Liminar pedida por Ducci tira Ratinho pai dos comícios do filho | Fábio Campana

Liminar pedida por Ducci tira Ratinho pai dos comícios do filho

Liminar da Justiça Eleitoral impede que o apresentador Ratinho, pai do candidato Ratinho Jr, fale em favor de seu filho. O pedido foi feito pela campanha do candidato Luciano Ducci. “Ele quer calar a voz de um pai, mas não cala a voz do povo em favor de meu filho”, disse o pai nos bastidores.

“É lamentável impedirem o meu pai de estar ao meu lado. Eles estão usando de todos os artifícios para me segurar. Mas não conseguem. Já tentaram isto antes mesmo de eu ser oficialmente candidato a prefeito de Curitiba. Eles estão com a máquina da prefeitura, do governo e não conseguem me deter, porque o povo está comigo e temos credibilidade junto ao povo”, enfatizou Ratinho Junior.

Ratinho, o apresentador, pegou o microfone e disse que não era o apresentador que estava falando e, sim, o pai do candidato. “Se eles tem os ministros, o governador ao lado dos candidatos, porque o meu filho não pode ter ao seu lado o próprio pai. O povo em coro respondeu: Ratinho já ganhou. Já ganhou. Em resposta, Ratinho disse “podem votar em meu filho porque ele não vai envergonhar o pai dele e a família dele, Logo, não vai envergonhar vocês.

“O que eles fizeram hoje é a mais pura demonstração de medo. Eles estão com medo de perder apesar de tanta forca bruta”, finalizou Ratinho.


40 comentários

  1. Simões
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 18:37 hs

    Será ótimo ver esta turminha do Governo e o marionete do Beto Richa cair de quatro nas eleições. Este carinha não sobe nem com um foguete amarrado na bunda. kkkkkkkkkkkkkkk

    Usar tudo de que se dispõe na prefeitura e no Governo do Estado, PODE! Usar o pai que é um fazedor de opinião em benefício próprio, ai não PODE. Isso é pura sacanagem.

    Vc é um perdedor Luciano Ducci, pode voltar a ser médico praticar um pouco, pois seu tempo está acabando bem como a contagem regressiva do Governador começou. 2014 vem ai para darmos o troco por ter abandonado a prefeitura e traído seu compromisso com Osmar Dias.

    Quem faz aqui, paga aqui mesmo.

  2. Genésio
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 18:38 hs

    Força bruta quem tem essa turma do Ratinho!

  3. Zangado
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 18:48 hs

    Deixa entender: um pai não pode apoiar o filho; no entanto, o governador de “todos os paranaenses” pode ficar qual irmão siames na campanha do candidato da situação somente no município de Curitiba ?

    Isso é República ou é arremedo de “Monarquia” política ?

  4. Gilberto
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 18:48 hs

    Nao sou Ratinho Jr …. Mas o que estao fazendo com ele esta beirando o ridiculo …

  5. Beto
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 18:52 hs

    Beto Richa pode fazer campanha !!!!!

  6. Helio Nunese
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 18:55 hs

    Pior que o PAI pedir voto para seu filho, é usar o GOVERNADOR, a prefeitura a seu favor e ainda forçar os funcionários a trabalharem na sua campanha, isto sim é descabido, imoral e ilegal. Não acredito que a justiça irá aceitar qualquer tipo de argumento nesse sentido, ferindo
    o direito de família, isto seria lastimável para democracia.

  7. Washington
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 19:21 hs

    Mas o Ducci com seu papai Beto ainda manda mais!

  8. Cajucy Cajuman
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 19:38 hs

    Uma ação lamentável!
    Meus comentários neste blog sempre foram neutros. Eu analiso os fatos, sem coloração partidária.

    Portanto, posso falar sem medo de errar que essa atitude de proibir a presença de Carlos Roberto Massa, o pai do Ratinho nos comícios do filho é, sem dúvida, um disparate, um desrespeito e – como direi? – um medinho do jovem candidato que vem agradando a população curitibana e tem demonstrado talento para a política. Política jovem, cara limpa, sem restrições ou rabo-preso. Verdade seja dita.

    Onde já se viu o próprio pai ser proibido de fazer campanha para o filho? Imagine-se, senhor prefeito e candidato Luciano Ducci e, na qualidade de cidadão curitibano, se não pudesse – em idênticas circunstâncias – prestigiar, no palanque ou fora dele, o próprio filho? Não seria revoltante, cruel e principalmente, desrespeitoso para com a sociedade honesta, que pensa e reivindica maiores qualidades de nossos políticos?

    Para calar um bom político esse não é o melhor caminho. O melhor caminho é o verbo, a ação firme, séria, competente, olho no olho. Afinal, o senhor está em busca da reeleição, portanto, pelo que fez e faz, supostamente, tem muito mais chance do que o candidato que busca a sua primeira eleição para prefeito de Curitiba.

    Por que então, entrar com certos tipos de embargos na justiça eleitoral que ao invés de ajuda-lo, por certo, irão atrapalha-lo ainda mais? Pior ainda é saber que juízes estão passando por cima do bom-senso e acatando esse tipo de reivindicação.

    Pior que um pai não poder participar da campanha política de um filho, simplesmente porque é um homem popular, conceituado e influente, são os adversários que tem o poder e a garantia da lei em trazer para suas campanhas autoridades da República – no pleno exercício de suas funções, pagas pelo povo –, entre outros, ministros, ex-presidentes e até mesmo a atual presidente Dilma Rousseff juntamente com Lula, segundo afirmam, estará em Curitiba para o segundo turno das eleições municipais, em defesa de seus candidatos.

    Ora, se um pai apresentador não pode participar da campanha do filho, como podem ministros e presidente em exercício subir em palanques e influenciar eleitores?

    Em tempo1: a justiça proibir o apresentador Ratinho de fazer campanha para o filho na televisão, em seus programas, estaria dentro do aceitável. No mais, é um absurdo. Carlos Roberto Massa tem o direito de recorrer e derrubar essa barbaridade.

    Com esse ato falho da campanha adversária, quem já gostava de Ratinho Jr, agora irá intensificar, sem dúvida, a sua campanha. O candidato Ducci precisa puxar a orelha de sua assessoria.

    Em tempo2: deixar transparecer uma preocupação maior com o candidato Ratinho Jr, não é uma boa estratégia. É preciso demonstrar confiança e trabalhar para mudar o quadro. E essa proibição demonstrou fraqueza, lamentavelmente.
    Cajucy Cajuman

  9. Ana Lucia
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 20:10 hs

    Essa equipe do Ducci é muito incopetente, eles já ouviram falar em efeito reverso? Ratinho pai é do povo, a maioria dos eleitores sao do POVO… obvio que o Ratinho pai vai descumprir a decisao, e o que acontecerá? ele sera preso? melhor pros 2 ratinhos que sairao como vítimas, a historia resultara em um ibope absurdo e ainda vai dar margem para TODA a oposicao criticar Beto Richa, sua esposa e 6 secretários do estado trabalhando na campanha do Ducci.

    Parabéns equipe Ducci… juntos voces irao MAIS LONGE do poder

  10. VERDADE
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 20:22 hs

    Já não era sem tempo. Agora deveriam tirar o programa do ar! De mal gosto, preconceituoso e mal educado… Horrível!!!

  11. BOZO
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 20:33 hs

    ENTÃO O RATINHO DEVERIA ENTRAR COM UMA LIMINAR PARA TIRAR O BETO RICHA DO HORÁRIO POLÍTICO DO DUCCI … AHHH NÃO, O BETO RICHA VAI TIRAR VOTO DO DUCCI … DEIXA LÁ … É BRINCADEIRA … O RATINHO PAI NÃO VAI DEIXAR DE SER GENITOR DO CANDIDATO RATINHO … AO CONTRÁRIO … TEM QUE DAR FORÇA PARA O GAROTO MESMO …

  12. sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 20:49 hs

    Quanta ignorancia candidato ducci se for assim vc não pode ter apoio do governador e sua familia, faça campanha sem apelar isto mostra fraqueza e não confinça de quem quer ganhar a eleição.

  13. BATEU O DESESPERO MESMO
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 21:02 hs

    Só alguem sem escrupulos como Beto Richa e Luciano Ducci pode afastar um pai de um filho. Quero ver o Marcelo Richa trabalhar sem o apoio do seu pai. Quero ver a dona Marry Ducci fazer suas beneces sociais a custo do dinheiro publico sem o apoio de seu marido. Todos sabem que Ratinho é apresentador de TV, e dizer isso ou não em qualquer meio de comunicação todos sabem que ele é pai de Ratinho Junior, ou precisa desenhar isso para Luciano Richa? ISSO CHAMA-SE DESESPERO de quem sabe que tá perdendo. O POVÃO NÃO GOSTA DISSO… SE ERA NECESSÁRIO UM FATO NOVO PARA RATINHO JUNIOR GANHAR NO PRIMEIRO TURNO, PARABENS DUCCI, ACABOU DE CRIAR… EU VOTARIA EM RATINHO JUNIOR NO SEGUNDO TURNO, MAS EU E MINHA FAMILIA VAMOS NO PRIMEIRO TURNO COM ELE PARA ACABAR LOGO ESSA BRINCADEIRA.

  14. INTERIOR
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 21:16 hs

    ERA A PÁ DE TERRA QUE ESTAVA FALTANDO PARA ENTERRAR DE VEZ O CANDIDATO DUCCI . PENA QUE EU NAO VOTO AI….PSDB E PT NUNCA MAIS

  15. sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 21:28 hs

    Pode fazer o que quiser: CURITIBA É 20

  16. sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 22:05 hs

    Isso é um retrocesso democrático, um Pai nao poder pedir votos a um filho, A justiça eleitoral tem dois pesos e duas medidas, O Ratinho devia entrar com açao proibindo o Sr. Governador a Fazer a mesma coisa que o Ratinho (pai) faria pelo filho, e é mais grave, pois o Governador usa a maquina do Estado. RETROCESSO TOTAL DA JUSTIÇA ELEITORAL.
    Isso, provar o PAVOR DO DUCCI cresce a cada dia. QUer ganhar uma eleiçao no tapetao. Ridiculo, de novo o tiro vai sair pela culatra.

  17. José Diniz
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 22:10 hs

    Sou solidário com o Ratinho Jr., porém, vejo um ponto positivo nisso tudo.
    Vejamos, no segundo turno o Fruet vai apoiar o Ratinho, a vitória será de lavada.
    Ratinho, a soberba é um perigo, mas, sua humildade te ajudará a ser prefeito de Curitiba, e tirar um grupo que desde que o Lerner se elegeu em 1988, manda na cidade.
    Ratinho, eles acham que ganham eleição no tapetão.

  18. Anônimo
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 22:29 hs

    Será que teremos algum JUIZ que tem coragem de tirar o BETÃO fazendo propaganda/comicios, etc,,,etc,,, em prol do DUCCI, como diz o Boris ‘ISTO É UMA VERGONHA”.

  19. Anônimo
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 22:49 hs

    Está certo o Juiz. Se papai-rato (espertalhão!), quer participar da campanha do filhote-ratinho tem que se AFASTAR da televisão neste período. Parafraseando o dito cujo: Quer moleza, vai empurrar bêbado em ladeira!

  20. Luiz Cruz
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 23:18 hs

    Péssima jogada do cadidato do governador, demonstra MEDO, além lógicamente de CENSURA, algo que nosso POVO detesta e não aceita mais. Será que o governador e outas autoridades e personalidades, também deixarão o palanque de seu apadrinhado??

  21. Roberto Fernandes
    sexta-feira, 7 de setembro de 2012 – 23:56 hs

    A serviço de quem está a justiça eleitoral no estado do Paraná? Isso é o absurdo dos absurdos: o executivo mandando no judiciário. Esse grupo quer se manter no poder do Paraná e de Curitiba a qualquer custo. O que será que eles temem com a entrada de outro grupo?

  22. madrugada londrinense
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 1:44 hs

    tem que ser o velho rato do norte do pr. O ratinho vai ganhar.

  23. Eleitor Consciente
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 3:52 hs

    Lamentável o que o candidato á reeleição, amiguinho do governador betinho anda fazendo, querendo resgatar á todo custo os péssimos tempos da DITADURA.

    Se jornalista fala mal ele processa,
    Se blogueiro faz pesquisa ele manda tirar o blog/site do ar.
    Se um PAI ( sim, antes de mais nada o Carlos Massa é PAI do Carlos Massa Junior ) apoia o filho em sua campanha o Ducci fica bravinho vai e entra com pedido na justiça pra proibirem isso..

    Vai ver o prefeitinho das 1001 desculpas quer que o ratinho do SBT faça como ta fazendo a primeira dama e o vice governador. implorando que o povo vote no ducinho kkkkkkkkkkkkkkkk

  24. Osso Duro
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 5:13 hs

    Alguém que leia este blog pode me informar qual a formação do Ratinho Jr.?
    Quero formação, nome da instituição onde ele estudou, data de sua formação e endereço das instituições. Ou pelo menos, se tiver, informações de nível superior.
    Tenho muitos votos na minha família e quero decidir coretamente, afinal é a minha cidade que está em jogo.

  25. Curitibano
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 9:51 hs

    Que vergonha Luciano Ducci.O medo e o desespero tomaram conta.
    Querem a todo custo calar as pessoas.
    Agora já era Ducci,a vaca foi pro brejo.
    O povo vai mostrar que pode bem mais do que um grupo de políticos.
    Nem governador vai segurar a vitória de Ratinho Jr.
    E se duvidar isso vai acontecer no primeiro turno.

  26. Jorge Vasli
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 11:50 hs

    Decisão judicial muito acertada, nos conformes da Lei Eleitoral que veda o “showmício”. O Rato véio é artista, traz centenas de milhares de pessoas, com cultura semelhante à sua, a qualquer esquina que resolva falar. “SHOWMÍCIO” não pooodddeee!!!!

  27. gabrielle
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 11:57 hs

    A liminar foi lida para quase mil pessoas que estavam no comício.
    Todos vaiaram e gritaram: FORA DUCCI!

  28. Raul Maleatto
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 14:23 hs

    Nem precisava disso, pois o Ducci ganhará esta eleição de um jeito ou de outro. Quem viver, verá. Lembrem-se: nada que tenha vínculo com o PT prospera em Curitiba.

  29. Anônimo
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 15:09 hs

    Que se saiba, a lei aplica-se a TODOS. Insurjam-se, pois, contra a Lei Eleitoral, e não contra o candidato, que tem todo o direito de exigir seu cumprimento. Ou será que Ratinho (?) está acima dessa lei?

  30. ITAMAR
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 17:05 hs

    O RATO PAI CRECEU NO GOVERNO COLLOR DE MELO, SÓ PRA LEMBRAR.

  31. sergio silvestre
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 18:17 hs

    O magistrado que avalisou essa liminar deve ser da irmandade!
    Não é possilvel,a parentalha do candidato,e até o papagaio do richa estão fazendo campanha.
    Eu acho que foi um tiro no pé,porque amanhã um juiz justo
    lhe dara razão.
    Essa pratica politica de cracas incrustadas no poder tem
    que ter um fim.
    Acho que o DUCCI acaba de jogar fora o segundo turno
    BEM FEITO

  32. Professor Antonio
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 18:29 hs

    OSSO DURO. O Ratinho Jr é formado em jornalismo pela Faculdade ESSEI, que embora não invista em marketing abriu esse curso ainda na década de 80, no centro de Curitiba.Atualmente está mal das pernas e se localiza perto do Teatro Paiol.

  33. Cindinha
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 19:00 hs

    Esse é o estilo de administração que temos hoje na prefeitura.
    Eles governam assediando moralmente quem não concorda com o governo deles, porém existe vários servidores descontentes.
    Nós da secretaria municipal de finanças mesmo, não votamos nele, pois não fez nada por nós e ainda foram irônicos com nossas solicitações.
    Não merecem nosso respeito, e vamos com o candidato que possa derrotar este Ducci e os 40 ladrões.

  34. julio zanare
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 20:54 hs

    que bando de incompetentes esses assessores do luciano, se tava dificil implacar a candidatura do médico luciano agora ficou mais dificil ainda.

  35. sábado, 8 de setembro de 2012 – 21:50 hs

    Itamar, voce deve ter problemas. ment…… Essa afirmaçao é ridicula. e nao vale comentar..

  36. Anônimo
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 22:09 hs

    Formado na Essei, é? Grande faculdade! Fechou.

  37. Tadeu rocha
    sábado, 8 de setembro de 2012 – 23:16 hs

    Quem vota Luciano Ducci não troca o certo pelo duvidoso, agora quanto ao Ratinho… o que ele fez pelos Curitibanos? Nadaaaaa!!!
    Quem têm consideração vota 40!!! E infelizmente têm alguns Curitibanos que preferem PÃO E CIRCO, ainda bem que é a minoria dos Curitibanos!!! Ainda bem!!!

  38. Vania Mara Welte
    domingo, 9 de setembro de 2012 – 11:28 hs

    Ratinho Junior iniciou os seus estudos na Escola Municipal Vinhedos, em Santa Felicidade, bairro onde passou a maior parte de sua infância e um de seus locais preferidos em Curitiba. Depois, ingressou no Colégio Tuiuti. Lá, estudou de 1988 até 1992. No ano seguinte, até 1995, estudou no Colégio Unidade São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O segundo grau, ainda no mesmo município, Ratinho Junior completou, em 1998, no Colégio Ideal. Em 2004, formou-se em Marketing e Propaganda, pela Faculdade Internacional de Curitiba, Facinter. Ratinho Junior é publicitário e empresário.

    Ainda, ao final do ano de 2011, Ratinho Junior recebeu nota 10 ao concluir a sua Pós-Graduação em Direito do Estado, na Pontifícia Universidade Católica de Brasília. E nota máxima também em dois cursos de especialização pela Universidade Complutense de Madri, na Espanha: um sobre “Adeministración Tributaria, Reformas Fiscales y Sociedad: Nuevos Retos de La Aeat”, e outro sobre “Iberoamérica: La Democraci Amenazada”; e mais um curso na Universidad de Havana, Cuba, sobre “La Salud, La Educación y los Órganos de Gobierno”, entre outros.

    Interessado em tudo o que faz, o parlamentar se prepara para todos os desafios aos quais se propõe. Lê muito. De biografias de personalidades atuais, como a do presidente Obama e a do Boni, aos grandes filósofos e pensadores da Antiguidade, além de obras técnicas como, por exemplo, sobre soluções para urbanismo e cidades. Entre outros livros, ele já leu “Arquitetura do Movimento Moderno de Curitiba”, de Salvador Gnoato, e muitos outros sobre a cidade de Curitiba. No momento Ratinho Junior lê “Madre Teresa, CEO”, de Ruma Rose.

    Este jovem de 31 anos está na política desde os 21 anos, quando foi eleito deputado estadual. Depois, deputado federal por duas vezes. Na Câmara Federal, ele foi eleito o mais jovem líder de bancada, liderando políticos com vasta experiência parlamentar. É casado desde os 22 anos, com Luciana, e é pai de duas garotinhas. Em novembro, Ratinho Junior será pai de um garotinho.

    É para encher de orgulho qualquer pai. É justo que este pai esteja ao lado deste filho. Aliás, não é da própria Prefeitura de Curitiba uma campanha de cidadania que dizia:
    “Não basta ser pai. Tem de participar!”

  39. José Diniz
    segunda-feira, 10 de setembro de 2012 – 12:51 hs

    Vania Mara Welte, 20 vezes parabéns.
    Comentar o que escreveu é o mesmo dizer que o Ratinho VENCERÁ no primeiro turno.
    E, vencerá mesmo. As novas ideias se formam do princípio da seriedade que norteia a campanha do RATINHO.
    Menino que desbanca os “experientes” da política de oligopólio, pois, fizeram um comércio entre amiguinhos, como se a Prefeitura fosse um comércio de companheiros partidário.
    20 vezes parabéns Vania Mara Welte.

  40. mariana
    terça-feira, 11 de setembro de 2012 – 15:20 hs

    É a incoerência da lei eleitoral que proíbe artistas de subir no palanque dos candidados, mas não proíbe que presidenta, ex-presidentes, ministros, senadores e governadores o façam.

Deixe seu comentário:

Campos obrigatórios estão marcados com *

*

*