Prefeito de Londrina é preso em Piçarras | Fábio Campana

Prefeito de Londrina é preso em Piçarras

De Fábio Silveira, Gazeta do Povo:

O prefeito de Londrina, José Joaquim Ribeiro (sem partido), foi preso por policiais do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) de Santa Catarina, em parceria com o Gaeco do Paraná, em um hotel de Piçarras, na manhã desta quinta-feira (20). A Justiça determinou a prisão temendo que ele atrapalhe as investigações de corrupção na Prefeitura.

Os catarinenses do Gaeco tem uma unidade em Itajaí. Eles faziam diligências em Camboriú – agora confirmado oficialmente –, mas Ribeiro foi encontrado escondido num hotel em Piçarras, no litoral de Santa Catarina.

A prisão do prefeito foi determinada na quarta-feira (19) pelo desembargador José Maurício Pinto de Almeida, da 2.ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Paraná (TJ). O magistrado entendeu que Ribeiro, como prefeito, pode atrapalhar as investigações de corrupção na prefeitura. A prisão do prefeito foi pedida pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), braço do Ministério Público Estadual (MP).

Ribeiro admitiu ter recebido propina de R$ 50 mil paga por empresários responsáveis pelo fornecimento de kits escolares para a prefeitura. Ele está licenciado do cargo há uma semana para fazer tratamento de saúde.

O Gaeco ainda havia pedido a prisão de outros investigados pelo caso da propina na educação municipal, incluindo o ex-prefeito Barbosa Neto (PDT), cassado pela Câmara Municipal há pouco mais de um mês. Mas o TJ não acatou a solicitação. Também foram beneficiados pela negativa da prisão os ex-secretários municipais Marco Cito e Lindomar dos Santos e o empresário Marcos Ramos.

O MP investiga um grupo de 17 pessoas pelo superfaturamento da compra de kits escolares entre 2010 e 2011. Segundo o Gaeco, o grupo teria recebido propina total de R$ 540 mil e provocado um prejuízo de R$ 3,7 milhões aos cofres públicos num contrato de 7,5 milhões para aquisição de material escolar.

Situação “inusitada”
No caso do prefeito, o pedido de prisão foi acatado porque o desembargador entendeu que “os autos bem demonstram que ele [Ribeiro] está causando uma inegável intranquilidade social, uma vez que confessou, inclusivamente em entrevista à imprensa, ter participado de alguns dos crimes mencionados na denúncia”.

Almeida classificou essa situação como “inusitada” e lembrou que o prefeito permanece “no comando absoluto da administração pública, com acesso pleno a documentos que possam ser imprescindíveis às investigações ou mesmo ao processo-crime”. O magistrado também levou em conta o fato de o prefeito “não ser encontrado sequer para ser intimado a prestar esclarecimentos de sua conduta ilícita à Câmara Municipal”. A Câmara abriu uma investigação e teve de notificar Ribeiro a se defender por meio de um edital publicado no jornal Folha de Londrina.

Almeida também afirmou que, ao convidar o filho da ex-secretária de Educação Karin Sabec para um cargo na administração municipal, Ribeiro “se utiliza do cargo para atenuar sua situação” e para “agradar uma importante testemunha e denunciada”. Todos esses fatos, segundo o desembargador, justificam a prisão preventiva do prefeito, pois a permanência dele no cargo poderia prejudicar o andamento das investigações.

Sem interferência
Com relação aos outros denunciados, o magistrado entendeu não existirem motivos para que eles sejam presos. “Tudo que sobre eles se alegou pelo Ministério Público se situa no campo das presunções”, disse o desembargador.

Um dos argumentos citados pelo MP para justificar a prisão de Barbosa foram manifestações dos seus aliados contra o Gaeco. “Logicamente que o ex-prefeito Barbosa Neto e seu partido (PDT) não têm simpatia pelo órgão que muito tem contribuído, no Paraná, no combate à corrupção”, escreve Almeida, para depois completar: “Mas tornar essa insatisfação como intimidação seria exagero, como a prisão por esse motivo”.

No caso de Barbosa e de outros denunciados, o entendimento é de que, apesar dos indícios contra eles, a possibilidade de eles intervirem nas investigações é pequena.


10 comentários

  1. pingo
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 11:30 hs

    Antes de ser capturado pela polícia, deveria ter se suícidado. Seria um problema a menos para o povo paranaense.

  2. Limão
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 11:40 hs

    SAFADO !!! vai preso mesmo . . .

  3. sergio silvestre
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 12:25 hs

    Numa lista de cem delinquentes politicos em Londrina,o
    Ribeiro seria o centésimo.
    Mas não tem jogo de cintura nem costas quentes.
    Se fosse do partido do governador,acomodariam as coisas ai em curitiba.
    Sabe como é né.
    Ai se tivesse um gaeco atuante,e a vontade investigativa que tem os de londrina,o mural com os ex prefeitos já batia lá pela av das torres

  4. cleverson
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 12:42 hs

    O POVO DE LONDRINA ACHO QUE VIVE E TOCA, AFINAL SO ELEGEM PREFEITOS PICARETAS E LADRÕES, A MAIS DE VINTE ANOS QUE LONDRINA NÃO SABE ELEGER UM CANDIDATO DECENTE, COMEÇOU NA ERA BELINATI, TERMINA NA ERA BARBOSA NETO, AGORA PARA PIORAR AINDA VAI ELEGER O BELINATI FILHO, SE APRENDEU FAZER POLITICA IGUAL AO PAI, O POVO DE LONDRINA ESTA FUDIDO NOVAMENTE…..

    ACORDA POVO BURRO, VOTEM EM BRANCO, COMO FORMA DE PROTESTO, PELO MESMO ASSIM TENHA ORGULHO DE DIZER QUE NÃO VOTOU EM NINGUEM, PARA ROUBAR VOCÊS……..

    JA QUE NÃO TEM UM CANDITADO DECENTE, CAPAZ DE COLOCAR A CIDADE DE VOCÊS NO LUGAR QUE ELE MERECE, CIDADE MARAVILHOSA, QUE PODE MUITO, E PODERIA MUITO MAIS, CASO TIVESSE UM PREFEITO BOM, QUE ROUBESSE MENOS, VAMOS DIZER ASSIM, PORQUE POLITICO HONESTO, QDO ALGUEM ENCONTRAR JOGA NA WEB PARA O POVO CONHECER……

    SE É QUE ISSO EXISTE…..

    LEMBREM-SE VOTE EM BRANCO COMO FORMA DE PROTESTO

  5. Dr. Primogênito
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 13:50 hs

    ex-prefeito……

  6. Sherlock Holmes
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 14:47 hs

    E os otários ainda insistem em falar em telefone. Burro é burro ou ladrão é burro, ou ainda, burro é ladrão. Não sei !!!!

  7. belichelleti barbosa
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 19:28 hs

    Londrina, de município, transformou-se em um desafio que deveria ser estudado, e, após destrinchado e entendido, servir de modelo para todas as outras grandes cidades do varonil gigante deitado eternamente em berço esplêndido.
    Explico: com mais de 30 (TRINTA) anos sob administrações catastróficas, corruptas, incompetentes -ou tudo junto e misturado pelo populismo irresponsável, mas de resultados- como pode ter se desenvolvido tanto? Será que o trabalho e o suor são tão maiores que a canalhice nos rincões dos pés vermelhos?

  8. Neto
    quinta-feira, 20 de setembro de 2012 – 19:45 hs

    A origem politica dele é por qual partido?

  9. Carlos Eduardo
    sexta-feira, 21 de setembro de 2012 – 15:37 hs

    Londrina…pobre Londrina, será que não existe algum político de BEM, na metrópole do norte, ou somente aventureiros e malandros?

  10. Antonio Gomes
    sábado, 22 de setembro de 2012 – 19:59 hs

    A verdade sobre esta prisão do Sr. Ribeiro é a seguinte: O tal GAECO que todos idolatram tem uma boa parte da imprensa no bolso. Eles dão exclusividade a eles em troca de elogios. A imprensa publica o que eles querem. Com essas reportagens em mãos, eles enganam desembargadores, juízes e os fazem dar ordens absurdas como esta de prisão desse velho senhor, que nunca roubou nada, veio do nada e trabalha até hoje honestamente. A citada nomeação do filho de Karin Sabec, que é testemunha, não foi feita por ele, mas sim por exigência legal de um tal Jair Gravena que é sócio minoritário da CMTU e como tal pode exigir nomeações. MAS isto o tal GAECO não contou para o desembargador, fazendo-o incidir em erro. Outra coisa: a ligação grampeada entre Ribeiro e um assessor, foi pinçada pelos desonestos “araponga” do GAECO com o fim de iludir o desembargador, que só tinha a versão desses maquiavélicos e desrespeitadores da Constituição. O homem está preso indevidamente e sofrendo. Seus advogados, contra tudo e contra todos, vão tirá-lo da prisão, mas nunca mais este homem se recupera. Assim o GAECO ganha notoriedade entre a massa de desinformados!

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*