil, aliados de Gleisi Hoffmann afirmam que a presidente não conversou sobre o assunto com a ministra e atribuem as informações à briga por espaço do PT de São Paulo se Haddad levar a prefeitura.


5 comentários

  1. Rogério Galindo está certo
    quinta-feira, 27 de setembro de 2012 – 13:48 hs

    http://www.gazetadopovo.com.br/colunistas/conteudo.phtml?tl=1&id=1301183&tit=Com-um-amigo-
    desses

    Mas, vamos aos fatos. Lula participou da campanha? Não. A vice de Fruet, Mirian Gonçalves, esteve com Lula esses dias e gravou com ele um vídeo de sete minutos, mas sobre o escritório de advocacia dela. Nem uma palavra pedindo voto para Fruet. Dilma? No desespero para mostrar a presidente na campanha, já que ela não gravou um “a” sobre Fruet, o marqueteiro chegou a usar o vídeo dela em cadeia nacional anunciando diminuição da tarifa de energia.
    No entanto, parafraseando uma expressão que o próprio Fruet gosta de usar, o petismo paranaense corre o risco de ter criado uma esperteza tão grande que acabará comendo o esperto. Pode ficar com fama de caloteiro. Entra na parceria, promete apoio e depois desaparece. Osmar foi a vítima número um. Fruet parece estar sendo o segundo. Haverá terceiro?
    Quem a partir daqui vai ter vontade de se coligar com os petistas?

  2. tadeu rocha
    quinta-feira, 27 de setembro de 2012 – 14:53 hs

    MINISTRA VOCE ACHA QUE ESTA COM O CORDA TODA,VOCE ESTA PENSSANDO SER CANDIDATA AO GOVERNO DO PARANÁ, CURITIBA E O PARANÁ NAO SAO LOUCO AINDA,

  3. Pedriali
    quinta-feira, 27 de setembro de 2012 – 17:50 hs

    http://www.josepedriali.blogspot.com.br/2012/09/o-dilema-de-gleisi.html

    Pois sua participação no Senado se caracterizou por dois projetos – um louvável, outro abjeto – e por comentários disparatados, que a fizeram merecedora do apelido Gleisi Magda Hoffmann. (O louvável, apesar da finalidade propagandística subjacente, foi a extinção dos 13º e 14º salários dos senadores. O abjeto foi o projeto de lei que aumentou o valor da tarifa de eletricidade gerada por Itaipu e vendida pelo Paraguai ao Brasil.) Na Casa Civil, Dilma a anula. No Senado, quem haverá de comprometer suas pretensões eleitorais é ela mesma.

  4. antonio carlos
    quinta-feira, 27 de setembro de 2012 – 21:46 hs

    e a ministra aproveitou a oportunidade para dar o abraço dos afogados? Coitada, mas sempre foi muita areia para o caminhãozinho dela. Agora pode voltar lá para aquela casa cheia de anciãos, chamada de Senado Federal. E vê se desta vez faz alguma coisa pelo Paraná. ACarlos

  5. José Luccio
    sexta-feira, 28 de setembro de 2012 – 9:27 hs

    Quem sabe se com o Mercadante o Paraná será melhor representado ou lembrado na participação dos pacotes de obras elaborados pelo Palácio do Planalto?

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*